ÁGUA BOA

Agronegócio

‘Aprender praticando’ do programa Seja potencializa habilidades de jovens aprendizes

Publicado em

Agronegócio


Aprender e praticar são a base da dinâmica do programa Seja – Senar Jovem Aprendiz Rural. A iniciativa, voltada a jovens que estão ingressando no mercado profissional, em Mato Grosso do Sul oferece cursos de Administração Rural, Manutenção de Tratores, Avicultura e Mecanização Agrícola – Soja e Milho. 

“Intercalar a teoria e a prática é a metodologia aplicada pelo Senar Jovem Aprendiz Rural no estado. Desta forma, o aluno assimila mais e melhor, consolidando o conhecimento” explica o instrutor do Senar/MS, Antônio Estevão, engenheiro mecânico. 

No módulo básico, o aprendiz aprende sobre ambiente corporativo, convivência, comunicação oral e escrita, matemática básica, introdução ao agronegócio, informática, empreendedorismo no campo e saúde e segurança no trabalho. No segundo momento, mergulha na área específica de cada curso. 

O rodízio entre os diferentes setores permite que a empresa perceba em que área o aluno mais se identifica e, com isso, as habilidades e o aproveitamento da mão de obra que está sendo formada pode ser potencializada. No caso da mecanização, o instrutor destaca algumas características imprescindíveis  para o mercado. 

“O perfil profissional na área de mecanização é de raciocínio lógico espacial, ser minucioso, ter ‘fome’ em se manter atualizado, acompanhando a evolução tecnológica. Algumas características são natas ou podem ser desenvolvidas com a qualificação específica”, explica. Confira a matéria de #MercadoAgropecuário de segunda-feira (08). 

Leia Também:  No Amazonas técnicos de campo do Projeto PRAVALER recebem capacitação de CAR
Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Gaúcha do Norte prevê início do plantio da safra 21/22 para os próximos dias

Publicados

em

As primeiras precipitações de chuva dos últimos dias têm animado os produtores rurais de Gaúcha do Norte, no interior de Mato Grosso. Quem ainda não finalizou o preparo do solo para receber a semente da soja, segue com os trabalhos acirrados para conseguir aproveitar ao máximo a janela da cultura.

“As chuvas ainda são manchadas e em pouca quantidade, mas se as previsões de chuva se confirmarem, o plantio já deve iniciar no começo do mês de outubro. Mas, também tem produtor comentando que se na propriedade chover acima de 70mm ainda em setembro deve iniciar o plantio” comentou o presidente do Sindicato Rural de Gaúcha do Norte, Josinei Zemolin.

Nas propriedades Amanhecer II e São Jorge, já está tudo pronto para iniciar o plantio nos próximos dias. “Estamos esperançosos em abrir o plantio em setembro novamente, com chuvas de 20 mm vamos dar início no plantio em Gaúcha do Norte. Tivemos chuva de 10 mm na Fazenda Amanhecer II e 50 mm na Fazenda São Jorge”, disse o proprietário João Paulo Calgaro.

Leia Também:  CENOURA/CEPEA: Preço continua em alta em MG

No último final de semana, o produtor realizou um teste para o plantio na propriedade, mas não se confirmou devido a alta temperatura no solo, com 45º, isso antes das 9 horas da manhã.

Início do plantio da safra de soja 2021 22 em Gaúcha do Norte; Crédito – Cely Trevisan.

A área total das duas propriedades destinada a cultura da soja deve crescer 14% em relação à safra anterior, chegando a 2.500 hectares. “A expectativa é boa para a próxima safra, só estamos com o pé atrás com os custos pra próxima safra a 22/23. Está tendo um aumento significativo, onde os fertilizantes como super simples saiu de US$ 280/320 a tonelada para US$ 720 a tonelada, o KCL (cloreto de potássio) também teve alta expressiva”, pontuou Calgaro.

Além de Gaúcha do Norte, a família possui propriedade em Campos de Júlio com uma área de 2.200 hectares destinadas para essa safra de soja e com 160 mm acumulados.

Olho no Araguaia –  Por Cely Trevisan para AGRNotícias.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA