ÁGUA BOA

Agronegócio

CNA discute acesso do produtor ao mercado de capitais

Publicado em

Agronegócio


Brasília (15/09/2021) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) promoveu um debate durante o primeiro dia do Uqbar Day 2021 sobre a experiência dos produtores rurais no mercado de capitais.

A CNA é uma das patrocinadoras do evento que discute temas de relevância do mercado de securitização de terça (14) a quinta (16).

Antônio da Luz, vice-presidente da Comissão Nacional de Política Agrícola da Confederação, conduziu as discussões que ouviu o produtor rural e presidente da Comissão Nacional de Fruticultura da CNA, Luiz Roberto Barcelos, e o empresário e pecuarista, Carlos Pimenta.

“Queremos construir um novo sistema de crédito no Brasil, mas não um substituto para o modelo atual. Queremos contribuir para o modelo complementar ao crédito rural oficial, que é a captação no mercado de capitais”, afirmou Antônio da Luz.

“Para a Confederação, a pulverização das fontes de financiamento e alternativas para a maior inclusão financeira dos produtores rurais são extremamente necessárias para garantir o crescimento do setor, que é forte demandante de crédito para a incorporação continuada e o uso intensivo de tecnologias”, ressaltou.

Da Luz destacou que o sistema oficial de crédito não consegue acompanhar a demanda do setor agropecuário por crédito, por isso surgiu a necessidade de encontrar novas fontes de investimento.

Leia Também:  Fernando Cadore fala sobre produção sustentável em MT no Programa Pânico

“Já crescemos muito, mas precisamos do mercado de capitais para continuar crescendo. Precisamos andar de mãos dadas com o mercado de capitais, porque o setor é uma excelente oportunidade para o mercado e ele é uma excelente oportunidade para nós”.

Carlos Pimenta destacou que é imprescindível para o produtor rural que deseja acessa o mercado de capitais estar em dia com a legislação ambiental e ter as finanças organizadas. “Além de atender a legislação ambiental, é importante saber investir em tecnologia na propriedade para ter eficiência na produção. Ou seja, ter clareza de toda a operação e organizar bem a casa abre os olhos de qualquer investidor.”

Na visão de Luiz Roberto Barcelos, o produtor precisa transmitir confiança para o investidor. Ele contou que já fez uma captação de crédito no mercado de capitais para sua produção de frutas e explica que o produtor deve ter relatórios contábeis e boa governança do seu negócio para gerar confiança nos potenciais investidores.

“O agro vem crescendo e é uma atividade lucrativa. Mas para atrair investimentos, a gestão da propriedade deve ser devidamente demonstrada e os indicadores da empresa devem estar totalmente transparentes”.

Leia Também:  Fórum ‘De onde virão os terneiros?’ retorna com seminário e Dia de Campo

Para Barcelos, o mercado de capitais amplia a concorrência na oferta de crédito aos produtores, mas temos desafios para torná-lo mais acessível.

“Os custos intrínsecos à emissão de um Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA) são significativos. Há diversos custos de registros cartorários, de assessoria jurídica e contábil, que acabam elevando o custo da captação. Inclusive recomendo que os produtores contratem uma assessoria jurídica experiente para dar segurança às suas negociações.”

Antônio da Luz finalizou o debate ressaltando que a aliança entre o agro e o mercado de capitais “é para valer e está no início. A primeira negociação é mais difícil, mas depois as demais ficam mais fáceis e fluidas”.

Nesta quarta a CNA participa do painel principal de agronegócio do evento, às 15h30, e promove um debate sobre o pipeline de investimentos no setor agropecuário, a partir das 17 h. Acompanhe a programação em https://www.uqbar.com.br/uqbar… e inscreva-se.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

CNA discute panorama trabalhista e previdenciário no Agro

Publicados

em


Brasília (27/09/2021) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) promoveu, na segunda (27), a live “Judiciário e o Agro: panorama trabalhista e previdenciário”.

O debate foi moderado pelos assessores jurídicos da CNA, Rodrigo Hugueney e Welber Santos, e contou com a participação do advogado trabalhista Gáudio de Paula e do professor da pós-graduação de Direito do Trabalho da Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), Ricardo Calcini.

“Percebemos que muitas vezes falta um conhecimento sobre o meio rural em diversos aspectos. Quase 80% dos empregadores rurais são pessoas físicas e acabamos não tendo tantos benefícios quanto aqueles que são concedidos para os pequenos empregadores do meio urbano”, afirmou Rodrigo Hugueney.

Gáudio de Paula apresentou uma perspectiva geral da jurisprudência trabalhista nos cenários do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Supremo Tribunal Federal (STF) nos últimos anos. Ele destacou temas relevantes para o agronegócio, como terceirização e cotas.

“No nosso País, uma das ocupações primárias é o agronegócio e foi ele que talvez tenha salvo o Brasil ao longo desses dois últimos anos de crise. O setor tem um papel fundamental e precisamos discutir essas questões”, disse.

Leia Também:  Fórum ‘De onde virão os terneiros?’ retorna com seminário e Dia de Campo

Ricardo Calcini abordou dois assuntos recentes: a nova legislação envolvendo a afastamento de gestantes e a Covid como doença ocupacional no âmbito da atividade rural. Segundo ele, é preciso definir um marco temporal para trazer segurança jurídica e previsibilidade às questões trabalhistas relacionadas aos dois pontos.

“São temas que precisam, cada vez mais, ser melhor analisados pelo Judiciário. Temos uma peculiaridade muito específica no Brasil. O Judiciário e os ministros não devem fechar os olhos pela importância que esse ramo vem tendo na economia brasileira nos últimos anos”, declarou.

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA