ÁGUA BOA

Agronegócio

CNA discute melhorias no seguro rural para o arroz

Publicado em

Agronegócio


Brasília (16/07/2021) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou, na sexta (16), do Monitor do Seguro Rural direcionado à cadeia produtiva do arroz.

A iniciativa é do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e visa identificar e propor melhorias nos serviços de seguro para mais de 60 atividades agropecuárias.

O evento teve três blocos, com a participação de produtores rurais, cooperativas, associações, seguradoras, resseguradoras e instituições financeiras para discutir as condições gerais de contratação e do produto, análise de serviços e necessidade de inovações.

O presidente da Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas da CNA, Ricardo Arioli, afirmou que a cultura do arroz é estratégica para o País.

“Apenas 18,4% da área plantada de arroz é segurada. É importante adaptar os produtos ofertados do seguro nas realidades do produtor, para que esse percentual aumente. O Departamento de Gestão de Riscos do Mapa está fazendo um ótimo trabalho para aperfeiçoar esse instrumento”.

                    Ricardo Ariolli, presidente da Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas da CNA.

Fabrício Camargo de Lima, do Mapa, afirmou que o número de apólices contratadas de seguro na cultura de arroz passou de 2.118 em 2019 para 4.832 em 2020, cobrindo 307,3 mil hectares.

Leia Também:  Parceria capacita profissionais para atuarem na vacinação contra Brucelose em Feliz Natal

“A subvenção ao Prêmio do Seguro Rural para o arroz dobrou de 7 milhões em 2019 para 14 milhões em 2020, com percentuais que variaram de 20% a 30% e 11 seguradoras atuaram na cultura.”

Segundo ele, no plano trienal do seguro rural 2022/2024, o percentual de subvenção do arroz passará para 40% com limite anual de R$ 60 mil.

Durante o debate, instituições como Mapfre e BB Seguros exemplificaram algumas opções de contratação para o produtor como seguro de riscos nomeados (granizo). Além disso, os participantes destacaram a importância de melhores técnicas de manejo para que os produtores possam ter opções de contratação cada vez mais customizadas.

“A reunião foi muito produtiva. Estamos caminhando muito bem para incentivar mais produtores a aderirem ao seguro rural para terem cada vez mais segurança na atividade. A CNA está aberta para participar de outras discussões como essa”, ressaltou Ariolli.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Campo Futuro levanta custos de produção em nove estados

Publicados

em


Brasília (30/07/2021) – O Projeto Campo Futuro levantou nesta semana os custos de produção de aquicultura (piscicultura), cana-de-açúcar, grãos (soja, milho e feijão), pecuária de leite e pecuária de corte.

Os encontros ocorreram de forma virtual como medida de segurança para atender os protocolos sanitários com o objetivo de evitar o contágio do coronavírus.

Os painéis de grãos ocorreram em Cristalina (GO), Dourados (MS) e Naviraí (MS). Em Morro Agudo (SP), Campo Florido (MG), João Pessoa (PB) e Recife (PE), ocorreram os levantamentos de cana-de-açúcar.

Houve, ainda, um painel de pecuária de leite, em Marmeleiro (PR), um de pecuária de corte, em Santa Maria (RS) e um de piscicultura, em Cuiabá (MT).

Os levantamentos foram feitos pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) em parceria com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), Centro de Inteligência de Mercados da Universidade Federal de Lavras (CIM/UFLA), Labor Rural (Universidade Federal de Viçosa – UFV) e Pecege (Esalq/USP).

A iniciativa analisa as informações obtidas a partir da realidade produtiva apresentada pelos produtores. Participam dos encontros virtuais (medida de segurança para evitar o contágio do coronavírus) representantes das federações estaduais de agricultura e pecuária, sindicatos rurais dos municípios e produtores rurais. Os dados obtidos são preliminares.

Leia Também:  MILHO/CEPEA: Condições climáticas no BR e nos EUA preocupam agentes e elevam cotações

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA