ÁGUA BOA

Agronegócio

Curso de drone ofertado pelo Senar-MT marca início de parceria com a Prefeitura de Cuiabá

Publicado em

Agronegócio


Parceria entre Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) e Prefeitura de Cuiabá é concretizada com a realização, nesta semana, do treinamento para pilotagem de drones. Esta capacitação para os técnicos da secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico de Cuiabá contribuirá para melhorar os serviços de mapeamento da área rural do município.

Para o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro mais conhecido como Chico da Paulicéia, levar conhecimento e contribuir com projetos que tem o objetivo de melhorar a vida do homem do campo é o papel da instituição. 

O curso de operação de aeronave remotamente pilotada drone – asa rotativa capacitou 15 servidores. Estas pessoas vão trabalhar no mapeamento da zona rural de Cuiabá, identificando as necessidades da região para implantação de políticas públicas direcionadas, como o projeto Agro da Gente.

“Mais do que inaugurar obras de infraestrutura, estamos investindo nas pessoas, em capital humano. Investindo na nossa gente, nos nossos servidores para ofertar o melhor serviço ao povo de Cuiabá. Esta é a gestão humanizada que praticamos desde o primeiro mandato e que vamos praticar até meu último dia à frente do Palácio Alencastro”, disse o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.

Leia Também:  MELANCIA/CEPEA: Preços sobem 44% em GO

O equipamento para manuseio foi cedido pela Receita Federal. Esta é a segunda equipe em formação para pilotagem de drone na secretaria, a primeira certificou 10 servidores. O secretário de Agricultura, Francisco Vuolo, fez questão de agradecer aos órgãos parceiros e ressaltar a importância de se acompanhar as mudanças tecnológicas para o aprimoramento na execução dos trabalhos.

“Este é um curso da melhor qualidade, oferecido gratuitamente pelo Senar-MT, com um equipamento como o drone Fanton que também é da melhor qualidade. Agradeço aos parceiros:  Senar-MT, Receita Federal de Mato Grosso e ao Sindicato Rural de Cuiabá. Esta capacitação vai fazer a diferença na execução dos trabalhos na zona rural, no mapeamento das áreas e levantamento de dados técnicos que subsidiam as políticas públicas direcionadas ao campo”, disse Vuolo.

O curso com carga horária de 24h, foi ministrado pelo instrutor credenciado junto ao Senar-MT, Paulo Roberto de Oliveira Filho. “O que diferencia um bom piloto é a atenção aos detalhes. O drone tem muitas funções e é a atenção aos detalhes que vai determinar a durabilidade e evitar quedas. Investir na formação dos pilotos, no capital humano é a forma correta de garantir a durabilidade do equipamento e um voo seguro”, enfatizou o instrutor.

Leia Também:  Boi gordo vai a R$ 310 e milho e soja batem recorde; veja notícias desta quarta
Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Senar lança minicursos na área de pastagens

Publicados

em


Brasília (18/06/2021) – O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) disponibiliza, a partir de sexta (18), um novo formato de conteúdo para o aperfeiçoamento profissional de quem trabalha no campo. São quatro minicursos, totalmente online e gratuitos, com duração de até 2 horas e prazo de sete dias para conclusão.

Inicialmente, serão oferecidos os seguintes minicursos: correção de acidez do solo, entendendo a degradação de pastagens, formas de intervenção nas pastagens e técnicas de otimização das pastagens e do pastejo.

Os conteúdos desenvolvidos são objetivos, práticos e aplicáveis na rotina do campo. O acesso aos cursos EAD do Senar pode ser realizado pelo site http://ead.senar.org.br/

A diretora de Educação Profissional e Promoção Social do Senar, Janete Almeida, destaca que a instituição está sempre em busca de novas estratégias educacionais.  “A intenção é expandir as opções de capacitações de forma ainda mais dinâmica, em destaque na atualidade, sem perder a qualidade técnica que o Senar tanto preza”.

A distribuição do conteúdo tem algumas características importantes para facilitar o consumo do aluno, segundo a coordenadora de EaD do Senar, Ana Ângela Sousa.

Leia Também:  IPPA/CEPEA: Alta de IPPA se desacelera em maio

“Cada pílula é formada por conteúdos completos e independentes com curta duração. O processo de assimilação de informações é mais flexível e efetivo, pois o foco é em um único conceito ou problema. Além disso, os temas consideram a necessidade e a realidade do nosso público”, explica.

Características – Cada aluno poderá realizar a matrícula em um minicurso por vez e terá acesso a um minibook (minilivro em PDF) com os principais conteúdos para consulta. Ao final, o participante terá que responder um questionário (quiz) e realizar a pesquisa de satisfação para receber o certificado de participação.

Outras capacitações – Além dos minicursos, o Senar disponibiliza mais de 80 cursos de educação a distância no portal da EaD Senar. Conheça: http://ead.senar.org.br/.

Cartilhas e vídeos – Também é possível ter acesso a vídeos e cartilhas para aperfeiçoamento no campo por meio da Estante Virtual – Coleção Senar no site: https://www.cnabrasil.org.br/senar/colecao-senar

Outra opção é o aplicativo “Estante Virtual Coleção Senar”, que dá acesso ao conteúdo de mais de 170 cartilhas virtuais utilizadas nos treinamentos de produtores e trabalhadores rurais para a melhoria da produção agropecuária.

Leia Também:  Senar-MT e Sindicatos Rurais planejam os cursos para 2022

Assessoria de Comunicação CNA

Foto: Tony Oliveira
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA