ÁGUA BOA

Agronegócio

Curso do SENAR – AC promove atividade prática em silos graneleiros de Capixaba

Publicado em

Agronegócio


Para integrar teoria e prática no curso de Classificação, Secagem e Armazenamento de Grãos, promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR – AC), os participantes do curso tiveram um dia de campo na última sexta-feira (16/07), para poder aprender ainda mais sobre a cadeia produtiva no Estado.

visitagr1
Turma do curso visitou silos graneleiros em Capixaba. Foto: ASCOM/SENAR – AC

Em visita ao município de Capixaba, os alunos, acompanhados pela equipe do SENAR – AC e pelo instrutor do curso, Carlos Augusto Paim, puderam observar in loco as atividades nos silos graneleiros do município. Através da visita, o principal objetivo foi integrar ainda mais a teoria do curso à prática, mostrando a realidade das produções nos silos e observar de perto a utilização de secadores e fornalhas, as máquinas para limpeza, seleção de peneiras, entre outros.

visitagr2
Objetivo do curso é iniciar ações do SENAR – AC voltadas para a cadeia produtiva de grãos. Foto: ASCOM/SENAR – AC

“É uma turma muito aplicada, com profissionais dedicados em seus trabalhos. Está sendo uma experiência enriquecedora para todos os envolvidos. Esperamos que a meta principal seja atingida, que é oportunizar os produtores a reduzir custos e maximizar a produção em suas propriedades. Pelo que observei nos últimos dias, existe uma carência de informações sobre a atividade, mas em contraponto, existem muitas oportunidades de melhora para o desenvolvimento da cadeia no Estado”, destacou o instrutor Carlos Augusto.

Leia Também:  LIVE HF/CEPEA: Live de HF comenta sobre o atual perfil da tomaticultura de mesa
visitagr3
Instrutor Carlos Augusto Paim, do SENAR – MT, estado-referência no cultivo de grãos. Foto: ASCOM/SENAR – AC

O curso é a primeira incursão da Regional Acreana do SENAR na temática de grãos, e segundo a gerência técnica, não será o último: “A instituição está sempre preocupada em inovar e trazer conteúdos qualitativos para os produtores rurais. Para este curso, trouxemos um instrutor do SENAR – MT, estado-referência na produção de grãos. Considerando que o Estado tem se desenvolvido muito na parte de grãos (milho e soja), estamos com planos para expandir ainda mais a oferta neste setor produtivo”, explicou a gerente técnica do SENAR – AC, Ilcilene Malini.

visitagr5
“Existem muitas oportunidades de melhora para o desenvolvimento da cadeia”, disse Carlos Augusto. Foto: ASCOM/SENAR – AC

Para Francisco da Silva, um dos participantes do curso, a oferta foi uma oportunidade imperdível para ele, que trabalha com secagem e armazenamento de milho na BR 364, no município de Acrelândia: “O curso está sendo bom, pois nosso Estado estava necessitado de mais instruções nessa área. A cultura de grãos está crescendo muito, e estávamos com dificuldades em alguns processos, e graças ao SENAR, teremos novos conhecimentos para aplicar em nosso trabalho. É a primeira vez que participo de uma atividade do SENAR, e pelo que vi, é realmente para ajudar todos os produtores rurais a crescer e desenvolver cada vez mais”.

Leia Também:  Aprosoja alerta o produtor rural para evitar incêndio na colheita do milho
visitagr6
Visita contribuiu para alinhar a teoria aprendida no curso com a parte prática. Foto: ASCOM/SENAR – AC

O curso terá encerramento neste domingo (18/07), após carga horária de 56 horas.

visitagr4
visitagr4 “A cultura de grãos está crescendo muito”, disse Francisco da Silva, participante do curso. Foto: ASCOM/SENAR – AC
Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Comunidade amplia conhecimentos sobre avicultura após série de treinamentos

Publicados

em


Pequenos criadores de 11 aldeias indígenas de Campo Novo do Parecis aprenderam a preparar rações para aves com os alimentos produzidos na própria comunidade. O curso faz parte de uma série de treinamentos pela parceria entre Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) e Sindicato Rural.

Eles aprenderam misturas com milho, mandioca e farelo de soja. Segundo a instrutora credenciada junto ao Senar-MT, Anna Luz, o conhecimento auxiliará na redução de custos já que os criadores poderão utilizar os alimentos que já produzem. “Foram ensinadas alternativas de alimentação com o que era acessível para eles, adequando a prática à realidade”, afirma.

Ainda de acordo com a instrutora, um dos pontos mais importantes do curso é sobre o uso adequado de ração para cada fase do animal. “Para ter mais lucratividade é necessária que a ração esteja de acordo com a fase de criação. Às vezes, por falta deste conhecimento, os criadores têm mais gastos”.

Moradora da Aldeia Wazare, Valdirene Szakenaezokero, já trabalhava com criação de aves e aprendeu muito com o treinamento. “Me ajudou como criar os animais desde os pintainhos até o abate. Aprendemos a produzir alimento com o que já temos e foi muito interessante”, destaca.

Leia Também:  Produtor de camarão da Paraíba aumenta produção em 400% com assistência técnica do Senar

Mobilizadora do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis, Lussandra Lapinsk, afirma que este já é o terceiro treinamento direcionado à comunidade indígena do município e em parceria com a Cooperativa Agropecuária do Povo Indígena Haliti Paresi (Coopiparesi). “Estamos realizando diversas capacitações e tenho mais uma para encerrar ainda este mês”.

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA