ÁGUA BOA

Agronegócio

Curso vai mostrar o conceito Halal na produção

Publicado em

Agronegócio


Brasília (09/06/2021) – O curso online “O Mundo Islâmico 2021 – Oportunidades e Desafios para o agronegócio brasileiro em um cenário Pós-Pandemia” vai tratar, entre outros temas, do conceito Halal no processo produtivo.

O evento é promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pela Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (Fambras).

As inscrições para participar são gratuitas e estão abertas aqui. Os encontros acontecerão nos dias 17 e 24 de junho e 1º e 8 de julho, das 9h às 11h. As palestras serão ao vivo por meio da plataforma virtual Zoom.

O curso vai debater oportunidades e desafios para o agronegócio do Brasil no mercado Halal. Dividida em quatro módulos, a programação vai abordar assuntos como aspectos culturais e inteligência de mercado, relações comerciais, certificação dos produtos Halal e finanças islâmicas, entre outros.

As palestras trarão a experiência de profissionais do setor privado, governo e academia. Cada encontro abordará um assunto específico e será dividido em blocos temáticos, totalizando 11 módulos.

O curso é indicado para profissionais do setor agropecuário, do segmento agroexportador, funcionários do serviço público das áreas de comércio exterior e diplomacia, imprensa, academia e demais interessados no assunto.

Leia Também:  Abertas inscrições para o Curso Técnico em Agropecuária do Senar/MS

A iniciativa tem apoio da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira (CCAB) e da Academia Halal do Brasil. Ao final, a CNA e a Fambras emitirão certificados eletrônicos para os inscritos com a participação mínima de 75% de acompanhamento das palestras.

Mercado – Estimado em 1,8 bilhão de pessoas em todo o mundo (25% da população), o mercado muçulmano é pujante e crescente. Segundo o relatório Thomson Reuters sobre o estado da economia global islâmica 2017-2018, a estimativa é que o setor de alimentação Halal passe a movimentar US$ 1,38 trilhão por ano até 2024.

A receita das exportações brasileiras de bens agropecuários para os 57 países-membros da Organização para Cooperação Islâmica (OCI) saiu de US$ 2,2 bilhões, em 1997, para US$ 18 bilhões em 2020. Do Norte da África ao Sudeste Asiático, esse grupo de países foi o segundo maior cliente do agronegócio brasileiro em 2020 – atrás apenas de China (US$ 34 bilhões).

O Brasil é o maior exportador de carnes de bovinos e de aves com certificação Halal e atende a mais de 50% desse mercado. Além das proteínas animais, produtos como açúcar, milho, soja, óleo de soja e, mais recentemente, cafés e frutas tropicais também são destaque na pauta de exportações.

Leia Também:  Mega Leilão 10.021 da Estância Bahia.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

SENAR MINAS criará cursos com temática de energia solar

Publicados

em


A disseminação da energia fotovoltaica como alternativa para o campo chamou a atenção do Sistema FAEMG/SENAR/INAES para aproximar essa tecnologia do produtor. Depois de disponibilizar um convênio para os interessados, agora a entidade está preparando cursos do SENAR sobre o assunto – o treinamento dos instrutores inclusive já começou.

Quatro instrutores do SENAR MINAS foram treinados por técnicos da I.S Brasil Soluções Sustentáveis sobre usinas de placas fotovoltaicas. O analista técnico de Formação Profissional do SENAR, Luiz Felipe Xavier, organizou o treinamento e explicou que os conteúdos abordados foram desde a parte legal, passando pelo financiamento e chegando à instalação e manutenção dos equipamentos. De acordo com o analista, também estava planejada uma visita técnica, mas a pandemia adiou essa parte.

O Sistema FAEMG e a I.S Brasil estão firmando uma parceria para troca de conhecimentos na área, que inclui a capacitação de pessoal das duas empresas. “Nosso objetivo em criar esses cursos é oferecer aos produtores rurais ferramentas para que eles conheçam a tecnologia e ajudem a fomentá-la no meio rural. Qualquer produtor poderá participar dos cursos”, explicou o analista da FPR.

Leia Também:  Curso de seguro rural abre turmas em junho

Novos treinamentos

Paralelamente às palestras ministradas on-line pelos especialistas da I.S Brasil, o analista Luiz Felipe Xavier e os instrutores Alexandre Keney, Fabiana Franco, José Francisco Moreira Pinto e Marcos Antonio Franco trabalharam no desenvolvimento da documentação pedagógica dos novos treinamentos. Ele conta que, a princípio, três cursos serão criados:

  • Estudo de viabilidade de uma usina solar: sensibilizar e mostrar aos participantes quais são as principais formas de negócio existentes hoje no mercado, tendo, ao final, um miniprojeto para cada participante;
  • Instalação e montagem de usinas de placas fotovoltaicas;
  • Manutenção de usinas de placas fotovoltaicas.
Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA