ÁGUA BOA

Agronegócio

IV Fórum Estadual de Vigilância contra a Febre Aftosa será dia 30 de setembro

Publicado em

Agronegócio


As entidades que compõem a Equipe Gestora Estadual do Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa em Mato Grosso (PNEFA-MT) promoverão no dia 30 de setembro, das 8h às 12h (horário de MT), o 4º Fórum Estadual de Vigilância contra a Febre Aftosa em Mato Grosso. O evento será on-line, transmitido ao vivo pelo canal da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) no YouTube https://www.youtube.com/user/SistemaFamato.

No Fórum serão debatidos os principais benefícios, desafios e oportunidades do Plano Estratégico 2016-2027, mais especificamente a retirada da vacinação contra a Febre Aftosa, tanto para o pecuarista como para toda a cadeia produtiva da carne.

Em maio deste ano, parte do estado de Mato Grosso, participante do Bloco I do PNEFA, foi reconhecida pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como zona livre de febre aftosa sem vacinação. Entre os municípios estão Rondolândia e partes de Aripuanã, Colniza, Comodoro e Juína. A meta do programa é que todo o estado seja considerado livre de febre aftosa sem vacinação.

As entidades que fazem parte da Equipe Gestora Estadual estão trabalhando ativamente para fortalecer o sistema de defesa sanitária animal do estado. Dessa forma, o Fórum visa esclarecer dúvidas dos atores envolvidos na cadeia da carne sobre o tema e estreitar o bom relacionamento entre o produtor rural e o serviço de defesa animal, considerados os principais atores no processo de certificação de Mato Grosso como Livre de Febre Aftosa sem Vacinação.

Leia Também:  Fernando Cadore fala sobre produção sustentável em MT no Programa Pânico

Especialistas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Agência de Defesa Sanitária Agrossilvipastoril do Estado de Rondônia (IDARON), Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC), Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul (SEAPDR), Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT), Famato e Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) vão debater sobre como a vigilância sanitária de forma compartilhada pode tornar Mato Grosso livre de febre aftosa sem vacinação.

O evento será dividido em dois painéis. No primeiro serão abordados os temas relacionados ao cenário nacional do Plano Estratégico, a experiência de estados que já estão livres sem vacinação e a conjuntura internacional do mercado da carne bovina. O segundo painel trará assuntos sobre a vigilância sanitária, ações emergenciais em caso de foco e perspectivas das ações do Plano Estratégico 2017-2026 em Mato Grosso.

O Fórum é organizado pelas entidades: Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Famato (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso), Acrimat (Associação dos Criadores de Mato Grosso), Acrismat (Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso), Aproleite (Associação dos Produtores de Leite de Mato Grosso), Indea-MT(Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso), Fesa (Fundo Emergencial de Saúde Animal), CRMV-MT (Conselho Regional de Medicina Veterinária e Zootecnia do Estado de Mato Grosso) e Sindifrigo (Sindicato das Indústrias Frigoríficas de Mato Grosso).

Leia Também:  Em reunião do PNEFA, Bloco IV decide descontinuar a vacina a partir de 2023

PROGRAMAÇÃO

8h às 8h30 – Abertura

Painel 1

8h30 às 8h50 – Vacinar até quando?

Geraldo Marcos de Moraes, diretor do Departamento de Saúde Animal e Insumos Pecuários (DAS) do Mapa

8h50 às 9h10 – Zona Livre de Febre Aftosa sem vacinação! E agora?

Júlio Cesar Rocha Peres, presidente da Agência de Defesa Sanitária Agrossilvipastoril de Rondônia (Idaron)

9h10 às 9h30 – Conjuntura internacional do mercado da carne bovina

Palestrante: Antonio Jorge Camardelli, presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec)

9h30 às 10h10 – Mesa-redonda

Mediador: Francisco Olavo Pugliesi de Castro, vice-presidente da Famato e superintendente do Senar-MT

Painel 2

10h10 às 10h30 – Vigilância para a Febre Aftosa, disseminação e detecção precoce

Ana Carolina Schmidt, fiscal estadual de Defesa Agropecuária e Florestal do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT)

10h30 às 10h50 – Ação Emergencial em um foco de Febre Aftosa

Fernando Groff, fiscal estadual agropecuário da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul (SEAPDR)

10h50 às 11h10 – Perspectivas das ações do Plano Estratégico 2017-2026 em MT

João Marcelo Brandini Néspoli, fiscal estadual de Defesa Agropecuária e Florestal do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT)

11h10 às 11h50 – Mesa-redonda

Mediador: Francisco de Sales Manzi, diretor técnico da Acrimat

Painel 3

11h50 às 13h – Encerramento

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

ETANOL/CEPEA: Apesar da lentidão dos negócios, preço está firme; algumas usinas já finalizam moagem

Publicados

em


Cepea, 28/9/2021 – O volume de biocombustíveis adquirido no mercado spot do estado de São Paulo tem oscilado bastante nesta temporada. Segundo pesquisadores do Cepea, a maior quantidade adquirida na safra atual foi registrada na semana de 13 a 17 de setembro, mas esse volume ainda foi menor que o observado em períodos da temporada anterior. Mesmo com a baixa liquidez, os preços dos etanóis hidratado e anidro seguem firmes em São Paulo, tendo como suporte a oferta restrita. No acumulado da parcial da temporada (de abril/21 até a semana passada), o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado subiu 42,5%, em termos nominais, e o do anidro, 51,4%. O Cepea registrou que, no estado de São Paulo, algumas usinas já encerraram as atividades de produção da safra 2021/22. Em certos casos, houve transferência de matéria-prima para outras filiais do mesmo grupo. Assim, tem-se, na presente safra, um padrão de moagem mensal bastante diferente do observado em anos anteriores, quando, em setembro, ainda se registrava um bom volume de cana sendo processado. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Leia Também:  Gaúcha do Norte prevê início do plantio da safra 21/22 para os próximos dias
Fonte: CEPEA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA