ÁGUA BOA

Agronegócio

Parcerias em Cáceres fornecem capacitação para combate ao fogo

Publicado em

Agronegócio


O Sindicato Rural de Cáceres, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) e demais órgãos, reforçou as capacitações relacionadas ao combate ao fogo neste ano de 2021.  No município, algumas turmas de treinamentos sobre este tema realizaram a parte prática em locais onde havia focos reais de princípios de incêndio.

As informações são da presidente do Sindicato Rural de Cáceres, Ida Beatriz Machado. Ela destaca que em virtude da seca registrada no ano passado, em 2021 houve reforços nas capacitações para combate ao fogo. “O município já está registrando alguns focos de incêndio. Na parte prática de alguns treinamentos aproveitamos para auxiliar no combate, mesmo que em pequenas proporções”, afirma.

Além dos cursos realizados pela parceria com o Senar-MT, o Sindicato de Cáceres também firmou parcerias com órgãos municipais, forças de segurança e o Corpo de Bombeiros. “Criamos comitê de combate ao incêndio, fizemos ações com Corpo de Bombeiros e Prefeitura, realizamos treinamentos de primeiros socorros e combate ao fogo, levamos capacitação de drones para as forças de segurança e isso impacta em benefício para a sociedade como um todo”, afirmou Ida.

Leia Também:  Produtores atendidos pelo Senar MS conseguem reduzir de 52% para 6% a taxa de mortalidade de ovinos

Cursos previstos – Pelo Senar-MT, até o fim de 2021 estão previstos mais de 50 treinamentos nesta área, sendo 43 somente de formação de brigada de incêndio. Outros sete municípios receberão cursos de Prevenção e controle do fogo na agricultura. Todas as capacitações serão realizadas pela parceria entre Senar-MT e Sindicatos Rurais.

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Campo Futuro levanta custos de produção em nove estados

Publicados

em


Brasília (30/07/2021) – O Projeto Campo Futuro levantou nesta semana os custos de produção de aquicultura (piscicultura), cana-de-açúcar, grãos (soja, milho e feijão), pecuária de leite e pecuária de corte.

Os encontros ocorreram de forma virtual como medida de segurança para atender os protocolos sanitários com o objetivo de evitar o contágio do coronavírus.

Os painéis de grãos ocorreram em Cristalina (GO), Dourados (MS) e Naviraí (MS). Em Morro Agudo (SP), Campo Florido (MG), João Pessoa (PB) e Recife (PE), ocorreram os levantamentos de cana-de-açúcar.

Houve, ainda, um painel de pecuária de leite, em Marmeleiro (PR), um de pecuária de corte, em Santa Maria (RS) e um de piscicultura, em Cuiabá (MT).

Os levantamentos foram feitos pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) em parceria com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), Centro de Inteligência de Mercados da Universidade Federal de Lavras (CIM/UFLA), Labor Rural (Universidade Federal de Viçosa – UFV) e Pecege (Esalq/USP).

A iniciativa analisa as informações obtidas a partir da realidade produtiva apresentada pelos produtores. Participam dos encontros virtuais (medida de segurança para evitar o contágio do coronavírus) representantes das federações estaduais de agricultura e pecuária, sindicatos rurais dos municípios e produtores rurais. Os dados obtidos são preliminares.

Leia Também:  Produtores atendidos pelo Senar MS conseguem reduzir de 52% para 6% a taxa de mortalidade de ovinos

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA