ÁGUA BOA

Agronegócio

Plataforma online do SENAR MINAS entra no ar dia 7

Publicado em

Agronegócio


Agora é oficial: na segunda-feira, 7 de junho, entra no ar a nova plataforma de cursos on-line do SENAR MINAS. O site dará acesso a vários cursos gratuitos de Formação Profissional Rural e Promoção Social do SENAR, gravados pelos instrutores credenciados. Mais de 200 pessoas assistiram à live de lançamento na última semana, entre mobilizadores, instrutores e funcionários do Sistema FAEMG/SENAR/INAES.

A plataforma é fruto do trabalho multidisciplinar desenvolvido no Sistema FAEMG/SENAR/INAES, em parceria com a empresa Hubse. A novidade foi apresentada pela gerente de Formação Profissional e Promoção Social do Sistema FAEMG, Liziana Rodrigues, a gerente pedagógica, Mírian Rocha, e a analista pedagógica Cristiane Trigueiro. O CEO da Hubse, Júlio Giovanni Ribeiro, foi convidado para explicar em detalhes a ferramenta.

Plataforma online do SENAR MINAS entra no ar dia 7
A partir da esquerda: Mírian Rocha, Christiano Nascif, Júlio Ribeiro, Liziana Rodrigues e Cristiane Trigueiro, após a live de lançamento

Até o momento, a plataforma já conta com 41 vídeos, agrupados em cursos. Outros 40 devem ser disponibilizados nas próximas semanas e ainda estão previstos conteúdos do SENAR Central. A proposta é dar ao produtor, inclusive os de fora de Minas Gerais, fácil acesso aos treinamentos e possibilidade de acompanhamento total das atividades dentro da plataforma, inclusive por e-mail.

Ainda mais próximo do produtor

Na abertura, o superintendente do SENAR MINAS, Christiano Nascif, disse que o lançamento potencializa o atendimento do SENAR, “comprovadamente o melhor do Brasil”, sem perder a qualidade no on-line. “Vamos aumentar nossa capilaridade, nossa abrangência e conseguir chegar ainda mais ao trabalhador, com ou sem pandemia”, reforçou o gestor. Nascif fez questão de ressaltar o empenho de todos os envolvidos – especialmente as entidades cooperadas e sindicatos rurais, que mobilizam os cursos.

Leia Também:  Mega Leilão 10.021 da Estância Bahia.

A gerente de Formação Profissional e Promoção Social do SENAR, Liziana Rodrigues, garante que a plataforma será uma surpresa muito positiva para todos. “A pandemia acelerou o processo, mas estamos trabalhando cada vez mais para oferecer os nossos recursos aos produtores rurais em todos os lugares e em todos os horários. Agora temos mais esse canal e tenho certeza que esse produto vai agradar muito ao nosso público”.

Plataforma online do SENAR MINAS entra no ar dia 7

Mudança de paradigmas

A situação exige que todo mundo repense os contatos presenciais e isso causou a aceleração de determinados processos, explicou, na live, o CEO da Hubse, Júlio Giovanni Ribeiro. “Na educação, isso é uma soma da qualidade do presencial com o ganho de poder acessar o material de qualquer lugar a qualquer momento, tendo ele salvo comigo para tirar dúvidas”.

Para Júlio, no futuro, educação em realidade aumentada, em holograma, e outros, será cotidiano – e a nova plataforma coloca o SENAR MINAS na posição de vanguarda do ensino para o produtor rural. “Esse modelo veio para ficar. Sabemos das particularidades do curso presencial, mas já temos metodologias e técnicas para minimizar a diferença. Nossa proposta é capacitar cada vez mais instrutores para fazer esse trabalho, para dar aulas ao vivo e também para fazer gravações que sejam atrativas para quem quer participar dos cursos”, acrescentou Nascif.

Leia Também:  AÇÚCAR/CEPEA: Cotações do cristal continuam firmes no mercado spot

Novidades e características

Mírian Rocha explicou que a interface está muito próxima do que os mobilizadores já conhecem em termos de usabilidade. Um facilitador para eles é que a frequência nos cursos e o controle das aulas assistidas será feito todo pela plataforma, bem como a avaliação do treinamento e a emissão dos certificados. De acordo com Mírian, em breve os instrutores serão chamados para gravar mais cursos.

Plataforma online do SENAR MINAS entra no ar dia 7

Todas as ações na ferramenta são rastreáveis e geram relatórios, de maneira que os desenvolvedores conseguem entender o comportamento deles e ver o que precisa ser ajustado. No primeiro acesso, um vídeo introdutório explica como cada opção funciona. Outro diferencial é um canal de comunicação contínua, com tempo de resposta rápido para dúvidas e informações sobre os cursos. O interessado pode fazer vários cursos, mas tem 10 dias para concluir – depois disso, precisa se inscrever novamente.

Mais informações

Como as novidades são muitas, a analista Cristiane Trigueiro explicou que os mobilizadores vão receber uma cartilha com perguntas e respostas sobre a plataforma e informou que todos eles terão acesso à plataforma e ao conteúdo, mediante dados que a Gerência Pedagógica irá enviar.

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Primavera do Leste tem nascentes em ótimo estado de conservação

Publicados

em


Sustentabilidade

Primavera do Leste tem nascentes em ótimo estado de conservação

Localizadas em propriedades rurais as fontes estão 97% preservadas

12/06/2021

Levantamento realizado pelo projeto Guardião das Águas, de iniciativa da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), identificou que produtores rurais de Primavera do Leste, região Sudeste do Estado preservam 97% das nascentes. O estudo apontou que, das 259 fontes encontradas em áreas agricultáveis, 250 estão em ótimo estado de conservação. O município possui 194.329 mil hectares de plantio de milho e 285.507 mil ha de cultivo de soja.

O estudo aponta também, que produtores rurais de Paranatinga, Chapada dos Guimarães, Campo Verde, Rondonópolis, Cuiabá e Itiquira também preservam o patrimônio natural. Nesses municípios os resultados mostram um percentual de conservação das fontes entre 95 e 99%. O Guardião das Águas é desenvolvido há três anos e já mapeou 63.859 nascentes em 34 municípios do Estado.

O mapeamento tem como objetivo avaliar e diagnosticar as nascentes dos municípios produtores de soja e milho, de acordo com o grau de conservação, além de apoiar a regularização ambiental e fomentar estratégias internacionais.

Leia Também:  SUÍNOS/CEPEA: Valores reagem em muitas regiões

Gerente de Sustentabilidade e responsável pelo projeto, Marlene Lima, explica que “o Guardião das Águas é uma ação contínua que serve para instruir o produtor associado sobre os trabalhos de restauro florestal que precisam ser realizados nas fazendas”.

Em Primavera do Leste, na fazenda do produtor rural Rafael Zanin, as nascentes estão intactas. “Nossa área é de cerca de 5 mil hectares, aqui cultivamos soja, milho e pecuária. Fazemos aceiro, áreas de dreno, não derrubamos árvores, nem o gado bebe água das nascentes, pois temos poço artesiano e local apropriado para eles. Separamos o lixo e reciclamos, tudo com muita responsabilidade, já que em nossa propriedade temos três dos principais biomas: Amazônia, Cerrado e Pantanal”.

Morador de Paranatinga há uma década, o produtor rural Abel Dognani, se orgulha ao falar do município e suas potencialidades. A fazenda de 2.500 hectares possui diversas nascentes preservadas, bem como reserva legal intacta. “Plantamos soja e milho, mas temos a consciência da preservação do meio ambiente. Reflorestamos cerca de 20 a 30 metros em torno das nascentes e com isso os açudes (represas de água) estão cheios, o que atende toda a demanda da fazenda”, enfatizou Abel.

Leia Também:  Produtor cadeirante, assistido pelo Senar Goiás, é exemplo de superação

O projeto Guardião das Águas tem responsabilidade com o meio ambiente.“A sustentabilidade no agronegócio envolve práticas ambientais nas atividades agrícolas, bem como adoção de novas tecnologias e aplicação de métodos sustentáveis na rotina do campo. Prova disso é a preservação das nascentes em propriedades rurais, em média 95% delas em ótimo estado de conservação”, declarou presidente da Aprosoja, Fernando Cadore.

Fonte: Rosangela Milles

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA