ÁGUA BOA

Agronegócio

Projeto FIP Paisagens Rurais capacita equipes de campo

Publicado em

Agronegócio


Brasília (19/07/2021) – O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a Embrapa iniciaram, na segunda (19), um curso virtual de recuperação produtiva de pastagens e recomposição da vegetação nativa para 40 técnicos e supervisores do projeto FIP Paisagens Rurais.

Para a capacitação, as equipes foram divididas em dois grupos: revisão e iniciantes. A primeira turma tem duração de três dias e é voltada para profissionais que já foram capacitados. O objetivo da revisão é promover discussões a partir da realidade identificada nas experiências de campo, dentro das propriedades que já são atendidas pela Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar no projeto.

No módulo para iniciantes, com duração de quatro dias, a ideia é preparar as equipes que terão o primeiro contato com os produtores e explicar a proposta do projeto e como executá-lo em campo. Pesquisadores da Embrapa apresentam elementos que compõem a gestão integrada da paisagem e técnicas para identificação dos níveis de degradação, tecnologias e estratégias utilizadas para manejo e recuperação de pastagens degradadas e de recomposição da vegetação nativa, por exemplo, além de tipos de arranjos que podem ser trabalhados.

Leia Também:  Fazenda assistida pelo ATeG Café+Forte consegue selo internacional para café sustentável

Segundo a coordenadora técnica do projeto Paisagens Rurais no Senar, Bárbara Evelyn Silva, os dois eixos do curso – recuperação de pastagens degradas e recomposição da vegetação nativa – são tratados com foco no objetivo do projeto.

“Como o projeto atua na gestão integrada da paisagem, estimulamos que técnicos e produtores tenham essa visão mais completa da propriedade, pensando não somente nas questões produtivas e econômicas, mas trabalhando também dentro desse quesito as estratégias viáveis para aliar produtividade e sustentabilidade”, afirmou ela.

FIP Paisagens Rurais – A iniciativa prevê a recuperação de 100 mil hectares de pastagens degradadas e de sete mil hectares de APPs e reservas legais em quatro mil propriedades rurais, por meio da Assistência Técnica e Gerencial do Senar na Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Tocantins.

O Projeto Gestão Integrada da Paisagem no Bioma Cerrado (FIP Paisagens Rurais) é financiado com recursos do Programa de Investimento Florestal, através do Banco Mundial.

A coordenação é do Serviço Florestal Brasileiro (SFB) e da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa); com parceria da Agência de Cooperação Técnica Alemã (GIZ), do Senar e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI), por meio do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e da Embrapa.

Leia Também:  Inscrições abertas para a 4ª Rodada de Negócios Virtual do Agro.BR

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Adriano Brito
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Agosto tem mais de 800 ações educacionais previstas

Publicados

em


O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) em parceria com os 93 Sindicatos Rurais do estado estima a realização de 850 ações educacionais somente no mês de agosto. É importante lembrar que os treinamentos seguem as normas de biossegurança relacionadas à Covid-19 e estão sujeitos à alteração devido as restrições de cada município.

Em Jaciara está prevista mais uma turma de apicultura. Recentemente, o município criou uma Associação destinada aos pequenos apicultores. A iniciativa surgiu após um treinamento de apicultura básica realizada pela parceria entre Senar-MT e Sindicato Rural. Neste mês de agosto, além de Jaciara, Santo Antônio do Leverger, Confresa, Juara e Juscimeira também planejam este mesmo curso.

Outro treinamento muito demandado é o de Aplicação de agrotóxicos utilizando pulverizador autopropelido. Ele ensina produtores e trabalhadores rurais a realizarem o procedimento da forma adequada, desde a regulagem do equipamento até a análise de condições climáticas. O curso está previsto para ocorrer em mais de 30 cidades.

Para conhecer as capacitações disponíveis em cada município, os interessados devem entrar em contato com o sindicato rural local. O Sistema Famato também disponibiliza um portal de acesso com o contato de todos os sindicatos rurais de Mato Grosso. Para conferir basta clicar no link:  https://sistemafamato.org.br/portal/sindicatos/index.php.

Leia Também:  Instituto AgriHub lança edital para selecionar prestadora de serviços meteorológicos em MT
Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA