ÁGUA BOA

Agronegócio

Senar-ES vai oferecer treinamentos para pacientes oncológicos do meio rural

Publicado em

Agronegócio


Representantes da Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (Faes) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Espírito Santo (Senar-ES) visitaram a Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Affec) para dar início ao planejamento de uma nova parceria. O objetivo é atender os pacientes do meio rural da associação com os treinamentos de Promoção Social e Formação Profissional do Senar-ES durante seu tratamento oncológico. 

“Muitos dos nossos pacientes vem do meio rural. A maioria chega nos ônibus da prefeitura por volta de 6h e só vão embora por volta de 21h, isso porque precisam esperar a condução. Se um paciente atrasa, todos precisam esperar mesmo que já tenham sido consultados. Com isso, eles ficam aguardando ociosos no hospital, o que causa muita ansiedade”, explica a supervisora administrativa da Afecc, Debora Pesca. 

Atualmente, a Afecc já faz um trabalho com esses pacientes com terapias psicológicas, terapias relaxantes, arte terapia, yoga, leituras, aulas de canto, entre outros. O objetivo do Senar-ES é contribuir com esse projeto realizando ações para promoção de saúde, aulas shows, treinamentos e workshops. 

Leia Também:  Técnicos de campo realizam primeira visita em propriedades

Para a superintendente do Senar-ES, Letícia Simões, a instituição tem muito o que contribuir com o projeto realizado pela Afecc. “Queremos trazer nossos programas de Promoção Social e Formação Profissional para esses pacientes rurais para que possam ter uma melhor qualidade de vida durante e após o tratamento”, disse. 

“A reunião foi muito gratificante e acredito que essa parceria será de muito sucesso. Estamos ansiosos para dar início a esse novo projeto”, diz a gerente de projetos socias da Afecc, Jacqueline Ermidorf. 

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Campo Futuro levanta custos de produção em nove estados

Publicados

em


Brasília (30/07/2021) – O Projeto Campo Futuro levantou nesta semana os custos de produção de aquicultura (piscicultura), cana-de-açúcar, grãos (soja, milho e feijão), pecuária de leite e pecuária de corte.

Os encontros ocorreram de forma virtual como medida de segurança para atender os protocolos sanitários com o objetivo de evitar o contágio do coronavírus.

Os painéis de grãos ocorreram em Cristalina (GO), Dourados (MS) e Naviraí (MS). Em Morro Agudo (SP), Campo Florido (MG), João Pessoa (PB) e Recife (PE), ocorreram os levantamentos de cana-de-açúcar.

Houve, ainda, um painel de pecuária de leite, em Marmeleiro (PR), um de pecuária de corte, em Santa Maria (RS) e um de piscicultura, em Cuiabá (MT).

Os levantamentos foram feitos pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) em parceria com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), Centro de Inteligência de Mercados da Universidade Federal de Lavras (CIM/UFLA), Labor Rural (Universidade Federal de Viçosa – UFV) e Pecege (Esalq/USP).

A iniciativa analisa as informações obtidas a partir da realidade produtiva apresentada pelos produtores. Participam dos encontros virtuais (medida de segurança para evitar o contágio do coronavírus) representantes das federações estaduais de agricultura e pecuária, sindicatos rurais dos municípios e produtores rurais. Os dados obtidos são preliminares.

Leia Também:  Fórum apresenta avanços do Plano Estratégico em MS e desafios para as próximas etapas do PNEFA

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA