ÁGUA BOA

Agronegócio

Senar-MT prevê mais de 650 ações educacionais para julho

Publicado em

Agronegócio


O Serviço de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) começa julho com mais de 3.500 ações educacionais previstas para o segundo semestre de 2021. Só para o mês de julho são 650.

Entre os treinamentos mais demandados pelos Sindicatos Rurais junto à instituição estão os de Normas Regulamentadoras (NRs) e Máquinas e implementos agrícolas. Juntos somam 22% da demanda para julho.

Ganham destaques também os treinamentos voltados ao setor da pecuária. Dentre os mais demandados estão os de Inseminação artificial, Manejo de gado de corte e Vacinação contra brucelose.

Alguns municípios do norte do estado como Alta Floresta, Apiacás e Carlinda também receberão oficinas de aperfeiçoamento. Entre elas está a de beneficiamento do leite e Hambúrguer, cortes e desossa de frango e produção de empanados.

Vale ressaltar que a programação de treinamentos ofertada pelo Senar-MT, em parceria com os Sindicatos Rurais, está sujeita a modificações em função dos decretos municipais e estaduais de prevenção e combate à pandemia da Covid-19.

Para conhecer os cursos disponíveis em cada município, os interessados devem entrar em contato com o sindicato rural local. O Sistema Famato também disponibiliza um portal de acesso com o contato de todos os sindicatos rurais de Mato Grosso. Para conferir basta clicar no link:  https://sistemafamato.org.br/portal/sindicatos/index.php.

Leia Também:  Curso do Senar mostra caminhos para quem quer investir em piscicultura no Tocantins, a cadeia vem ganhando força
Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Campo Futuro levanta custos de produção em nove estados

Publicados

em


Brasília (30/07/2021) – O Projeto Campo Futuro levantou nesta semana os custos de produção de aquicultura (piscicultura), cana-de-açúcar, grãos (soja, milho e feijão), pecuária de leite e pecuária de corte.

Os encontros ocorreram de forma virtual como medida de segurança para atender os protocolos sanitários com o objetivo de evitar o contágio do coronavírus.

Os painéis de grãos ocorreram em Cristalina (GO), Dourados (MS) e Naviraí (MS). Em Morro Agudo (SP), Campo Florido (MG), João Pessoa (PB) e Recife (PE), ocorreram os levantamentos de cana-de-açúcar.

Houve, ainda, um painel de pecuária de leite, em Marmeleiro (PR), um de pecuária de corte, em Santa Maria (RS) e um de piscicultura, em Cuiabá (MT).

Os levantamentos foram feitos pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) em parceria com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), Centro de Inteligência de Mercados da Universidade Federal de Lavras (CIM/UFLA), Labor Rural (Universidade Federal de Viçosa – UFV) e Pecege (Esalq/USP).

A iniciativa analisa as informações obtidas a partir da realidade produtiva apresentada pelos produtores. Participam dos encontros virtuais (medida de segurança para evitar o contágio do coronavírus) representantes das federações estaduais de agricultura e pecuária, sindicatos rurais dos municípios e produtores rurais. Os dados obtidos são preliminares.

Leia Também:  Curso sobre o mercado Halal terá 11 blocos temáticos

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA