ÁGUA BOA

Agronegócio

Sistema CNA debate criminalidade no campo

Publicado em

Agronegócio


Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados

Brasília (30/06/2021) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou, na quarta (30), de audiência pública virtual promovida pela Comissão de Agricultura da Câmara para debater a situação da criminalidade no campo. A presidente do colegiado, deputada Aline (PSL-PR) e o deputado José Mário Schreiner (DEM-GO) foram autores do requerimento para a realização do encontro.

O assessor jurídico da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), Augusto César de Andrade, representou a CNA na discussão, que reuniu representantes das polícias militares de Goiás, Minas Gerais, Distrito Federal, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso, que relataram as experiências estaduais e os resultados do combate à criminalidade.

Andrade falou das iniciativas realizadas pela CNA para acompanhar de perto as questões sobre segurança rural como a criação, em 2017, do Observatório da Criminalidade no Campo.

O assessor jurídico também destacou que a CNA promoveu encontros com corporações de todo o país para o compartilhamento de informações e experiências no combate à criminalidade.

Leia Também:  IPPA/CEPEA: Alta de IPPA se desacelera em maio

O advogado relatou, ainda, o trabalho feito em Goiás para combater a criminalidade no campo. O Estado é referência em iniciativas para conter e combater a ocorrência de delitos nas propriedades rurais. Uma das ações é o Patrulha Rural, uma parceria desenvolvida com a Polícia Militar que faz o patrulhamento georreferenciado para identificar as ocorrências nas fazendas.

Segundo Andrade, dentro desse programa, foram disponibilizadas viaturas, equipamentos tecnológicos, além da criação do Batalhão Rural, entre outras medidas. Um dos focos do programa é dar mais agilidade ao atendimento à população a partir das denúncias feitas por moradores da zona rural.

Também há grupos de whastapp para que as famílias no campo tenham um contato mais direto com autoridades policiais no sentido de estreitar a integração com a polícia. Ainda no estado, foi criado o Conselho de Segurança Rural, com participação ativa dos produtores rurais.

“Há muito trabalho pela frente, mas as ações da Faeg e da CNA têm sido positivas no sentido de contribuir para dar a segurança necessária ao produtor para que ele possa continuar produzindo e gerando renda”, concluiu o assessor jurídico.

Leia Também:  Sindicato de Bituruna (PR) prioriza diversidade de serviços oferecidos

Vídeo da audiência

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Campo Futuro levanta custos de produção em nove estados

Publicados

em


Brasília (30/07/2021) – O Projeto Campo Futuro levantou nesta semana os custos de produção de aquicultura (piscicultura), cana-de-açúcar, grãos (soja, milho e feijão), pecuária de leite e pecuária de corte.

Os encontros ocorreram de forma virtual como medida de segurança para atender os protocolos sanitários com o objetivo de evitar o contágio do coronavírus.

Os painéis de grãos ocorreram em Cristalina (GO), Dourados (MS) e Naviraí (MS). Em Morro Agudo (SP), Campo Florido (MG), João Pessoa (PB) e Recife (PE), ocorreram os levantamentos de cana-de-açúcar.

Houve, ainda, um painel de pecuária de leite, em Marmeleiro (PR), um de pecuária de corte, em Santa Maria (RS) e um de piscicultura, em Cuiabá (MT).

Os levantamentos foram feitos pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) em parceria com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), Centro de Inteligência de Mercados da Universidade Federal de Lavras (CIM/UFLA), Labor Rural (Universidade Federal de Viçosa – UFV) e Pecege (Esalq/USP).

A iniciativa analisa as informações obtidas a partir da realidade produtiva apresentada pelos produtores. Participam dos encontros virtuais (medida de segurança para evitar o contágio do coronavírus) representantes das federações estaduais de agricultura e pecuária, sindicatos rurais dos municípios e produtores rurais. Os dados obtidos são preliminares.

Leia Também:  Cafeicultores atendidos pelo ATeG Café+Forte controlam praga com método alternativo

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA