ÁGUA BOA

Agronegócio

TRIGO/CEPEA: Novas estimativas indicam safra recorde no Brasil

Publicado em

Agronegócio


Cepea, 13/07/2021 – Agentes consultados pelo Cepea apontam que as geadas que ocorreram no Brasil na primeira semana de julho não prejudicaram de forma intensa a maior parte das lavouras de trigo, já que estas ainda estavam em período inicial de desenvolvimento. Recentes dados divulgados pela Conab estimam área nacional de trigo de 2,62 milhões de hectares – a maior desde 2014 – e produtividade recorde, de 3,23 t/ha, o que resultaria em produção nacional também recorde, de 8,48 milhões de toneladas, expressivo aumento de 36% em comparação à safra anterior. Pesquisadores do Cepea indicam que o avanço na área semeada, por sua vez, se deve aos elevados preços do trigo, especialmente entre o quarto trimestre de 2019 e o segundo trimestre de 2020, que atraíram produtores para a cultura. Nos últimos dias, especificamente, os valores do cereal também subiram na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea, influenciados pela valorização do dólar frente ao Real, que encarece as importações. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Leia Também:  Combinação de espécies forrageiras é uma excelente fonte de nutrição para a pecuária do semiárido pernambucano
Fonte: CEPEA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Comunidade amplia conhecimentos sobre avicultura após série de treinamentos

Publicados

em


Pequenos criadores de 11 aldeias indígenas de Campo Novo do Parecis aprenderam a preparar rações para aves com os alimentos produzidos na própria comunidade. O curso faz parte de uma série de treinamentos pela parceria entre Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) e Sindicato Rural.

Eles aprenderam misturas com milho, mandioca e farelo de soja. Segundo a instrutora credenciada junto ao Senar-MT, Anna Luz, o conhecimento auxiliará na redução de custos já que os criadores poderão utilizar os alimentos que já produzem. “Foram ensinadas alternativas de alimentação com o que era acessível para eles, adequando a prática à realidade”, afirma.

Ainda de acordo com a instrutora, um dos pontos mais importantes do curso é sobre o uso adequado de ração para cada fase do animal. “Para ter mais lucratividade é necessária que a ração esteja de acordo com a fase de criação. Às vezes, por falta deste conhecimento, os criadores têm mais gastos”.

Moradora da Aldeia Wazare, Valdirene Szakenaezokero, já trabalhava com criação de aves e aprendeu muito com o treinamento. “Me ajudou como criar os animais desde os pintainhos até o abate. Aprendemos a produzir alimento com o que já temos e foi muito interessante”, destaca.

Leia Também:  Combinação de espécies forrageiras é uma excelente fonte de nutrição para a pecuária do semiárido pernambucano

Mobilizadora do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis, Lussandra Lapinsk, afirma que este já é o terceiro treinamento direcionado à comunidade indígena do município e em parceria com a Cooperativa Agropecuária do Povo Indígena Haliti Paresi (Coopiparesi). “Estamos realizando diversas capacitações e tenho mais uma para encerrar ainda este mês”.

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA