ÁGUA BOA

RECORDE DE PRODUÇÃO

Mato Grosso atinge novo recorde e rebanho atinge 32,7 milhões de cabeças

Publicado em

Agropecuária

Dez municípios concentram 25% da produção pecuária e 20% das fazendas de gado; Cáceres é o maior produtor com mais de 1 milhão de cabeças e 3 mil propriedades.

No período de um ano, o rebanho bovino de Mato Grosso teve aumento em 1,624 milhão de cabeças e agora totaliza 32.788.192 de cabeças. Este é um novo recorde para o estado de Mato Grosso, campeão na atividade pecuária no país. Levando em conta a estimativa populacional do IBGE para Mato Grosso em 2021, são 9 bois a cada um habitante.

Conforme os dados do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea), o rebanho cresceu 5,2% no Estado de novembro de 2021 em relação a novembro de 2020, e em praticamente todas as 14 regionais do Estado, com exceção da de Barra do Garças, onde houve um pequeno decréscimo de 0,6%. Ficaram com crescimento acima da média estadual as Regionais de Cáceres, Alta Floresta, Barra do Bugres, São Felix do Araguaia, Pontes e Lacerda e Juína, sendo esta última com maior incremento (10,4%).

Leia Também:  Homem é preso suspeito de estuprar filha de vizinho de 8 anos em MT

Os 10 maiores municípios em número de rebanho concentram 25% ou um quarto de toda produção pecuária e um quinto dos estabelecimentos rurais de Mato Grosso. Ao todo Mato Grosso tem 108.315 propriedades que criam gado no Estado.  Os destaques são Cáceres e Vila Bela da Santíssima Trindade, que juntos detêm mais de 2 milhões de cabeças.

Olho no Araguaia – INDEA – Débora Siqueira
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agropecuária

Após gerar mais de 340 mil filhos Touro Sherlock se aposenta

Publicados

em

Touro Sherlock ganhou uma merecida aposentadoria neste mês após completar uma belíssima carreira como um dos dos principais reprodutores da raça nelore no Brasil. Ele alcançou a marca de 542 mil doses de sêmen vendidas e tem nada menos do que 340 mil filhos espalhados pelo país e pela América Latina.

Seu material genético está presente em mais de 1.000 rebanhos puros (P.O.) e ainda uma infinidade de rebanhos comerciais. Agora, após passar nove anos na central de inseminação ABS, Sherlock voltou para “casa”, o Rancho da Matinha, em Uberaba (MG), para desfrutar de paz e sossego.

“Se tem alguém que merece descansar em um bom piquete, com boa alimentação e água fresca, é ele!”, diz o proprietário da Matinha, Luciano Borges.

O touro nelore alcançou a marca de 542 mil doses de sêmen comercializadas. Foto: ABS/divulgação

Touro superprecoce

O criador lembra que o touro participou de uma das primeiras edições do Programa Nacional de Touros Jovens (PNAT), tendo sido muito demandado desde então. “É um touro superprecoce de aprumos muito bons, ossatura e pigmentações boas, e de um padrão racial exemplar, além de excelentes avaliações. Certamente, foi um dos reprodutores que mais teve procura de sêmen no Rancho da Matinha”, completa Borges.

Leia Também:  Homem é preso suspeito de estuprar filha de vizinho de 8 anos em MT

Além disso, o sucesso de Sherlock, segundo o médico-veterinário Frederico Bessa, gerente pecuário do Rancho da Matinha, também pode ser explicado porque o reprodutor tem no DNA a identidade do criatório, que é um dos principais da raça nelore. “Alia boas avaliações genéticas, morfologia e racial perfeito”, descreve.

“Na bateria da ABS, ele é o touro que mais produziu animais do quarto quadrante – ou seja, que comem menos e ganham mais peso”, afirma o coordenador de Produto e Atendimento ao Cliente Corte da ABS, Arthur Vieira.

Liberdade FM – AGRNotícias

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA