ÁGUA BOA

VACINAÇÃO

Covid: Saúde de Água Boa convoca população acima de 40 anos para 4ª dose

Publicado em

Cidades

A segunda dose de reforço está liberada para pessoas de 40 anos ou mais e trabalhadores da Saúde, o primeiro reforço também está liberado para população acima de 12 anos de idade.

A Secretaria Municipal de Saúde de Água Boa informa que as pessoas de 40 anos acima que iniciaram o esquema vacinal com a Coronavac, Pfizer ou AstraZeneca podem comparecer a sala de vacinação do Centro Municipal de Saúde, a partir desta terça-feira (21), e se vacinar com a segunda dose de reforço, também chamada de quarta dose.

Lembrando que para tomar a quarta dose, é preciso respeitar intervalo mínimo de 4 meses após a aplicação do primeiro reforço (terceira dose).

Para aqueles que iniciaram o esquema vacinal com a dose única da Janssen o primeiro reforço deve acontecer após dois meses da dose inicial. O segundo reforço quatro meses após o primeiro reforço, e o terceiro reforço, agora liberado para os maiores de 40 anos, deve ocorrer quatro meses após o segundo.

Atenção, a vacinação pediátrica, de 5 a 11 anos de idade, acontece todas as sextas-feiras, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30.

Leia Também:  Mega-Sena paga prêmio de R$ 43 milhões no sorteio deste sábado (2)

Os casos de covid estão voltando a subir, procure o Centro Municipal de Saúde e garanta sua dose. Vacinas são seguras e salvam vidas.

Em caso de dúvidas, procure o Centro de Imunização de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 19h, ou a unidade de saúde mais próxima de sua casa.

Olho no Araguaia  – Assessoria de Comunicação Saúde

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Distrito Federal tem primeiro caso de varíola dos macacos

Publicados

em

O Distrito Federal (DF) registrou o primeiro caso de varíola dos macacos (Monkeypox). De acordo com comunicado divulgado ontem (2) pela Secretaria de Saúde, o paciente, que não teve a identidade revelada, é um homem na faixa etária de 30 a 39 ano, com histórico de viagem para a Europa.

A secretaria informou ainda que o paciente está em isolamento domiciliar e é acompanhado por equipes de vigilância epidemiológica. Até o momento, o Brasil registrou pelo menos 21 de casos da doença.

A varíola dos macacos é causada por vírus e transmitida pelo contato próximo/íntimo com uma pessoa infectada e com lesões de pele. Segundo a Secretaria de Saúde, o contato pode se dar por meio de um abraço, beijo, massagens, relações sexuais ou secreções respiratórias. A transmissão também ocorre por contato com objetos, tecidos (roupas, roupas de cama ou toalhas) e superfícies que foram utilizadas pelo doente.

Não há tratamento específico, mas, de forma geral, os quadros clínicos são leves e requerem cuidado e observação das lesões. O maior risco de agravamento acontece, em geral, para pessoas imunossuprimidas com HIV/AIDS, leucemia, linfoma, metástase, transplantados, pessoas com doenças autoimunes, gestantes, lactantes e crianças com menos de 8 anos de idade.

Leia Também:  Suspeito de assassinar comerciante em Nova Xavantina é preso em Novo São Joaquim

Olho no Araguaia/EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA