ÁGUA BOA

Economia

Alimentos da cesta básica custam R$ 1.060 e se aproxima do salário mínimo

Publicado em

Economia


source
Valor da cesta básica em São Paulo se aproxima do salário mínimo do país
Reprodução: iG Minas Gerais

Valor da cesta básica em São Paulo se aproxima do salário mínimo do país

Um levantamento feito pelo Procon-SP em parceria com o  Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) aponta que o valor dos alimentos que compõem da cesta básica custam, no total, R$ 1.060 no estado de São Paulo. O valor se aproxima do salário mínimo no país, que atualmente está R$ 1.100

O preço da cesta básica apresentou, segundo estudo, aumento de 2,08% em junho se comparado ao mês anterior. Em maio, a cesta custava, em média, R$ 1.038,45. 

A inflação dos produtos foram impulsionados pelos itens de limpeza, com 6,34%. Os itens de higiene pessoal (4,52%) e alimentação (1,65%) também se destacaram entre as altas no levantamento. 

Leia Também:  Santander tem lucro recorde de R$ 4,1 bi no 2° semestre e supera expectativas

De acordo com a Dieese e Procon-SP, a cesta básica apresenta alta de 5,18% nos primeiros seis meses deste ano. A expectativa, segundo analistas, é que o valor suba ainda mais conforme o ritmo inflacionário do país. 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Disney exigirá vacina de funcionários assalariados e não sindicalizados dos EUA

Publicados

em


source
Disney exigirá vacina de funcionários assalariados e não sindicalizados dos EUA
Karol Albuquerque

Disney exigirá vacina de funcionários assalariados e não sindicalizados dos EUA

O Mickey não é negacionsita e para trabalhar com ele é preciso estar imunizado. A Disney é mais uma grande companhia a exigir que os funcionários, assalariados e não sindicalizados dos Estados Unidos, tomem vacina contra a Covid-19. A empresa também está conversando com os sindicatos que representam outros trabalhadores para realizar os acordos coletivos.

“Na The Walt Disney Company, a segurança e o bem-estar de nossos funcionários durante a pandemia foi e continua sendo uma prioridade. Para esse fim, e com base nas recomendações mais recentes de cientistas, funcionários de saúde e nossos próprios profissionais médicos de que a vacina contra a Covid -19 fornece a melhor proteção contra infecções graves, exigimos que todos os funcionários assalariados e não sindicalizados que trabalham nos EUA em qualquer um de nossos locais seja totalmente vacinado”, diz um comunicado da empresa.

A empresa do Mickey ainda acrescentou que aqueles funcionários que não foram vacinados, mas estão trabalhando no local, têm 60 dias para “completar seus protocolos”. No caso dos profissionais que estão trabalhando de casa, eles devem confirmar a vacinação antes do retorno.

Leia Também:  INSS paga 13º da aposentadoria nesta quarta-feira; veja quem recebe

“Também iniciamos conversas sobre esse tema com os sindicatos que representam nossos empregados por meio de acordos coletivos de trabalho. Além disso, todos os novos contratados deverão ser totalmente vacinados antes de começar a trabalhar. As vacinas são a melhor ferramenta que todos nós temos para ajudar a controlar esta pandemia global e proteger nossos funcionários”, destacou o comunicado.

Você viu?

A exigência tem como base as centrais de operações em Orlando, na Flórida, onde fica o resort Walt Disney World. O condado Orange declarou estado de emergência local na quarta-feira (28)

A Disney se junta à Netflix, que anunciou a exigência de vacina para elenco e membros da equipe nas produções no início da semana. Em outros setores, Google, Twitter, Facebook e Uber também adoraram as medidas.

Leia Também:  Bolsa de Valores: exagero de feriados pode afetar resultados do 2° semestre

Via: Deadline

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA