ÁGUA BOA

Economia

Aneel confirma bandeira vermelha 2 em setembro; tarifa extra pode disparar

Publicado em

Economia


source
Conta de luz terá bandeira vermelha 2 em setembro, e tarifa extra pode chegar a R$ 15 a cada 100 kWh
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Conta de luz terá bandeira vermelha 2 em setembro, e tarifa extra pode chegar a R$ 15 a cada 100 kWh

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) confirmou nesta sexta-feira (27) que continuará aplicando a bandeira tarifária vermelha 2 no mês de setembro, mas disse que o valor associado a essa cobrança está em análise e será divulgado posteriormente.

Como o GLOBO mostrou, a cobrança deve ficar entre R$ 14 e R$ 15 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos . Hoje, a cobrança da bandeira vermelha 2 é de R$ 9,49 a cada 100 kWh. A tendência é que o valor seja anunciado até a próxima terça-feira.

“Agosto foi mais um mês de severidade para o regime hidrológico do Sistema Interligado Nacional (SIN). O registro sobre as afluências às principais bacias hidrográficas continuou entre os mais críticos do histórico”, diz nota da Aneel.

A agência afirmou que a perspectiva para setembro não deve se alterar significativamente, com os principais reservatórios do SIN atingindo níveis consideravelmente baixos para essa época do ano.

Leia Também:  Veja quando será sua vez de fazer a prova de vida do INSS

Você viu?

“Essa conjuntura sinaliza horizonte com reduzida capacidade de produção hidrelétrica e necessidade de acionamento máximo dos recursos termelétricos”, diz o texto.

A bandeira tarifária é um adicional cobrado nas contas de luz para cobrir o custo da geração de energia por termelétricas, o que ocorre quando o nível dos reservatórios das hidrelétricas está muito baixo.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Vale vai pagar R$ 40,2 bilhões em dividendos

Publicados

em


source
Vale anuncia que vai pagar R$ 40,1 bilhões aos acionistas da empresa
Fernanda Capelli

Vale anuncia que vai pagar R$ 40,1 bilhões aos acionistas da empresa

Na última quinta-feira (16), a Vale anunciou que vai pagar R$ 40,2 bilhões em dividendos aos acionistas da empresa. O pagamento, referente ao primeiro semestre de 2021, será de cerca de R$ 8,10 por ação – o maior dos últimos anos.

Os detentores de ação ordinária e ação preferencial de classe especial recebem a bonificação em 30 de setembro. Já os titulares de ADRs (ações negociadas em Nova York) serão pagos a partir de 8 de outubro.

No primeiro semestre, a Vale acumulou lucro de R$ 70,6 bilhões, dado, em partes, pela alta da cotação do minério de ferro no início do ano. Pela primeira vez, a commodity tinha ultrapassado US$ 200 (aproximadamente R$ 1.059, no câmbio atual) por barril. 

Leia Também:  FGTS aprova reajuste de 10% no teto do programa Casa Verde Amarela em 3 estados

Na quinta, as ações da companhia fecharam em queda de 4,15% na Bolsa de Valores. Ainda assim, ela acumula uma alta de 7% em 2021.

Desde a tragédia de Brumadinho (MG), em 2019, a mineradora já anunciou R$ 34,2 bilhões em dividendos. Na época do rompimento da barragem, que deixou 272 mortos, os pagamentos haviam sido suspensos e só foram retomados no ano seguinte.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA