ÁGUA BOA

Economia

Auxílio Emergencial: Caixa deposita 5ª parcela para novo grupo; veja quem recebe

Publicado em

Economia


source
Auxílio Emergencial: Caixa paga hoje para nascidos em agosto
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Auxílio Emergencial: Caixa paga hoje para nascidos em agosto

Os beneficiários do Bolsa Família com Número de Identificação Social (NIS) de final 8 recebem, nesta sexta-feira (27), a quinta parcela do auxílio emergencial 2021 em dinheiro. Também hoje, a quantia será depositada em contas poupanças sociais digitais para os trabalhadores nascidos em agosto, mas, neste caso, ainda sem direito a saque.

Para os titulares do Bolsa Família, o saque já está liberado em agências do banco ou casas lotéricas. Vale lembrar que os beneficiários têm direito ao pagamento de maior valor: o auxílio emergencial ou o benefício social anterior.

Os pagamentos do programa social vão até o dia 31 de agosto, para um grupo por dia. Veja abaixo o calendário completo.

Os valores do auxílio emergencial 2021 correspondem a R$ 150 (para quem mora sozinho), R$ 250 (para famílias com dois ou mais integrantes) e R$ 375 (para mães chefes de família).

Para os trabalhadores nascidos em agosto, a retirada estará permitida somente a partir de 14 de setembro, assim como a transferência bancária.

Você viu?

Até meados de setembro, a quantia poderá ser movimentação pelo app Caixa Tem, que permite o pagamento de boletos (como contas de água, luz, gás e telefone) e de compras feitas em farmácias, supermercados e lojas (via cartão virtual gerado na hora ou QR Code).

Leia Também:  Viver de verdade é viver com um propósito

Esses trabalhadores sem direito ao Bolsa Família se inscreveram para ter o benefício ainda em 2020. O cadastramento foi feito por aplicativo, site ou agência dos Correios.

São informais, desempregados, microempreendedores individuais (MEIs), autônomos e inscritos no CadÚnico sem direito ao programa social de transferência de renda, que continuam elegíveis ao pagamento em 2021.

Calendário da quinta parcela – Bolsa Família

  • NIS de final 1 – 18 de agosto
  • NIS de final 2 – 19 de agosto
  • NIS de final 3 – 20 de agosto
  • NIS de final 4 – 23 de agosto
  • NIS de final 5 – 24 de agosto
  • NIS de final 6 – 25 de agosto
  • NIS de final 7 – 26 de agosto
  • NIS de final 8 – 27 de agosto
  • NIS de final 9 – 30 de agosto
  • NIS de final 0 – 31 de agosto
Leia Também:  INSS: pagamento de até um salário mínimo começa nesta sexta-feira (24)

Calendário da quinta parcela – Demais trabalhadores

Datas de depósito

  • Nascidos em janeiro – 20 de agosto
  • Nascidos em fevereiro – 21 de agosto
  • Nascidos em março – 21 de agosto
  • Nascidos em abril – 22 de agosto
  • Nascidos em maio – 24 de agosto
  • Nascidos em junho – 25 de agosto
  • Nascidos em julho – 26 de agosto
  • Nascidos em agosto – 27 de agosto
  • Nascidos em setembro – 28 de agosto
  • Nascidos em outubro – 28 de agosto
  • Nascidos em novembro – 29 de agosto
  • Nascidos em dezembro – 31 de agosto

Datas de saque

  • Nascidos em janeiro – 1º de setembro
  • Nascidos em fevereiro – 2 de setembro
  • Nascidos em março – 3 de setembro
  • Nascidos em abril – 6 de setembro
  • Nascidos em maio – 9 de setembro
  • Nascidos em junho – 10 de setembro
  • Nascidos em julho – 13 de setembro
  • Nascidos em agosto – 14 de setembro
  • Nascidos em setembro – 15 de setembro
  • Nascidos em outubro – 16 de setembro
  • Nascidos em novembro – 17 de setembro
  • Nascidos em dezembro – 20 de setembro

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Gasolina fica mais cara em 18 estados após atualização do governo

Publicados

em


source
Gasolina fica mais cara em 18 estados após atualização do governo
Fernanda Capelli

Gasolina fica mais cara em 18 estados após atualização do governo

Os combustíveis ficarão mais caros a partir desta sexta-feira (14). Isso porque o Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) lançou uma nova tabela de preços no Diário Oficial da União. 

A gasolina fica mais cara em 18 estados, o diesel em 17 e no Distrito Federal e o GLP (gás liquefeito de petróleo), em 14 Estados e no DF.

As maiores altas da gasolina serão no Rio Grande do Sul e no Piauí: 4,6% e no Mato Grosso: 6%. Já o diesel sobe mais no Acre: 5,55%, assim como o GLP que varia 8,75% no estado.

Os valores da tabela são usados de base pelos governos estaduais para a cobrança do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) que incide nos combustíveis. 

Leia Também:  Pacheco, Lira e Guedes reúnem-se hoje para solucionar precatórios

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA