ÁGUA BOA

Economia

Bolsonaro fala em Bolsa Família de R$ 300 para 22 milhões de pessoas

Publicado em

Economia


source
Presidente justificou o aumento pela inflação dos alimentos causada pela pandemia
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Presidente justificou o aumento pela inflação dos alimentos causada pela pandemia

O presidente Jair Bolsonaro voltou a prometer o aumento do programa Bolsa Família de R$ 190 para R$ 300 . Além disso, o número de beneficiários também crescerá para 22 milhões

Hoje, 14,6 milhões de famílias de baixa renda recebem o Bolsa Família. O aumento para 22 milhões pode elevar o custo do programa em R$ 37 bilhões .

Ele justificou o aumento do programa, que deve ser rebatizado para Renda Cidadã, pela elevação dos preços no mercado. “Estamos propensos e bastante interessados, com toda a responsabilidade, chegar no mínimo a R$ 300. Porque houve uma inflação durante a pandemia nos alimentos da cesta básica.”

Até agora, o governo federal indica que a fonte de renda para o programa será a taxação de 20% sobre os dividendos, no entanto, a medida segue em discussões na Câmara, e deve contar nos lucros a partir de 2022. Enquanto isso, o presidente mantém a promessa de pagar o Renda Cidadã em novembro. 

Leia Também:  Atendente é indenizado em R$ 2 mil por ser chamado de "demônio" pelo supervisor

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

5 ações mais recomendadas para agosto, segundo as corretoras

Publicados

em


source
5 ações mais recomendadas para o mês de agosto, segundo as corretoras
Fernanda Capelli

5 ações mais recomendadas para o mês de agosto, segundo as corretoras

O Ibovespa finalizou julho com baixa de 3,08%, fechando em 121.800,79 pontos. Assim, neste início de mês, várias corretoras de investimento renovaram seus palpites de como será o desempenho das ações em agosto .

Vale lembrar que a maior alta da Bolsa de Valores (B3) , durante o mês de julho, foi em detrimento dos ativos da JBS (JBSS3), com 10,14% de valorização.

Em contrapartida, na ponta negativa, os papéis da Americanas S.A (AMER3) tiveram o pior desempenho do mês, com baixa de 25,90%.

Dessa forma, veja as principais ações recomendadas por 10 corretoras. Entre elas, a Moldalmais, Easynvest by Nubank, Nova Futura e outras.

Você viu?

1 – Vale (VALE3)

As ações da Vale lideram novamente o ranking das carteiras de investimento de bancos, corretoras e casas de análise para o mês. Dessa forma, os ativos apareceram em cerca de 6 das recomendações consultadas.

Da mesma maneira, a empresa também aparece como uma das melhores pagadoras de dividendos do ano. Com isso, a porcentagem chegou a 7,1% de Dividend Yield. A companhia é uma das maiores operadoras de logística do país, assim como a maior produtora de minério de ferro, de pelotas e níquel.

2 – B3 (B3SA3)

Em segundo lugar, ficaram os papéis do próprio Ibovespa (B3). Segundo analistas do mercado, as perspectivas para o ativo em agosto são animadoras, mesmo a Bolsa tendo finalizado julho no vermelho.

Um dos principais motivos é o crescimento do volume de IPOs (Oferta Pública Inicial) e oferta subsequente de ações (follow-on). Além disso, há também a questão de que a B3 é uma empresa com governança, gestão e eficiência operacional que proporciona uma boa rentabilidade.

Confira a lista completa em 1Bilhão Educação Financeira .

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Weg anuncia pagamento milionário de dividendos; quem tem direito aos R$ 663 mi?
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA