ÁGUA BOA

Economia

Bolsonaro sanciona lei que dobra beneficiários da tarifa social de energia

Publicado em

Economia

 

Atualização deve beneficiar 25 milhões de brasileiros Atualização deve beneficiar 25 milhões de brasileiros

O governo federal anunciou na noite deste domingo (12) a sanção da lei que obriga a atualização do cadastro de beneficiários da tarifa social de energia elétrica. Na prática, isso deve dobrar o número de atendidos pelo programa de conta de luz menor e isenção de bandeiras tarifárias para população de baixa renda. A tarifa se destina àqueles com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo, que atualmente é de R$ 1.100.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), hoje são cerca de 12 milhões de famílias beneficiadas pela tarifa social. Entretanto, a partir de agora, “as concessionárias, permissionárias e autorizadas de serviço público de distribuição de energia elétrica deverão compatibilizar e atualizar a relação de cadastrados que atendam aos critérios e inscrevê-los automaticamente como beneficiários da tarifa social”, informou o governo. Atualmente, o número de famílias no Cadastro Único (CadÚnico), que reúne informações de brasileiros que recebem benefícios como o Bolsa-Família, é de mais de 25 milhões.

Leia Também:  Volkswagen coloca 800 funcionários em férias coletivas por falta de peças

A Tarifa Social de Energia Elétrica concede descontos no pagamento das contas de energia, dependendo da faixa de consumo. Famílias que consomem até 30 kilowatts-hora (kWh) têm desconto de 65%. As residências que consomem entre 31 kWh/mês e 100 kWh/mês recebem redução de 40% na conta e as que ficam entre 101 kWh/mês e 220 kWh/mês recebem um abatimento de 10%.

Os beneficiários da Tarifa Social também são isentos da bandeira de escassez hídrica, adicional de R$ 14,20 para cada 100 kilowatt-hora (KWh) que entrou em vigor em setembro e segue até abril de 2022.

Segundo a justificativa do projeto de lei, potenciais beneficiários não estariam sendo informados de forma adequada de seu direito ou não estariam sendo capazes de apresentar toda a documentação exigida para a comprovação, sendo excluídos do benefício. Essa medida tende a dar um alívio em momentos de alta da inflação, com potencial impacto eleitoral para o governo.

“Isso tem um impacto político muito forte. O governo está com essa medida para desburocratizar para que as empresas inscrevam essas pessoas e aumentar o número de pessoas”, afirmou Adriano Pires, diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE).

Leia Também:  Câmara derruba veto em projeto que prevê suspensão de despejos na pandemia

O governo não detalhou o impacto desta ampliação da tarifa social. Procurados, os ministérios da Economia e das Minas e Energia não responderam aos pedidos de informação do Globo.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

App Itaú oferece recarga de Bilhete Único em São Paulo

Publicados

em


source
App Itaú oferece recarga de Bilhete Único em São Paulo
Bruno Ignacio

App Itaú oferece recarga de Bilhete Único em São Paulo

O Itaú anunciou na semana passada que seus aplicativos para clientes correntistas Itaú e Itaú Light receberam uma funcionalidade extra na cidade de São Paulo: recarrega do Bilhete Único 100% digital e integrada nos apps . Segundo o banco, usuários paulistanos podem agora recarregar seus cartões mais fácil e rapidamente com o novo recurso. Além disso, os clientes que utilizaram a ferramenta pela primeira vez vão ganhar um mês gratuito de Bike Itaú.

Em comunicado à imprensa, Renato Mansur, diretor de Canais Digitais do Itaú, afirmou que a novidade está relacionada às necessidades dos clientes e surge agora para ajudar a solucionar o “desafio que a mobilidade representa nos grandes centros urbanos, como São Paulo”. Ele acrescenta que uma parcela da população está sempre buscando opções de deslocamento, que inclui muitas vezes o transporte público e intermobilidade.

Luciana Nicola, superintendente de Relações Institucionais, Sustentabilidade e Empreendedorismo do Itaú Unibanco, também explicou um pouco mais sobre a atualização:

“A recarga do Bilhete único nos aplicativos Itaú e Itaú Light e a integração com as bikes reúne os importantes conceitos de intermobilidade e micromobilidade para fazer da locomoção dos clientes em São Paulo um processo mais prático, rápido e seguro”.

Leia Também

Bike Itaú (Divulgação/Tembici)
Bike Itaú (Divulgação/Tembici)

Como carregar o Bilhete Único no app do Itaú

Para acessar a nova função, o usuário e correntista do Itaú deve:

  1. Acessar o app Itaú , selecionar “ transações ” na barra inferior e tocar em “ Recarregar ”.
  2. Selecionar a opção “ transporte ” e, em seguida, “ Bilhete Único ”.
  3. Inserir o número do cartão Bilhete Único que receberá o crédito.
  4. Informar o valor da recarga (máximo R$ 340). Em seguida, inserir a senha do cartão.
  5. Revisar as informações e confirmar a operação .
Recarregando o Bilhete Único via app do Itaú (Imagem: Reprodução/Itaú)

Com a operação concluída, o crédito estará disponível para utilização em até 2 minutos. É necessário aproximar o cartão de transporte a um terminal autorizado para liberar os créditos comprados. Mais detalhes ficam disponíveis no comprovante da transação. A recarga do Bilhete Único nos apps está disponível nas modalidades comum e avulso, mas ainda não contempla recarga para estudantes , que deverá ser adicionada em breve.

App Itaú oferece recarga de Bilhete Único em São Paulo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA