ÁGUA BOA

Economia

C6 Bank abre 500 vagas de emprego; veja como se inscrever

Publicado em

Economia


source
Mais da metade das oportunidades são para profissionais de tecnologia
Fernanda Capelli

Mais da metade das oportunidades são para profissionais de tecnologia

O C6 Bank está com 500 vagas de emprego abertas, para todas as áreas e níveis de experiência. Esse é o maior movimento de contratação desde o lançamento do banco, há dois anos, e tem o objetivo de acompanhar o crescimento da instituição financeira, que ultrapassou em agosto a marca de 10 milhões de clientes. Com 1,5 mil funcionários atualmente, o banco já contratou 781 colaboradores neste ano.   

Mais da metade das vagas disponíveis são para a área de tecnologia, com possibilidade de trabalho remoto. Há oportunidades para desenvolvedores (back-end, front-end e mobile), cientistas de dados, analista de qualidade de software, service desk, analista de risco. Também há vagas disponíveis para atuar em outras áreas, como marketing, jurídico, compliance e prevenção a fraudes.  

Os currículos podem ser cadastrados no site C6bank.gupy.io/ . Para promover a inclusão socioeconômica, o C6 Bank não exige proficiência em inglês. Entre os benefícios oferecidos pelo banco estão assistência médica e odontológica, Gympass, consultas gratuitas com psicólogos e programa de participação nos lucros.   

O C6 Bank foi criado do zero sem agências físicas, para ser um banco completo, acessível, sem burocracia e de baixo custo para pessoas físicas e jurídicas. Em agosto deste ano, chegou à marca de 10 milhões de clientes, com presença em 100% dos municípios do país. Junto com o crescimento da base de clientes, veio a expansão do portfólio de produtos: já são mais de 20 itens disponíveis no aplicativo — alguns deles, inéditos no mercado.  

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Mulher denuncia empresa e pede demissão no alto-falante; veja o vídeo

Publicados

em


source
Beth McGrath usou alto-falante de loja para pedir demissão nos EUA
Arquivo pessoal

Beth McGrath usou alto-falante de loja para pedir demissão nos EUA

Beth McGrath, funcionária do Walmart no estado de Louisiana (EUA) se revoltou com as políticas trabalhistas da empresa e pediu demissão para quem quisesse ouvir, além de denunciar maus-tratos na empresa. Ela ainda chama um gerente de “pervertido”

“Trabalho no Walmart há quase cinco anos e posso dizer que todo mundo aqui trabalha com excesso de trabalho e é mal pago. A política de atendimento é otimista. Somos maltratados pela administração e pelos clientes todos os dias. Sempre que temos um problema com isso, somos informados de que somos substituíveis”, declarou ela.

“Esta empresa trata seus associados idosos como merda”, continuou a mulher, antes de encerrar o discurso dizendo: “F***-se a gerência e f***-se este trabalho”.

Veja o vídeo:


Após o desentendimento público, ela reforçou a ideia nas redes sociais e aconselhou aos que passam pela mesma situação a fazerem o mesmo.

“Não tenha medo de falar o que te incomoda, mesmo que isso acabe com você”, orientou.

Segundo o UOL, ela teria recebido várias propostas de emprego após o vídeo viralizar.




COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA