ÁGUA BOA

Economia

Câmara aprova aumento de impostos para bancos e zera tributos do diesel e GLP

Publicado em

Economia


source
Governo aumentou tributação à bancos para reduzir impostos do diesel e gás de cozinha
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Governo aumentou tributação à bancos para reduzir impostos do diesel e gás de cozinha

A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (02), por 404 votos a 13, o texto da medida provisória que aumenta o imposto cobrado sobre bancos para zerar o PIS/Cofins sobre o diesel e o gás de cozinha de 13 kg .

A medida foi editada pelo presidente Jair Bolsonaro em março e aguardava votação na Câmara. Ao zerar os impostos para o diesel e o gás de cozinha, o governo abriu mão de R$ 3,6 bilhões em 2021. Por exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal , esse tipo de medida exige uma compensação, que virá por meio do aumento dos tributos sobre bancos.

Até antes da edição da MP, o governo cobrava R$ 0,35 por litro de óleo diesel. A medida valeu para os meses de março e abril. A alíquota sobre o gás valerá permanentemente. A norma foi publicada em meio à pressão sofrida pelo presidente Jair Bolsonaro por caminhoneiros, que reclamavam do aumento do preço do diesel nos postos e chegavam a considerar uma nova greve como a que ocorreu em 2017.

Leia Também:  Restrições na transmissão impedem que energia do Norte seja levada ao Sudeste

Com a aprovação do texto-base da MP, a alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) aplicada sobre os bancos subiu de 20% para 25% até o final do ano. A medida provisória precisa ser aprovada em até 120 dias pelo Congresso Nacional. Após a votação na Câmara, o texto segue para o Senado.

Você viu?

Empresas de seguros privados, capitalização, cooperativas de crédito, entre outras, também pagarão mais: as alíquotas passam de 15% para 20%. A partir de janeiro de 2022, todas as instituições do setor financeiro passam a recolher os percentuais vigentes antes da edição da MP.

Além disso, o governo também limitou a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de carros para pessoas com deficiência e acabou com renúncias tributárias para o setor petroquímico.

Leia Também:  Prazos do INSS estão cada vez maiores mesmo pelo aplicativo; confira

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Covid-19: Veja 10 ações que se beneficiaram com a pandemia

Publicados

em


source
Covid-19: Veja 10 ações que se beneficiaram com a pandemia
Fernanda Capelli

Covid-19: Veja 10 ações que se beneficiaram com a pandemia

Em meio a um cenário mundial catastrófico, a crise gerada pelo novo Covid-19 foi inédita. A pandemia, que levou muitas vidas, mudou completamente a rotina mundial e pegou todos de surpresa.

Dessa forma, o planeta inteiro passou muito tempo tentando entender como passar pela situação. Até hoje, mais de um ano após a chegada da doença, ainda estamos vivendo muitas dificuldades.

Portanto, para o mercado financeiro não foi diferente. Todas as bolsas de valores do mundo foram de alguma forma afetadas, ao ponto de investidores e analistas do mercado nomearem o período de “banho de sangue”.

Entretanto, mesmo com tantos desafios, houve quem ultrapassasse a tempestade sem muitos problemas , assim como, aproveitando certas oportunidades com as circunstâncias de crise mundial.

Portanto, veja as 10 ações que se beneficiaram com a pandemia e descubra como elas conseguiram se levantar, enquanto o mundo todo caía.

1. Weg (WEGE3)

Com impressionantes 114,57% de valorização, a Weg é a primeira da lista em disparada. Esta é uma empresa multinacional brasileira, do setor de tecnologia.

Leia Também:  Servidores que entraram em greve terão dias descontados no salário, decide União

Dessa forma, um dos motivos da valorização em meio a pandemia foi a alta do dólar, uma vez que a companhia recebe os lucros através da moeda norte-americana.

2. Magalu (MGLU3)

A empresa que dispensa comentários está em segundo lugar da nossa lista, com 96,03% de valorização sobre seus ativos. Todavia, com a pandemia, o Magalu saiu na frente devido ao seu domínio em relação a tecnologia, assim como em logística, o que foi um diferencial em se tratando de e-commerce.

O Magazine Luiza se tornou uma empresa de plataforma digital de varejo, formada por um ecossistema digital multicanal que contribui para que milhares de outros negócios ingressem no universo das transações virtuais.

3. Vale (VALE3)

A Vale, maior empresa brasileira exportadora de minérios, aumentou em 61,64% o valor de suas ações em meio a crise pandêmica mundial. Isso se deu devido ao preço do minério de ferro, que permaneceu estável em 2020.

Leia Também:  Governo e indústria discutem no redução consumo de energia em momentos de pico

4. Marfrig (MRFG3)

É uma das maiores companhias de alimentos do mundo exportando proteína animal. Dessa forma, a empresa recebe em dólar. Desta forma, a Marfrig teve uma valorização de 47,12% ao ano durante a pandemia.

5. Klabin (KLBN4)

A Klabin é uma empresa produtora e exportadora de papel, celulose e insumos hospitalares. Durante a crise, suas ações chegaram a 45,96% de valorização, devido a alta demanda desses insumos, assim como o aumento no consumo de papel.

Confira a reportagem completa aqui

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA