ÁGUA BOA

Economia

Contra greve dos caminhoneiros, Bolsonaro volta a reduzir PIS/Cofins do diesel

Publicado em

Economia


source
Bolsonaro voltou a reduzir o PIS/Cofins do diesel para aliviar ânimos de caminhoneiros
Reprodução

Bolsonaro voltou a reduzir o PIS/Cofins do diesel para aliviar ânimos de caminhoneiros

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (13) que o governo vai fazer uma nova redução do PIS/Cofins cobrado sobre o diesel para diminuir os gastos dos caminhoneiros com combustível. O presidente fez um anúncio durante um discurso no evento que marcou a sanção do projeto de privatização da Eletrobras .

Para possibilitar a redução desse imposto em quatro centavos, Bolsonaro disse vai acabar com a isenção de outo setor, sem detalhar qual. A medida foi a forma encontrada pelo presidente para reduzir os riscos de uma nova greve de caminhoneiros , uma vez que a categoria se mostra insatisfeita com os sucessivos aumentos dos preços dos combustíveis no país .

“Nós pegamos uma isenção, não vou entrar em detalhe, e deixamos de dar essa isenção para tal setor. E o que fizemos com isso aí, nós apontamos para reduzir o PIS/Cofins do diesel que está em 31 centavos. Vamos passar para 27”, disse o presidente.

Leia Também:  Saque emergencial do FGTS está descartado pelo governo em 2021

Bolsonaro disse que está acertando com o Congresso Nacional a votação do projeto de lei do governo que muda a forma de cobrança do ICMS , um tributo estadual. Ele pediu ainda que os governadores trabalhem para ajudar os caminhoneiros.

“É um exemplo que eu apelo aos excelentíssimos senhores governadores. Sigam o exemplo da gente. No transporte está a alma da nossa economia. Se encarece muito, o preço é sentido nas prateleiras. É uma classe grande dos caminhoneiros que não pararam durante a pandemia”, afirmou.

Você viu?

Em março deste ano, o presidente já havia reduzido o PIS/Cofins temporariamente, por dois meses, e elevou os impostos cobrados de bancos até o fim deste ano para compensar a perda de arrecadação.

Redução do imposto sobre games

O presidente também anunciou que o governo deve fazer uma nova redução nos impostos sobe games . Bolsonaro disse que se reuniu com Paulo Guedes, ministro da Economia, e com o secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes, para tomar a decisão.

“Alguns reclamam: “baixa outra coisa”, para baixar outra coisa tem que ter fonte compensadora. Os games, como é um recurso que vem de imposto de importação, eu não tenho que achar fonte alternativa pra isso”, disse.

Em outras ocasiões, o presidente já havia reduzido os impostos cobrados dos jogos eletrônicos no Brasil. Em 2020, Bolsonaro diminuiu o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre consoles. Anteriormente, em 2019, já havia alterado a Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (TIPI), diminuindo as alíquotas.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Criptomoeda da CBF esgota em 30 minutos e gera arrecadação de R$ 90 milhões

Publicados

em


source
Criptomoeda da CBF esgota em 30 minutos e gera arrecadação de R$ 90 milhões
Sophia Bernardes

Criptomoeda da CBF esgota em 30 minutos e gera arrecadação de R$ 90 milhões


Esgotada em apenas meia hora, a oferta de 30 milhões de criptoativos Brazilian Football Team (BFT), lançados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no último dia 27, gerou uma arrecadação de 15 milhões de euros — cerca de R$ 90 milhões — para a entidade esportiva. A pré-venda ocorreu por meio da plataforma de negociação de criptomoedas Bitci.

Mais de 13 mil pessoas compraram a moeda digital da CBF ao preço de 0,50 euros cada. Há ainda mais 70 milhões de tokens para serem vendidos, em negociação pública prevista para ocorrer no dia 25 de agosto.

Os criptoativos também são chamados de fan tokens. Eles permitem que os torcedores tenham acesso a experiências e recompensas exclusivas, como participar de sorteios e eventos esportivos.

Você viu?

“Tokens de torcedor, que vêm se tornando populares na indústria do esporte, são expressos como ativos que fornecem a oportunidade de aumentar o contato digital e presencial entre equipes e fãs, que passam a ter voz em certas decisões e se beneficiar de vantagens e mais proximidade com marcas e atletas. Os tokens de torcedor a serem desenvolvidos pela Bitci Technology para aumentarão a interação dos torcedores com a Seleção Brasileira e, paralelamente, proporcionarão uma oportunidade de amplificação da receita comercial”, explicou a CBF por meio de nota.

Leia Também:  Inflação sobe 0,53% em junho e deve acelerar mais graças à energia elétrica

No blockchain da Bitci também são negociados tokens de times como o Real Betis (Espanha), Rangers (Escócia), seleção do Uruguai, seleção da Espanha, MotoGP e a McLaren, da Fórmula 1.

O acordo da CBF com a empresa turca inclui as Seleções Brasileiras de Futebol Masculino e Feminino, além das Seleções Sub-20, Sub-17 e Sub-15. Durante a vigência do contrato, a Bitci Technology será a única parceira de negócios da blockchain da Seleção Brasileira de Futebol.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA