ÁGUA BOA

Economia

Correios: governo gastou R$ 5 milhões em publicidade a favor da privatização

Publicado em

Economia


source
Governo gastou com publicidade pela privatização dos Correios
Divulgação

Governo gastou com publicidade pela privatização dos Correios

O governo federal gastou R$ 5 milhões em campanha publicitária para defender a privatização dos Correios. Enquanto isso, trabalhadores estão em disputa judicial pedindo aumento de salário e melhores condições trabalhistas. 

A informação do valor foi obtida pela coluna de Carla Araújo, do Uol, por meio da Lei de Acesso à Informação. Os R$ 5 milhões foram gastos em peças publicitárias e em suas divulgações entre os dias 3 e 10 de agosto. De acordo com o governo, “não há previsão de continuidade” da campanha.

O período em que a campanha publicitária foi realizada coincide justamente com o período de apreciação do projeto de lei pela privatização dos Correios na Câmara dos Deputados. Aprovado , o texto ainda precisa passar pelo Senado e, depois, pela sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Leia Também:  'Solução ruim, ineficiente e dificulta crescimento', diz Ilan Goldfajn sobre IOF

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Mulher encontra dedo humano dentro de lanche na Bolívia: “mastiguei”

Publicados

em


source
Boliviana encontrou dedo em lanche
Reprodução/redes sociais

Boliviana encontrou dedo em lanche

Um mulher mordeu um dedo humano enquanto comia um lanche em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. Estefany Benitez encontrou o pedaço humano em um sanduíche da rede Hot Burger.

“Na hora de comer, eu mastiguei um dedo”, escreveu ela no Facebook. Benitez também publicou imagens do lanche e do indicador em sua página. O caso aconteceu no último domingo (12) e, de acordo com o relato da boliviana, ela reclamou com o gerente do restaurante.

Dedo encontrado em lanche
Reprodução/Facebook

Dedo encontrado em lanche

O responsável pela unidade assumiu o erro e disse que o dedo era de uma funcionário que tinha sofrido um acidente de trabalho mais cedo. O homem, então, disse que faria o que a cliente desejasse, inclusive devolver o dinheiro. “É o cúmulo dizer que devolveria o dinheiro, como se nada tivesse acontecido”, escreveu ela.

O caso ganhou repercussão depois da publicação no Facebook receber mais de 10 mil interações. Diante disso, a rede Hot Burger publicou um vídeo se desculpando com Benitez e com todos os demais clientes. “Somos os principais interessados que este fato seja esclarecido. Da mesma forma, estamos ao lado de nosso funcionário [que perdeu o dedo] que faz parte da nossa grande família”, declarou o proprietário da rede, Jorge Schainman.

De acordo com o jornal La Razón, essa é a terceira vez que funcionários da rede perder partes dos dedos. Por conta disso, os métodos de segurança do Hot Burger serão investigados pela Justiça, e o Ministério do Trabalho boliviano determinou que o restaurante onde ocorreu o incidente fosse interditado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA