ÁGUA BOA

Economia

Crise entre os Poderes ameaça aumento do Bolsa Família; entenda

Publicado em

Economia


source
Presidente do STF e do CNJ, Luiz Fux, fez discurso duro após ameaças de Bolsonaro
O Antagonista

Presidente do STF e do CNJ, Luiz Fux, fez discurso duro após ameaças de Bolsonaro

O presidente do Supremo Tribunal (STF), Luiz Fux, reagiu às ameaças feitas pelo presidente Jair Bolsonaro dizendo que a Corte não toleraria ameças e poderia enquadrá-lo em crime de responsabilidade caso não cumprisse decisão da Justiça. 

Por trás do atrito está a discussão do aumento do Bolsa Família, já que Fux também é presidente do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), responsável direto pela negociação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos precatórios, vista como única saída para o aumento do Bolsa Família. 

Para 2022, por exemplo, o limite a ser pago seria R$ 39,9 bilhões, de um total de R$ 89,1 bilhões previstos para o ano.

Nos bastidores, comenta-se que não há clima para negociação entre Bolsonaro e o Judiciário para encontrar uma saída para o impasse, com isso, o aumento prometido de 50% no programa que passaria a se chamar Auxílio Brasil pode ser menor, ou mesmo nem acontecer. 

Leia Também:  Governo de SP libera segunda parcela do Vale-Gás; veja onde retirar valores

O aumento do Bolsa Família para R$ 300 é visto pelo Planalto como crucial para melhorar a popularidade do presidente e catapultá-lo nas intenções de voto em 2022.


COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

INSS: pagamento de até um salário mínimo começa nesta sexta-feira (24)

Publicados

em


source
Beneficiários que recebem até um salário mínimo já podem retirar o dinheiro nesta sexta-feira (24)
Max Leone

Beneficiários que recebem até um salário mínimo já podem retirar o dinheiro nesta sexta-feira (24)

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inicia, nesta sexta-feira (24), o pagamento dos segurados que recebem até um salário mínimo (R$ 1.100). Esses beneficiários já podem, inclusive, retirar o valor depositado em suas contas no mesmo dia. 

Vale destacar que o INSS sempre realiza os pagamentos na primeira e na última semana de cada mês. A ordem de depósitos funciona de acordo com o dígito final do Número de Inscrição (NIS), impresso no cartão da autarquia. 

Assim, nesta sexta, recebem o dinheiro aqueles com NIS final 1. No fim de semana, o cronograma tem uma pausa e volta na segunda-feira (27), com NIS final 2 e assim por diante.

Outro detalhe importante a ser observado é que o INSS possui dois caléndarios diferentes. Enquanto o primeiro atende às pessoas que recebem até um salário mínimo, o segundo é voltado aqueles que recebem valores maiores.

Leia Também:  Bolsonaro reconhece inflação, culpa governadores e diz que não tabela preços

Confira o cronograma abaixo: 

Calendário do INSS para quem recebe até um salário mínimo

  • NIS final 1: 24 de setembro;
  • NIS final 2: 27 de setembro;
  • NIS final 3: 28 de setembro;
  • NIS final 4: 29 de setembro;
  • NIS final 5: 30 de setembro;
  • NIS final 6: 1º de outubro;
  • NIS final 7: 4 de outubro;
  • NIS final 8: 5 de outubro;
  • NIS final 9: 6 de outubro;
  • NIS final 0: 7 de outubro.

Calendário do INSS para quem recebe mais que um salário mínimo

  • NIS final 1 e 6: 1º de outubro;
  • NIS final 2 e 7: 4 de outubro;
  • NIS final 3 e 8: 5 de outubro;
  • NIS final 4 e 9: 6 de outubro;
  • NIS final 5 e 0: 7 de outubro.

A consulta do pagamento pode ser realizada pelo site ou aplicativo “Meu INSS”. Para efetuar o saque do benefício, basta se dirigir até uma agência bancária, com o cartão do INSS.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA