ÁGUA BOA

Economia

Empresa paga quase R$ 7 mil para quem topar assistir 13 filmes de terror

Publicado em

Economia


source
Experimento quer analisar se o orçamento dos filmes aumenta a sua qualidade
Reprodução: Alto Astral

Experimento quer analisar se o orçamento dos filmes aumenta a sua qualidade

A empresa americana FinanceBuzz vai pagar 1.300 dólares para corajosos que toparem assistir 13 filmes de terror em outubro. Na cotação atual, são quase R$ 7 mil reais para cada pessoa. A pesquisa busca medir se o orçamento maior de cada filme impacta na sua qualidade.

“Em nome da próxima temporada de filmes assustadores, nós da FinanceBuzz estamos morrendo de vontade de saber se os filmes de terror de alto orçamento causam sustos mais fortes do que os de baixo orçamento”, disse o comunicado.

A pessoa assistirá 13 dos filmes mais assustadores já feitos enquanto monitora sua frequência cardíaca usando um relógio inteligente. 

“Você nos ajudará a descobrir se o orçamento de um filme impacta ou não o quão assustador ele pode ser usando um Fitbit para monitorar sua frequência cardíaca enquanto você analisa a lista de 13 filmes.”

Leia Também:  Médicos do INSS são contra o pagamento de perícia pelo segurado

Entre os escolhidos estão: A bruxa de Blair, Terror em Amityville, Um lugar silencioso, Corra!, Atividade Paranormal, Anabelle, entre outros. 



COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Mulher denuncia empresa e pede demissão no alto-falante; veja o vídeo

Publicados

em


source
Beth McGrath usou alto-falante de loja para pedir demissão nos EUA
Arquivo pessoal

Beth McGrath usou alto-falante de loja para pedir demissão nos EUA

Beth McGrath, funcionária do Walmart no estado de Louisiana (EUA) se revoltou com as políticas trabalhistas da empresa e pediu demissão para quem quisesse ouvir, além de denunciar maus-tratos na empresa. Ela ainda chama um gerente de “pervertido”

“Trabalho no Walmart há quase cinco anos e posso dizer que todo mundo aqui trabalha com excesso de trabalho e é mal pago. A política de atendimento é otimista. Somos maltratados pela administração e pelos clientes todos os dias. Sempre que temos um problema com isso, somos informados de que somos substituíveis”, declarou ela.

“Esta empresa trata seus associados idosos como merda”, continuou a mulher, antes de encerrar o discurso dizendo: “F***-se a gerência e f***-se este trabalho”.

Veja o vídeo:


Após o desentendimento público, ela reforçou a ideia nas redes sociais e aconselhou aos que passam pela mesma situação a fazerem o mesmo.

“Não tenha medo de falar o que te incomoda, mesmo que isso acabe com você”, orientou.

Segundo o UOL, ela teria recebido várias propostas de emprego após o vídeo viralizar.




COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA