ÁGUA BOA

Economia

Feriado em SP: Veja o que abre e fecha nesta sexta-feira, 9 de julho

Publicado em

Economia


source
Feriado em São Paulo provocará alterações em horário do comércio e transporte público
Reprodução: iG Minas Gerais

Feriado em São Paulo provocará alterações em horário do comércio e transporte público

Devido ao feriado em comemoração aos 88 anos da Revolução Constitucionalista de 1932, comércio , bancos e serviços estaduais deverão fechar ou funcionar em horários especiais nesta sexta-feira (09). Apenas quatro cidades (Cajuru, Diadema, Mauá e Rio Grande da Serra) terão o funcionamento normal por anteciparem o feriado devido à Covid-19. 

Bancos e comércio não deverão abrir na capital e cidades do interior e shoppings devem funcionar em horário especial. Agências do INSS permanecerão fechadas e unidades de saúde vão atender normalmente para manter a vacinação contra à Covid-19.

Veja o que abre e fecha no estado 

Comércio 

A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) informou que lojistas serão responsáveis por definir se irá abrir as portas ou não nesta sexta-feira. No entanto, a entidade acredita que vários comércios devem funcionar devido à flexibilização de horário (até 23h) e capacidade de atendimento (até 60%). 

Lojistas do interior do estado também irão escolher se vão funcionar ou manter o comércio fechado. 

Leia Também:  Magazine Luiza compra startup Juni Marketing Digital, sua 9ª aquisição em 2021

Transporte Público 

A Secretaria de Transportes Metropolitanos informou que metrô e transporte municipal e intermunicipal de ônibus vão operar com base na tabela de horários de feriados . Cidades do interior paulista também devem operar no mesmo ritmo, mas dependerá das decisões de cada prefeitura. 

Postos de saúde

Você viu?

Unidades de saúde devem funcionar normalmente durante o feriado e a vacinação contra a Covid-19 também vão continuar. Na capital, a imunização será feita apenas em pessoas entre 40 e 41 anos que perderam a primeira dose. No interior de São Paulo, o funcionamento das unidades dependerão das prefeituras. 

Bancos 

De acordo com a Federação Brasileira de Bancos ( Febraban ), os bancos devem ficar fechados nesta sexta-feira. Apenas caixas eletrônicos e atendimentos digitais poderão funcionar normalmente. 

Contas vencidas no dia 9 poderão ser pagas na próxima segunda-feira (12) sem a adição de juros. 

Leia Também:  Planalto quer comprar mais de 3 mil remédios antigases e 1,6 mil calmantes

Lotéricas e INSS

Lotéricas deverão funcionar conforme aponta cada município, ou seja, poderão definir pela abertura ou não. Já agências do INSS devem ficar fechadas nesta sexta, mas agendamentos poderão ser feitos pelo site, aplicativo Meu INSS ou pelo telefone 135. 

Correios

As agências dos Correios ficarão fechadas nesta sexta-feira devido ao feriado da Revolução Constitucionalista de São Paulo. Elas retomam as atividades normais na próxima segunda-feira (12). Entregas na região metropolitana da capital devem se manter mesmo na data comemorativa. 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Bolsonaro confirma mudança de nome do Bolsa Família para Auxílio Brasil

Publicados

em


source
Bolsonaro não quis se comprometer, ao contrário dos últimos dias, com reajuste de 100% do benefício
Reprodução: iG Minas Gerais

Bolsonaro não quis se comprometer, ao contrário dos últimos dias, com reajuste de 100% do benefício

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta quarta-feira (04) que o novo programa social que o governo está elaborando, para substituir o Bolsa Família, será chamado de Auxílio Brasil. Bolsonaro repetiu que a ideia é dar “no mínimo” 50% de aumento em relação ao que é pago hoje no Bolsa Família, mas disse que esse reajuste pode chegar a 100%.

“E os mais pobres têm uma dificuldade enorme, obviamente, do seu sustento. Com o coração grande de Paulo Guedes e sua equipe, com o trabalho agora de Ciro, com João Roma, encarregado da pasta, estamos aprofundando de modo que tenhamos um novo programa. Brasil…”, disse o presidente, olhando para o lado para confirmar o nome.

Você viu?

“Auxílio Brasil. De pelo menos 50% maior do que o Bolsa Família”, completou.

Em seguida, Bolsonaro falou que o ministro da Economia, Paulo Guedes, vai anunciar os “outros 50%” do aumento.

“Eu falo 50% porque os outros 50% vou deixar para o Paulo Guedes anunciar”, disse. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA