ÁGUA BOA

Economia

Rodovias federais não possuem mais interdições, diz Infraestrutura

Publicado em

Economia


source
Caminhoneiros ficaram paralisados por três dias
Reprodução: iG Minas Gerais

Caminhoneiros ficaram paralisados por três dias

Um balanço divulgado nesta sexta-feira (10) pelo Ministério da Infraestrutura informa que toda a malha rodoviária federal estava aberta para o livre fluxo de veículos de carga. O balanço foi feito com base em informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O ministério, no entanto, alerta que os últimos pontos de concentração de caminhoneiros estão restritos ao Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Rondônia, mas sem bloqueio de pistas.

“Ao todo, o número de ocorrências já é 70% menor do que o registrado no mesmo período do dia anterior. Tendência é seguir em queda ao longo do dia”, complementa.

Ontem, a PRF já havia liberado 35 pontos de bloqueio e manifestações nas rodovias do país, feitas por caminhoneiros apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. O movimento teve início um dia depois das manifestações pró-governo ocorridas na terça-feira (07).

Leia Também:  Congresso analisa na segunda vetos de Bolsonaro à MP da Eletrobras

Parados nas estradas, os caminhoneiros pediam o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e a destituição de ministros da Corte, além de intervenção militar. As manifestações começaram a diminuir após o presidente Bolsonaro enviar um áudio às lideranças dos caminhoneiros, pedindo o desbloqueio das pistas para evitar desabastecimento e aumento dos índices inflacionários.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Para segurança de Bolsonaro, GSI gastará R$ 146 mil em equipamento de mergulho

Publicados

em


source
Augusto Heleno
Reprodução: iG Minas Gerais

Augusto Heleno

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI), chefiado pelo general Augusto Heleno, aprovou a compra de equipamentos de mergulho que totalizam R$ 146 mil. Segundo informação do jornalista Guilherme Amado, os itens serão alocados no escritório do GSI no Rio de Janeiro e no Departamento de Segurança Presidencial.

Segundo os papéis, os produtos são complementares aos já existentes e atenderá todos os agentes pessoais de Bolsonaro. Além disso, estão inclusos gastos com cursos de mergulho para segurança do presidente.

Ainda segundo o colunista, é a primeira vez em cinco anos que gastos dessa natureza são destinados à segurança do chefe do Executivo federal. 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Congresso analisa na segunda vetos de Bolsonaro à MP da Eletrobras
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA