ÁGUA BOA

Economia

Silva e Luna afirma que crise hídrica e energética deve terminar em novembro

Publicado em

Economia


source
Brasil passa pela pior crise hídrica em 91 anos
Reprodução: ACidade ON

Brasil passa pela pior crise hídrica em 91 anos

O presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, afirmou nesta terça-feira (14) que a crise hídrica e energética já está em vigor “há algum tempo” e disse acreditar na duração até meados de novembro. A declaração foi dada em debate sobre o preço dos combustíveis na Câmara dos Deputados. 

De acordo com Silva e Luna, é necessário encontrar alternativas para evitar um possível desabastecimento. O presidente da Petrobras ressaltou que a estatal aumentou sua capacidade de distribuição de gás para termelétricas de 2 GW para 8 GW, para manter o abastecimento das usinas. 

“Estamos necessitando de várias mãos para encontrar um caminho”, afirmou Silva e Luna. 

“Nosso comprometimento é com a situação que vivemos nesse momento”, concluiu. 

Leia Também

Silva e Luna lembrou o compromisso após assinatura de contrato com a usina termelétrica de Linhares (ES) até 2025. Segundo o presidente, a Petrobras se comprometerá a entrega de gás até o fim do acordo. 

Crise hídrica 

O Brasil passa pela pior crise hídrica em 91 anos, segundo especialistas e autoridades ambientais. A diminuição dos níveis dos rios atinge vários estados, entre eles São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, responsáveis pelo maior consumo de energia elétrica do país. 

De acordo com ambientalistas, a falta de chuva durante o ano colaborou para a diminuição dos níveis e a redução da retirada de água para geração de energia elétrica.

O governo federal tentou tranquilizar a população, mas admitiu a necessidade de racionamento voluntário. Segundo a proposta do Ministério de Minas e Energia, empresas e consumidores que economizarem energia elétrica terão descontos em contas de luz. 

A bandeira tarifária da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) também foi impactada. Nos últimos meses, as contas foram reajustadas pela bandeira vermelha patamar 2, a mais cara. 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Vale vai pagar R$ 40,2 bilhões em dividendos

Publicados

em


source
Vale anuncia que vai pagar R$ 40,1 bilhões aos acionistas da empresa
Fernanda Capelli

Vale anuncia que vai pagar R$ 40,1 bilhões aos acionistas da empresa

Na última quinta-feira (16), a Vale anunciou que vai pagar R$ 40,2 bilhões em dividendos aos acionistas da empresa. O pagamento, referente ao primeiro semestre de 2021, será de cerca de R$ 8,10 por ação – o maior dos últimos anos.

Os detentores de ação ordinária e ação preferencial de classe especial recebem a bonificação em 30 de setembro. Já os titulares de ADRs (ações negociadas em Nova York) serão pagos a partir de 8 de outubro.

No primeiro semestre, a Vale acumulou lucro de R$ 70,6 bilhões, dado, em partes, pela alta da cotação do minério de ferro no início do ano. Pela primeira vez, a commodity tinha ultrapassado US$ 200 (aproximadamente R$ 1.059, no câmbio atual) por barril. 

Leia Também:  Governo lança programa que subsidiará compra de imóveis por policiais; entenda

Na quinta, as ações da companhia fecharam em queda de 4,15% na Bolsa de Valores. Ainda assim, ela acumula uma alta de 7% em 2021.

Desde a tragédia de Brumadinho (MG), em 2019, a mineradora já anunciou R$ 34,2 bilhões em dividendos. Na época do rompimento da barragem, que deixou 272 mortos, os pagamentos haviam sido suspensos e só foram retomados no ano seguinte.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA