ÁGUA BOA

Economia

União paga R$ 43 mi em pensão para filhas de militares com empresas milionárias

Publicado em

Economia


source
Ao todo, 400 delas tem sociedade em empresas com capital maior que R$ 1 milhão
Reprodução: iG Minas Gerais

Ao todo, 400 delas tem sociedade em empresas com capital maior que R$ 1 milhão

O estado brasileiro gastou em fevereiro R$ 3,62 milhões com pensão para filhas de militares que tem sociedade em empresas milionárias . Ao todos, elas são mais de 400, e em um ano, consomem R$ 43 milhões em recursos da União. 

Segundo levantamento divulgado pelo site Metropoles, em 2020, foram destinados R$ 19,3 bilhões para todos os grupos de dependentes de militares. Em média, os vencimentos foram de mais de R$ 9 mil. 

Uma delas,  Janette Braga Sampaio de Queiroz, teve pensão dupla. Viúva e filha de militar, ela acumula os benefícios e recebeu R$ 36.198,18 brutos. Ela é sócia na Laq Participações LTDA, empresa com sede no Leblon (RJ), que consta com capital social de R$ 2,8 bilhões.

Gilberta Maria Lucchesi recebe desde 05/10/2016 R$ 11.529,20, mas é sócia na Repsol, empresa avaliada em mais de R$ 13 bilhões. Vera Inez Salgueiro Lermen recebe R$ 8 mil desde fevereiro de 2018, mas é sócia da CEEE (Companhia estadual de geração e transmissão de energia eletrética).

Pensão tripla 

Outro caso,  Geny Brilhante da Fontoura Rangel , é filha de militar e perdeu, além dele, dois maridos da mesma classe. Isso rende hoje para ela uma pensão tripla de R$ 70 mil.

Geny recebe pensões como viúva do almirante Sylvio da Fontoura Rangel desde fevereiro de 2001, como filha do marechal Manoel de Azambuja Brilhante desde setembro de 1996 e como viúva de um segundo-tenente desde dezembro de 2015. Além dela, outras 94 filhas ou viúvas de militares têm renda bruta que supera o teto constitucional, sendo que 43 delas não sofrem nada de abate-teto.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Nubank adquire plataforma que permite conversas automáticas com clientes

Publicados

em


source
Nubank adquire plataforma americana que permite conversas automáticas com clientes
Sophia Bernardes

Nubank adquire plataforma americana que permite conversas automáticas com clientes

Nesta quarta-feira (4), o Nubank anunciou a aquisição de uma startup americana Juntos Global.

A plataforma é especializada em engajamento de clientes de serviços financeiros. Dessa forma, a Juntos Global estabelece uma ponte entre os clientes e os bancos. Assim, ela cria conversas automatizadas e personalizadas.

Você viu?

Quem é a Juntos Global?

Em suma, a Juntos Global nasceu em 2010 nos Estados Unidos, direcionada à inclusão financeira para auxiliar os bancos de maneira geral. Assim sendo, promove diálogos personalizados de maneira automática através de mensagens.

Por certo, a companhia já desenvolveu projetos com Mastercard, BBVA e Bancolombia. Levando em conta que, o projeto com a Bancolombia foi o pioneiro na companhia, com 40 mil clientes. Uma vez que, em seis meses, obteve um aumento de um terço de clientes ativos e elevou o saldo nas contas em 50%.

Dessa vez, será introduzida por completo pelo Nubank. Isto é, fará parte time de tecnologia, conteúdo e design da fintech. Os CEOs da Juntos Global também farão parte deste projeto.

Saiba mais sobre a parceria em 1Bilhão .

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  GOL compra MAP Transportes Aéreos por R$ 28 mi e aumenta operação em Congonhas
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA