ÁGUA BOA

Economia

Volkswagen libera funcionários do ABC por 20 dias e prorroga férias em Taubaté

Publicado em

Economia


source
Volkswagen interrompe produção em duas fábricas por falta de peças
Arthur Henrique

Volkswagen interrompe produção em duas fábricas por falta de peças

A Volkswagen anunciou nesta segunda-feira (19) a liberação de funcionários da fábrica em São Bernardo do Campo (SP) por 20 dias , devido à falta de peças para produção de veículos. De acordo com a montadora, cerca de 1,5 mil empregados da unidade estarão em férias coletivas até o começo de agosto. 

Essa não é a primeira vez que a empresa alemã interrompe sua produção de unidades no Brasil por falta de peças. Em 2020, a montadora manteve funcionários em casa devido ao aumento de casos de Covid-19 e preocupação com contágio na fábrica. Já neste ano, por reflexos do fechamento de portos e aeroportos internacionais, a Volkswagen suspendeu suas produções por falta de estoque de peças. 

O acordo com o Sindicado dos Metalúrgicos do ABC prevê manutenção dos empregos após o fim das férias coletivas. O sindicato, inclusive, ressaltou o apoio à paralisação da produção nos termos negociados. 

Unidade Taubaté 

A montadora ainda anunciou nesta segunda-feira (19) a prorrogação das férias coletivas da unidade Taubaté , responsável pela produção do Gol e Voyage. Ao todo, 800 funcionários da empresa serão afetados.

Na última semana, a VW acordou com o Sindicato dos Metalúrgicos da cidade que dispensaria 2,5 mil funcionários por 20 dias, retomando a produção na última sexta-feira (16). Entretanto, a empresa resolveu manter a medida para um dos turnos por mais 10 dias e deve voltar a funcionar na próxima quinta-feira (29).

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Economia

Bolsonaro confirma mudança de nome do Bolsa Família para Auxílio Brasil

Publicados

em


source
Bolsonaro não quis se comprometer, ao contrário dos últimos dias, com reajuste de 100% do benefício
Reprodução: iG Minas Gerais

Bolsonaro não quis se comprometer, ao contrário dos últimos dias, com reajuste de 100% do benefício

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta quarta-feira (04) que o novo programa social que o governo está elaborando, para substituir o Bolsa Família, será chamado de Auxílio Brasil. Bolsonaro repetiu que a ideia é dar “no mínimo” 50% de aumento em relação ao que é pago hoje no Bolsa Família, mas disse que esse reajuste pode chegar a 100%.

“E os mais pobres têm uma dificuldade enorme, obviamente, do seu sustento. Com o coração grande de Paulo Guedes e sua equipe, com o trabalho agora de Ciro, com João Roma, encarregado da pasta, estamos aprofundando de modo que tenhamos um novo programa. Brasil…”, disse o presidente, olhando para o lado para confirmar o nome.

Você viu?

“Auxílio Brasil. De pelo menos 50% maior do que o Bolsa Família”, completou.

Em seguida, Bolsonaro falou que o ministro da Economia, Paulo Guedes, vai anunciar os “outros 50%” do aumento.

“Eu falo 50% porque os outros 50% vou deixar para o Paulo Guedes anunciar”, disse. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA