ÁGUA BOA

INCLUSÃO

Seduc lança edital inédito que contempla práticas pedagógicas para educação inclusiva

Publicado em

Educação

Política pública visa o desenvolvimento de oficinas como Brinquedoteca Lúdica e valorização cultural do Siriri

A Secretaria de Estado de Educação, por meio da Superintendência de Políticas de Diversidades Educacionais, lançou edital inédito destinado aos projetos pedagógicos de cinco Escolas Especializadas de Cuiabá e Várzea Grande. Serão destinados R$ 10 mil para cada unidade escolar cujo objetivo é elaborar atividades que valorizem o aprendizado cognitivo e afetivo dos estudantes.

Para concretizar o recebimento do recurso, as unidades Luz do Saber e CHP Professora Célia Rodrigues Duque, situadas em Várzea Grande; Raio de Sol, Livre Aprender e C.E.A.A.D.A. Prof. Arlete P Migueletti, localizadas em Cuiabá, deverão apresentar as propostas pedagógicas em consonância com as Diretrizes de Referência Curricular da Educação Especial para o Estado de Mato Grosso.

Também é necessário que as atividades contemplem categorias específicas envolvendo artes visuais, artes cênicas, produção editorial, festival de música e dança, ou exposições artísticas. As oficinas e os projetos deverão ser produzidos ainda no segundo semestre de 2021.

Assim como em outras modalidades das Políticas de Diversidade, os investimentos na Educação Especializada fazem parte do planejamento estratégico da Seduc na mudança do ensino de Mato Grosso.

“O trabalho que a Superintendência de Diversidade realiza com o lançamento desse edital é pegar as boas práticas que ocorrem no Estado e proporcionar que sejam realizadas pelos nossos alunos. Cada diretor poderá olhar para expertise presente na escola e desenvolver o lado social e afetivo dos estudantes, inclusive para o mercado de trabalho”, ressalta o secretário de Estado de Educação, Alan Porto.

Leia Também:  Potencial pandêmico de vírus Nipah alerta comunidade médica mundial

Wesley Rodrigues

Diretor da Escola CHP, Adimilson Assunção relata que o lançamento do edital demonstra mais uma ação da transformação que ocorre em todo Mato Grosso. “A atenção para os alunos da educação especial é recebida por nós com muita alergia. A educação está melhor e esse edital exemplifica que está melhor para todos”.

Com a perspectiva de trazer a cultura do Siriri no projeto “Nós também siririzamos”, o gestor explica como as ações culminam na valorização do Estado como um todo.  “O ‘Nós também siririzamos’ é planejado como um resgate e fortalecimento da cultura popular, será um espaço para nossos alunos de socialização e aprendizado sobre as riquezas da nossa terra”.

Para a diretora da Luz do Saber, Jane Inhoti, poder trabalhar o lado psicomotor de forma lúdica é o cuidado especializado desejado por muitos dos que vivem o dia a dia da pessoa com deficiência.

“Nossos alunos estão na faixa etária de seis meses a 14 anos. A escola para essas crianças, muitas vezes, é uma das principais formas de aprendizado. Ações com foco na ludicidade são a forma de enriquecer o lado psicomotor dos nossos estudantes com afeto. Ficamos felizes de mudar a realidade das nossas crianças”, destaca.

O ineditismo do edital reforça os investimentos do Governo do Estado na mudança do ensino da rede pública. De acordo com a Superintendente de Diversidades Especiais, Lúcia Santos, o objetivo de implementar as oficinas é oportunizar que as práticas pedagógicas também sejam trabalhadas na Educação Especializada.

Leia Também:  Um homem morre e outro fica ferido após tentarem fuga de incêndio em motocicleta

“A Seduc tem priorizado a inclusão de práticas que incentivam o lado artístico e afetivo dos alunos. Quem trabalha com educação especial sabe e acredita que é possível transformar a vida das pessoas. Fico emocionada com o lançamento desse edital por saber a diferença que fazemos na vida desses alunos e seus familiares. Nosso trabalho possibilita que eles tenham a chance de ter mais portas abertas lá fora”, relata Lúcia Santos.

Centro de Referência

Secretário Alan Porto, durante evento de lançamento, realizado na escola CHP Professora Célia Rodrigues Duque, destacou a ampliação dos investimentos do Governo do Estado para educação da pessoa com deficiência.

Atualmente, o Centro de Apoio e Suporte à Inclusão da Educação Especial (Casies) realiza o atendimento de mais de 9 mil alunos.

O planejamento de tornar o atendimento mais humano resultará no Centro de Referência de Educação Especializada Nilo Póvoas, espaço de inclusão e formação que ampliará acolhimento aos estudantes com deficiência da rede estadual.

“Finalizamos o projeto da escola Nilo Póvoas, onde vai funcionar o Centro de Referência da Educação Especial, que tem como madrinha nossa primeira-dama Virginia Mendes. Nos moldes do ‘Ser Inclusivo’, será um espaço totalmente dedicado ao atendimento de especialidades. A idealização desse projeto é um sonho que queremos sonhar junto com a população, com os nossos estudantes”, finaliza o secretário.

Wesley Rodrigues
Olho no Araguaia – Assessoria Seduc
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Educação

Calendário presencial para 2022 é divulgado pela Seduc; veja datas

Publicados

em

O ano letivo iniciará no dia 07 de fevereiro de 2022 e será concluído no dia 16 dezembro de 2022

Ano de 2020 e 2021 foram praticamente perdidos por causa da pandemia de coronavírus

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) publicou a  Portaria 568/21 que define o Calendário Escolar da Rede Pública Estadual de Ensino de 2022. O ano letivo iniciará no dia 07 de fevereiro de 2022 e será concluído no dia 16 dezembro de 2022.

Os servidores efetivos retornam no dia 20 de janeiro, quando inicia a semana pedagógica, momento de planejamento das atividades.

Entre as mudanças trazidas pela portaria está a implementação do Novo Ensino Médio para os estudantes do 1º ano. A carga horária mínima será 1.000 horas, distribuídas por um mínimo de 200 (duzentos) dias letivos. Semelhante ao planejamento de anos anteriores, o Ensino Fundamental e as turmas de 2º e 3º ano do Ensino Médio terão carga mínima de 800 horas.

Férias

A portaria determina que o recesso escolar do meio do ano será do dia 11 a 25 de julho. Já o recesso do fim do ano será de 19 de dezembro de 2022 a 17 de janeiro de 2023.

Leia Também:  Jovem de 22 anos é assassinado em Aragarças com seis tiros no início da madrugada

As datas valem para alunos e servidores que estão exercendo as funções de regência de turma, articulação da aprendizagem, sala de recursos multifuncionais, intérprete de libras, instrutor surdo, auxiliar de turmas e motoristas dos ônibus escolares lotados nas escolas estaduais especializadas.

As férias dos demais servidores lotados nas unidades escolares serão tratadas em portaria específica.

Planejamento

O calendário deve ser inserido pelos diretores das escolas no Sistema SigEduca/GP, de acordo com as especificidades de cada região, observando o atendimento da demanda e alunos que utilizam o transporte escolar e outras atividades.

As Diretorias Regionais de Educação (DREs) e a as Assessorias Pedagógicas, junto com as Secretarias Municipais de Educação e Unidades Escolares, deverão articular a possibilidade de compatibilização do Calendário das Unidades Escolares quanto à data de início e término do horário de atendimento e do ano letivo, bem como regulamentar o recesso e férias escolares, objetivando o atendimento da demanda de alunos que utilizam o transporte escolar e outras atividades.

Educação e Diversidade

Para atender a organização escolar própria da Educação do Campo, Educação Quilombola, Educação Indígena ou da especificidade da região em que a escola estiver inserida, o Calendário Escolar poderá ser adequado à realidade de cada região, obedecendo às exigências previstas na legislação de ensino quanto ao mínimo de dias letivos e carga horária anual.

Leia Também:  TJ condena vereador de cidade do Araguaia por incompatibilidade de horário

Ano letivo 2021

O ano letivo 2021 termina no dia 20 de dezembro, de acordo com a portaria 603/2020. O recesso escolar será do dia 21 de dezembro de 2021 a 19 de janeiro de 2022.

Confira o planejamento das atividades escolares para 2022:

20/01/2022 – retorno das férias escolares – 2021/2022 – (para os servidores efetivos – na escola);

20/01/2022 a 04/02/2022 – período da Semana Pedagógica;

07/02/2022 –  início do ano letivo;

11/07/22 a 25/07/2022 –  recesso escolar;

16/12/2022 –   término ano letivo;

19/12/2022 a 17/01/2023 – férias escolares.

 

Olho no Araguaia – Repórter MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA