ÁGUA BOA

Esportes

Atuação de Marta ganha reverência de Pelé: “mais que uma jogadora”

Publicado em

Esportes


A grande atuação de Marta nesta quarta-feira (21), na goleada por 5 a 0 sobre a China, que inaugurou a participação da seleção feminina de futebol na Olimpíada de Tóquio (Japão), não passou batida por Edson Arantes do Nascimento, o Pelé. Em postagem no Instagram, o Rei prestou reverência à Rainha, enaltecendo a carreira da camisa 10 e a inspiração que ela traz a mulheres de todo o mundo que sonham com reconhecimento no esporte.

Com os dois gols que marcou diante das chinesas, Marta chegou a 12 em cinco edições de Jogos, aproximando-se da também atacante brasileira Cristiane, a maior artilheira do torneio olímpico de futebol (entre homens e mulheres) com 14 gols. Vale lembrar que a craque já é a goleadora máxima das Copas do Mundo, também considerando os dois gêneros, com 17 tentos, um a mais que o ex-centroavante alemão Miroslav Klose.

Leia Também:  Corinthians encara cinco compromissos em julho pelo Brasileirão

“Quantos sonhos você acha que inspirou hoje?”, indagou Pelé, antes de completar, “a sua conquista significa muito mais que um recorde pessoal. Ela simboliza a esperança de um mundo melhor, em que as mulheres conquistam muito mais espaço. Esse momento inspira milhões de atletas de tantas outras modalidades esportivas, de todos os lugares do mundo, que lutam por reconhecimento. Parabéns pela sua trajetória. Parabéns, pois você é muito mais que uma jogadora de futebol. Você ajuda a construir um mundo melhor com os seus pés”.

O próximo compromisso de Marta e companhia será neste sábado (24), às 8h (horário de Brasília), diante da Holanda, no estádio de Miyagi, na cidade japonesa de Rifu. Ambos os times estrearam com vitórias no Grupo E do torneio olímpico. Também nesta quarta, as europeias, atuais vice-campeãs mundiais, aplicaram 10 a 3 na Zâmbia.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

São Bento vence Madureira, encerra jejum e vence a 1ª na Série D

Publicados

em


Após oito jogos de jejum, o São Bento-SP, enfim, venceu a primeira na Série D do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (31), o Bentão superou o Madureira-RJ por 2 a 1 no estádio Aniceto Moscoso, popularmente conhecido por Comendador Souza, na zona norte do Rio de Janeiro, pela nona rodada da competição.

O clube paulista subiu para oito pontos e voltou a sonhar com uma das quatro vagas do Grupo 7 à segunda fase da Série D. São três pontos de diferença para o Cianorte-PR, quarto colocado e que fecha a zona de classificação, mas que ainda vai a campo pela rodada neste domingo (1º), contra o Santo André-SP, no estádio Albino Turbay, em Cianorte (PR), às 16h (horário de Brasília).

Os cariocas, com 13 pontos, ocupam o terceiro lugar da chave, mas podem ser ultrapassados justamente pelo Cianorte. O Tricolor Suburbano, que encerrou o primeiro turno da fase de grupos invicto, sofreu a segunda derrota consecutiva na competição.

O primeiro tempo foi de poucas emoções, muitos erros de passe, faltas e cartões (foram quatro, sendo três nos primeiros 15 minutos). Na única chance real, aos 17 minutos, o lateral Juninho Monteiro cruzou por baixo, pela esquerda, a bola quicou no gramado irregular e atrapalhou o atacante Índio, que – sem ângulo e na pequena área – acertou a trave esquerda.

Leia Também:  Em jogo intenso, Red Bull Bragantino e Santos empatam pelo Brasileirão Assaí

A etapa final foi diferente. Aos três minutos, o atacante Judson foi lançado na entrada da área pela esquerda, cortou o lateral Léo Barboza, mas arrematou por cima do gol do Madureira. No lance seguinte, Eduardo entrou na área pela esquerda e cruzou rasteiro para o também atacante Sampaio se antecipar à zaga e ao goleiro do São Bento para abrir o placar.

A resposta paulista veio aos 17 minutos. Juninho Monteiro ganhou a disputa de cabeça na área com Anderson Cavalo, mas afastou nos pés do também atacante Kayan, que matou a bola no peito e chutou da linha da área, marcando um golaço. O gol acuou os cariocas e animou os visitantes, que seguiram no ataque e chegaram à virada aos 38 minutos. O atacante Ayrton avançou pela direita, deixando a marcação do Tricolor para trás, e rolou à esquerda, na saída do goleiro, para o meia Kadu – mesmo escorregando – colocar o Bentão à frente.

Nos minutos finais, o técnico do São Bento, Paulo Roberto Santos foi expulso por reclamação e foi até o meio do gramado discutir com o árbitro Marcel Phillipe Santos Martins. Mesmo sem o treinador, a equipe de Sorocaba (SP) conseguiu administrar a vantagem para conquistar a primeira vitória na competição.

Leia Também:  Coluna - As prioridades dos clubes versus o interesse da CBF

As duas equipes têm duelos estaduais na próxima rodada da Série D. No sábado que vem (7), às 16h, o São Bento recebe a Portuguesa-SP no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. No outro domingo (8), às 15h, o Madureira faz o clássico contra o Bangu em Moça Bonita, zona oeste do Rio de Janeiro.

Edição: Márcio Parente

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA