ÁGUA BOA

Esportes

Brasileiro: Athletico-PR supera Fluminense e permanece vice-líder

Publicado em

Esportes


O Athletico-PR derrotou o Fluminense por 4 a 1, de virada na tarde desta quarta-feira (30) no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, em jogo válido pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o revés, o Tricolor das Laranjeiras ficou na 9ª posição, com 10 pontos, já o Furacão ficou na vice-liderança com 16 pontos.

O técnico Roger Machado optou nesta partida por uma formação diferente, abrindo mão de um dos pontas para colocar em campo mais um meio-campista para melhorar a criação, o equatoriano Cazares.

E a modificação deu frutos logo no primeiro minuto de partida, quando Cazares cruzou para Fred marcar de cabeça. Com este gol, o camisa 9 do Fluminense se tornou o segundo maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro com 153 gols ao lado de Edmundo. O maior artilheiro é Roberto Dinamite, que marcou 190 vezes pela competição, Romário é o segundo com 154.

Dois minutos depois o equatoriano voltou a aparecer muito bem, quando recebeu lançamento de Fred e bateu forte para defesa do goleiro Santos. Aos oito minutos quem criou boa oportunidade foi Martinelli, que chutou por cima do gol após sobra de bola.

Após este início animador, o Fluminense viu o Athletico-PR melhorar. Aos 25 minutos a lei do ex entrou em ação, quando Richard recebeu de Léo Cittadini, se livrou de um adversário e bateu rasteiro para vencer o goleiro Marcos Felipe.

O Furacão melhorou muito na partida, e Cittadini chegou a vencer o goleiro do Tricolor aos 38 minutos, mas o volante estava impedido na hora da finalização.

Leia Também:  Atlético-GO bate Corinthians de novo e sai na frente na Copa do Brasil

Assim, a virada veio apenas no segundo tempo. Aos 27 minutos Vitinho, que saiu do banco, bateu bonito após receber na esquerda. Três minutos depois, a equipe paranaense chegou ao terceiro quando Nikão levantou a bola na área em cobrança de falta para Zé Ivaldo marcar de cabeça.

Já no fim do confronto, o juiz marcou pênalti, com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), em cima de Léo Cittadini. Nikão cobrou e fechou a goleada em 4 a 1.

O Furacão volta a entrar em campo pelo Brasileiro no próximo sábado (3), quando mede forças com o Fortaleza na Arena da Baixada. Um dia depois o Fluminense faz clássico com o Flamengo.

Vitória no Castelão

Quem também venceu e garantiu uma posição do G4 na atual rodada foi o Fortaleza, que bateu a Chapecoense por 3 a 2 no estádio do Castelão. Com este resultado, o Tricolor do Pici ficou na terceira posição com 15 pontos, já o Verdão do Oeste ficou na 18ª posição (dentro da zona do rebaixamento), com quatro pontos.

Aos 33 minutos do primeiro tempo, o juiz marcou, com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), pênalti a favor dos visitantes. O atacante Anselmo Ramon bateu forte para abrir o marcador. A reação do Fortaleza veio apenas na etapa final.

Leia Também:  Promessa da maratona treina com quenianos antes de estreia olímpica

Logo aos quatro minutos David empatou aproveitando rebote de chute de Matheus Vargas defendido parcialmente por João Paulo. O time da casa sofreu um baque aos oito minutos, quando Quintero foi expulso, mas isso não diminuiu o ímpeto ofensivo da equipe comandada pelo técnico Juan Vojvoda, que virou o placar aos 16 minutos com Robson, que havia entrado minutos antes.

Mesmo com a desvantagem numérica, o Fortaleza continuou melhor e marcou o terceiro dez minutos depois com Yago Pikachu. A Chapecoense ainda conseguiu descontar aos 35 minutos com o atacante Perotti, mas a vitória final, de 3 a 2, ficou mesmo com o Tricolor do Pici.

No próximo domingo a Chapecoense volta a entrar em campo pelo Brasileiro, quando mede forças com o Bahia na Arena Condá.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Com oito da LNF, seleção masculina de futsal é convocada para Mundial

Publicados

em


O técnico Marquinhos Xavier anunciou nesta quarta-feira (4) a convocação da seleção brasileira masculina de futsal para o Campeonato Mundial da modalidade, que acontece entre 12 de setembro e 3 de outubro na Lituânia. Dos 16 jogadores chamados pelo treinador, oito atuam na Liga Nacional de Futsal (LNF), que é transmitida ao vivo pela TV Brasil aos domingos, sempre às 11h (horário de Brasília).

Atual campeão nacional, o Magnus Sorocaba-SP teve quatro convocados e é o time com mais representantes na lista: o goleiro Djony, o fixo Rodrigo e os alas Leozinho e Leandro Lino. O Joinville-SC possui dois integrantes na seleção: o goleiro Willian e o pivô Dieguinho. Do Corinthians-SP, vice da LNF em 2020, foi chamado o ala Lê. Maior vencedor da Liga, o Carlos Barbosa-RS marca presença com o pivô Rocha, que estava no Sporting (Portugal) e foi contratado recentemente.

Os demais convocados jogam na Europa. Cinco vêm da liga espanhola, sendo três do Barcelona: o ala Dyego e os fixos Ferrão e Pito. Além deles, o fixo Marlon (Palma) e o ala Gadeia (Elpozo) atuam na Espanha. O goleiro Guitta (Sporting) e o ala Arthur (Benfica) estão no Campeonato Português. Já o ala Bruno defende o Ukhta (Rússia).

Leia Também:  Atlético-GO bate Corinthians de novo e sai na frente na Copa do Brasil

O Brasil é o maior campeão mundial de futsal, com cinco títulos. O último foi conquistado em 2012, na Tailândia, com vitória na prorrogação sobre a Espanha na decisão. Guitta e Rodrigo fizeram parte daquele elenco, e também do que disputou a edição seguinte, quatro anos depois, quando o time canarinho foi surpreendido nos pênaltis pelo Irã nas oitavas de final. Além deles, Dyego e Dieguinho também integraram o escrete de 2016.

“Temos que ser humildes, sabemos que os países evoluem. Por outro lado, temos uma hegemonia a defender, que é a história do nosso futsal. Temos uma equipe extremamente capacitada para buscar esse título. Estamos indo com esse desejo de trazer esse título para o Brasil, mas sempre respeitando o crescimento dos outros países. Temos fortes concorrentes. A nossa missão é nos concentrar naquilo que temos que fazer, na nossa capacidade de desenvolver um grande futsal e trazer, mais uma vez, essa importante conquista”, disse Xavier em entrevista coletiva nesta quarta.

A seleção brasileira foi sorteada no Grupo D do Mundial, junto de República Tcheca, Panamá e Vietnã. Atual campeã, a Argentina está no Grupo F, com Estados Unidos, Sérvia e Irã.

Leia Também:  Confiança dá fim a jejum e deixa Vila Nova próximo ao Z4 da Série B

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA