ÁGUA BOA

Esportes

Brasileiro Feminino: Flamengo supera Cruzeiro no fim e sonha com G8

Publicado em

Esportes


O Flamengo se manteve na briga pela classificação às oitavas de final da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. Nesta quarta-feira (2), o Rubro-Negro superou o Cruzeiro por 2 a 1, de virada, no Sesc Alterosas, em Belo Horizonte, pela 12ª rodada da competição. Após a partida, o técnico Marcelo Frigério foi desligado do clube mineiro.

As cariocas assumiram provisoriamente o nono lugar, com 14 pontos, três atrás do Avaí/Kindermann, oitavo colocado e último time na zona de classificação, mas podem ser ultrapassadas na quinta-feira (3) se o Real Brasília vencer o clássico contra o Minas Brasília, às 15h (horário de Brasília), no estádio Ciro Machado do Espírito Santos (Defelê), em Brasília. As Cabulosas permanecem nos nove pontos e na 11ª posição, superando Botafogo e São José (que têm a mesma pontuação) no saldo de gols. As joseenses, em 13º, abrem o Z4.

Após um primeiro tempo sem bola na rede, o Cruzeiro abriu o placar aos seis minutos. A volante Delly Lucero recebeu próximo à marca do pênalti e fez o pivô, rolando na direita para a lateral Rebeca Prado invadir a área e finalizar. Aos 17 minutos, a lateral Sorriso bateu falta pela esquerda e a atacante Jayanne, de cabeça, deixou tudo igual. A virada veio aos 43, outra vez na bola parada. A meia Ana Carla aproveitou o bate-rebate na pequena área, após tiro livre cobrado por Sorriso na intermediária, para garantir a vitória rubro-negra.

Leia Também:  Justiça argentina começa interrogatórios sobre morte de Maradona

Mais cedo nesta quarta, Botafogo e São José se complicaram no Brasileiro ao ficarem no 1 a 1 no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Os gols saíram todos no segundo tempo. Aos nove, a atacante Mylena Carioca, de pênalti, colocou as Gloriosas à frente. Aos 40, a atacante Bea dominou próxima da meia-lua e marcou um golaço, no ângulo, evitando a derrota das paulistas.

Nos outros dois jogos do dia, as equipes do G8 levaram a melhor sobre as que estão no Z4. No estádio de Pituaçu, em Salvador, o Avaí/Kindermann derrotou o Bahia por 2 a 0. Se as catarinenses seguem brigando pela classificação, as baianas se complicaram na luta para fugir da Série A2 (segunda divisão) de 2022. Com apenas quatro pontos, as Mulheres de Aço têm cinco de desvantagem para fora da zona de rebaixamento, com nove ainda em disputa.

Aos 32 minutos do primeiro tempo, a goleira Ana Bia interceptou o lançamento feito para Larissa, mas deixou a bola escapar nos pés da atacante, que aproveitou para abrir o placar. Na etapa final, aos sete minutos, a zagueira Zoio desviou de cabeça na pequena área, após grande defesa de Ana Bia, definindo o marcador a favor do Avaí/Kindermann.

Leia Também:  Pelo Brasileiro, Palmeiras vence Chape por 3 a 1 com gols marcados no primeiro tempo

No Centro de Treinamento Hélio Dourado, em Eldorado do Sul (RS), o Grêmio atropelou o Napoli-SC por 5 a 1 e praticamente encaminhou a classificação às oitavas, ao passo que deixou a missão das catarinenses mais delicada. As Gurias Gremistas assumiram o quinto lugar com os mesmos 21 pontos do Internacional, que joga pela 12ª rodada nesta quinta, às 15h, contra o líder Palmeiras, no Sesc Campestre, em Porto Alegre. O clube de Caçador (SC) é o penúltimo, com seis pontos, três a menos que o Botafogo, primeiro time fora do Z4.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Com dois de Angel Romero, Paraguai estreia na Copa América com vitória

Publicados

em


O Paraguai derrotou a Bolívia por 3 a 1 de virada, na noite desta segunda-feira (14) no estádio Olímpico de Goiânia, em sua estreia na Copa América. O destaque da partida foi o atacante Angel Romero, que marcou dois gols.

Com o triunfo, a equipe paraguaia assumiu a liderança do Grupo A da competição, com três pontos. Já os bolivianos ficam na lanterna da chave, sem ponto algum. A Argentina é a vice-líder, com um ponto após empatar em 1 a 1 nesta segunda com o Chile.

Triunfo de virada

A Bolívia conseguiu abrir o placar cedo, logo aos 9 minutos com o meio-campo Saavedra em cobrança de pênalti. Mas, a partir daí, a equipe comandada pelo técnico Eduardo Berizzo assumiu os controles das ações, criando uma oportunidade após a outra.

Um pouco antes do intervalo, a Bolívia ficou em desvantagem numérica quando o atacante Cullear foi expulso após receber o segundo cartão amarelo por cometer falta em Piris da Motta.

Leia Também:  Afastada por doping, McNeal apela ao TAS para competir em Tóquio 2020

Melhor na partida, e com vantagem numérica, o Paraguai finalmente conseguiu transformar o domínio em gols na etapa final. Aos 16 minutos Romero Gamarra aproveita sobra de bola para chutar de primeira e empatar.

A virada vem três minutos depois, quando Angel Romero aproveita sobra de bola para desempatar sem dificuldades. Aos 35 minutos o ex-jogador do Corinthians marca novamente, desta vez em chute cruzado após receber de Ávalos.

Na próxima rodada, o Paraguai folga, enquanto a Bolívia enfrenta o Chile, na próxima sexta-feira (18) a partir das 18h (horário de Brasília) na Arena Pantanal.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA