ÁGUA BOA

Esportes

Copa do Brasil: ABC-RN supera desvantagem, vence Chape e vai oitavas

Publicado em

Esportes


O ABC-RN está classificado às oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (9), o Alvinegro derrotou a Chapecoense por 3 a 0 no Frasqueirão, em Natal, revertendo a vantagem do Verdão do Oeste, que tinha vencido por 3 a 1 a partida de ida do confronto pela terceira fase, há uma semana, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

O adversário na sequência da competição será definido por sorteio. A classificação garante R$ 2,7 milhões aos cofres do clube nordestino. A premiação é destinada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) às equipes que avançam às oitavas. Envolvido na Copa do Brasil desde a primeira fase, o time potiguar havia arrecadado R$ 2,9 milhões no torneio após eliminar Rio Branco de Venda Nova-ES e Botafogo.

O Alvinegro saiu na frente aos 18 minutos do primeiro tempo, em cobrança de falta do volante Marcos Antônio que desviou na barreira e enganou o goleiro Tiepo. A Chapecoense pressionou atrás do empate e teria igualado aos 29 minutos, não fosse o corte salvador do lateral Bruno Souza, em cima da linha, após desvio do zagueiro Derlan.

Leia Também:  Gabriel Dias do Ceará: "Nosso grupo é mentalmente forte e vamos fazer o nosso melhor no decorrer da temporada"

Aos 38 minutos, o lateral Netinho bateu o lateral na área, Derlan errou na tentativa de cortar e deixou a bola para o atacante Wallyson finalizar e ampliar para o ABC, igualando o placar agregado. O Verdão teve a chance para descontar aos 42, em pênalti cometido pelo zagueiro Helitão, que tocou a bola com a mão na área. Anselmo Ramon bateu de cavadinha, mas acertou o travessão. O atacante teve nova oportunidade aos 46, em cabeçada que também parou na trave.

No segundo tempo, o goleiro Wellington brilhou com pelo menos seis grandes defesas, sendo três em um único lance, aos 19 minutos, em tentativas dos atacantes Bruno Silva e Ravanelli, dentro da área. O ABC, mais eficiente, não desperdiçou a primeira boa chance que teve na volta do intervalo. Aos 25 minutos, o meia Alan Pedro cruzou pela esquerda e o atacante Éderson completou para as redes. A Chape sentiu o terceiro gol e não teve forças para buscar o resultado.

Leia Também:  Cruzeiro divulga relacionados para partida conta o Juazeirense-Ba pela Copa do Brasil

As equipes se voltam às respectivas divisões nacionais. Neste domingo (13), o ABC recebe o Souza-PB às 16h (horário de Brasília) pela segunda rodada do Grupo 3 da Série D do Campeonato Brasileiro. No mesmo dia, às 20h30, a Chapecoense joga em casa contra o Ceará pela terceira rodada da Série A.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Judô: Brasil bate Rússia e fatura o bronze por equipes no Mundial

Publicados

em


Neste domingo (13), em Budapeste, na Hungria, o Brasil conquistou a medalha de bronze na disputa por equipes mistas. Beatriz Souza (+70kg), Maria Portela (70kg), David Moura (+90kg) e Ketelyn Nascimento (57kg) venceram suas lutas e garantiram o terceiro pódio verde e amarelo no último dia de disputas. Com os bronzes de Maria Suelen Altheman e de Beatriz Souza, no individual, a equipe nacional iguala o desempenho do último Mundial (2019), com três bronzes.

Na primeira rodada, a equipe composta por Ketelyn Nascimento (57kg), Maria Portela (70kg), Maria Suelen Altheman (+70kg), Beatriz Souza (+70kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), Eduardo Yudy (90kg), Rafael Macedo (90kg) e David Moura (+90kg) venceu o Cazaquistão por 4 a 3. David Moura, Maria Suelen, Ketelyn Nascimento e Maria Portela garantiram os pontos brasileiros nesse duelo.

Nas quartas, o Brasil caiu para os judocas do Uzbequistão perdendo as quatro primeiras lutas. Na repescagem, a seleção nacional era obrigada a bater a Geórgia para seguir à disputa pelo bronze. E o time verde e amarelo conseguiu. Ketelyn bateu Eteri Liparteliani por waza-ari no Golden score; Tatalashvili empatou para a Geórgia com vitória sobre Eduardo Katsuhiro; Portela recuperou a vantagem brasileira, batendo Tchanturia nas punições; Rafael Macedo venceu o campeão mundial Avtandili Tchrikshvili com um belo ippon no golden; e Bia Souza não deu chances para Somkhishvili, jogando e imobilizando a adversária para marcar o quarto e definitivo ponto do Brasil.

No duelo valendo medalha, a Rússia saiu na frente com Denis Iartcev (73kg) sobre Eduardo Katsuhiro Barbosa. Depois, Maria Portela (70kg) passou pela judoca Liluashvili por ippon e empatou. Rafael Macedo (90kg) foi superado por Khusen Khalmurzaev. A partir daí, o Brasil venceu todas as lutas. Beatriz Souza (+70kg) contra Daria Vladimirova, David Moura sobre Alen Tskhovrebov e Ketelyn Nascimento confirmou a medalha ao bater Anastasiia Konkina.

Leia Também:  Contra Ponte Preta, Vasco busca primeira vitória na Série B

Edição: Gustavo Faria

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA