ÁGUA BOA

Esportes

Copa do Brasil: Grêmio segura empate com Brasiliense e vai às oitavas

Publicado em

Esportes


O Grêmio eliminou o Brasiliense e continua vivo na Copa do Brasil. Nesta quinta-feira (10), o Tricolor segurou o empate sem gols com o clube do Distrito Federal na Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF), classificando-se às oitavas de final por ter vencido o jogo de ida, na quarta-feira da semana passada (2), por 2 a 0 na Arena, em Porto Alegre.

Apesar de o lateral Rafinha e dos atacantes Diego Souza e Ferreirinha terem se recuperado da infecção pelo novo coronavírus (covid-19), o técnico gremista Tiago Nunes optou por preservá-los do time titular, repetindo a equipe do primeiro duelo, com Vanderson, Ricardinho e Jhonata Robert nos respectivos lugares. Ainda sem o goleiro Brenno e o volante Matheus Henrique, que estiveram com a seleção olímpica masculina em amistosos na Sérvia, Paulo Victor e Lucas Silva foram os escolhidos para saírem jogando.

Leia Também:  Brasil em contagem regressiva para Pan de Ginástica Artística no RJ

Com força máxima, o Brasiliense tentou tomar a iniciativa, mas esbarrou na marcação e no maior controle de bola do Grêmio. A melhor chance dos anfitriões no primeiro tempo surgiu nos acréscimos, em chute do volante Sandy, aproveitando a sobra na área, que Paulo Victor defendeu. Os visitantes praticamente não ameaçaram a meta defendida por Edmar Sucuri.

Na etapa final, o Jacaré teve a primeira oportunidade aos 11 minutos, em chute de primeira do meia Luquinhas após cruzamento do atacante Zé Love pela direita, mas a batida foi para fora. O Grêmio respondeu dois minutos depois, em cabeçada de Ferreirinha – que entrou no intervalo – à esquerda do gol. Aos poucos, o duelo retomou a pouca intensidade do primeiro tempo, com raros momentos de agitação. Aos 30 minutos, o meia Zotti, do Brasiliense, foi expulso. Já aos 33, Ferreirinha soltou a bomba no travessão. Foi só.

Leia Também:  Furacão ganha do juventude pela segunda rodada do brasileirão

O Grêmio terá o adversário nas oitavas definido por sorteio. Até lá, o clube se concentra na Série A do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (13), às 16h (horário de Brasília), o Tricolor recebe o Athletico-PR, em Porto Alegre, pela terceira rodada. No mesmo dia e horário, o Brasiliense visita o Porto Velho no estádio Aluízo Ferreira, o Aluizão, na capital rondoniense, pela segunda rodada do Grupo 5 da Série D.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Judô: Brasil bate Rússia e fatura o bronze por equipes no Mundial

Publicados

em


Neste domingo (13), em Budapeste, na Hungria, o Brasil conquistou a medalha de bronze na disputa por equipes mistas. Beatriz Souza (+70kg), Maria Portela (70kg), David Moura (+90kg) e Ketelyn Nascimento (57kg) venceram suas lutas e garantiram o terceiro pódio verde e amarelo no último dia de disputas. Com os bronzes de Maria Suelen Altheman e de Beatriz Souza, no individual, a equipe nacional iguala o desempenho do último Mundial (2019), com três bronzes.

Na primeira rodada, a equipe composta por Ketelyn Nascimento (57kg), Maria Portela (70kg), Maria Suelen Altheman (+70kg), Beatriz Souza (+70kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), Eduardo Yudy (90kg), Rafael Macedo (90kg) e David Moura (+90kg) venceu o Cazaquistão por 4 a 3. David Moura, Maria Suelen, Ketelyn Nascimento e Maria Portela garantiram os pontos brasileiros nesse duelo.

Nas quartas, o Brasil caiu para os judocas do Uzbequistão perdendo as quatro primeiras lutas. Na repescagem, a seleção nacional era obrigada a bater a Geórgia para seguir à disputa pelo bronze. E o time verde e amarelo conseguiu. Ketelyn bateu Eteri Liparteliani por waza-ari no Golden score; Tatalashvili empatou para a Geórgia com vitória sobre Eduardo Katsuhiro; Portela recuperou a vantagem brasileira, batendo Tchanturia nas punições; Rafael Macedo venceu o campeão mundial Avtandili Tchrikshvili com um belo ippon no golden; e Bia Souza não deu chances para Somkhishvili, jogando e imobilizando a adversária para marcar o quarto e definitivo ponto do Brasil.

No duelo valendo medalha, a Rússia saiu na frente com Denis Iartcev (73kg) sobre Eduardo Katsuhiro Barbosa. Depois, Maria Portela (70kg) passou pela judoca Liluashvili por ippon e empatou. Rafael Macedo (90kg) foi superado por Khusen Khalmurzaev. A partir daí, o Brasil venceu todas as lutas. Beatriz Souza (+70kg) contra Daria Vladimirova, David Moura sobre Alen Tskhovrebov e Ketelyn Nascimento confirmou a medalha ao bater Anastasiia Konkina.

Leia Também:  Herói em 2007, Roger recorda título e sonha com o bi da Copa do Brasil

Edição: Gustavo Faria

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA