ÁGUA BOA

Esportes

Flamengo fecha acordo para venda de Gerson ao Olympique de Marselha

Publicado em

Esportes


O volante Gerson está de saída do Flamengo. Nesta quarta-feira (9), o Rubro-Negro anunciou um acordo para negociação do jogador de 24 anos para o Olympique de Marselha (França). O clube francês também confirmou o acerto.

As equipes não revelaram os valores da negociação. O site Transfermarkt, especializado em transferências e valores de mercado no futebol, avalia o camisa 8 em 20 milhões de euros (R$ 124 milhões, na cotação atual). É o segundo atleta mais valioso do elenco rubro-negro, atrás somente do atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol (26 milhões de euros, ou cerca de R$ 160 milhões).

A janela de transferências do futebol europeu só abre em julho, o que significa que Gerson ainda pode defender o Flamengo até lá. O volante estava com a seleção olímpica masculina na Sérvia, onde realizou dois amistosos, contra os anfitriões (vitória por 3 a 0) e Cabo Verde (derrota por 2 a 1), iniciando ambos os jogos como titular. Ele, inclusive, já deve estar em campo pelo Rubro-Negro nesta quinta-feira (10), às 19h (horário de Brasília), contra o Coritiba, no Couto Pereira, pela terceira fase da Copa do Brasil.

Contratado em julho de 2019 por 11,8 milhões de euros (R$ 49,7 milhões, na cotação da época), Gerson levantou oito taças em quase dois anos de clube. Foram dois títulos do Campeonato Brasileiro (2019 e 2020), duas Supercopas do Brasil (2020 e 2021), uma Libertadores (2019), uma Recopa Sul-Americana (2020) e dois Campeonatos Cariocas (2020 e 2021).

Leia Também:  Itália vence Turquia por 3 a 0 em jogo de abertura da Eurocopa

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Judô: Brasil bate Rússia e fatura o bronze por equipes no Mundial

Publicados

em


Neste domingo (13), em Budapeste, na Hungria, o Brasil conquistou a medalha de bronze na disputa por equipes mistas. Beatriz Souza (+70kg), Maria Portela (70kg), David Moura (+90kg) e Ketelyn Nascimento (57kg) venceram suas lutas e garantiram o terceiro pódio verde e amarelo no último dia de disputas. Com os bronzes de Maria Suelen Altheman e de Beatriz Souza, no individual, a equipe nacional iguala o desempenho do último Mundial (2019), com três bronzes.

Na primeira rodada, a equipe composta por Ketelyn Nascimento (57kg), Maria Portela (70kg), Maria Suelen Altheman (+70kg), Beatriz Souza (+70kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), Eduardo Yudy (90kg), Rafael Macedo (90kg) e David Moura (+90kg) venceu o Cazaquistão por 4 a 3. David Moura, Maria Suelen, Ketelyn Nascimento e Maria Portela garantiram os pontos brasileiros nesse duelo.

Nas quartas, o Brasil caiu para os judocas do Uzbequistão perdendo as quatro primeiras lutas. Na repescagem, a seleção nacional era obrigada a bater a Geórgia para seguir à disputa pelo bronze. E o time verde e amarelo conseguiu. Ketelyn bateu Eteri Liparteliani por waza-ari no Golden score; Tatalashvili empatou para a Geórgia com vitória sobre Eduardo Katsuhiro; Portela recuperou a vantagem brasileira, batendo Tchanturia nas punições; Rafael Macedo venceu o campeão mundial Avtandili Tchrikshvili com um belo ippon no golden; e Bia Souza não deu chances para Somkhishvili, jogando e imobilizando a adversária para marcar o quarto e definitivo ponto do Brasil.

No duelo valendo medalha, a Rússia saiu na frente com Denis Iartcev (73kg) sobre Eduardo Katsuhiro Barbosa. Depois, Maria Portela (70kg) passou pela judoca Liluashvili por ippon e empatou. Rafael Macedo (90kg) foi superado por Khusen Khalmurzaev. A partir daí, o Brasil venceu todas as lutas. Beatriz Souza (+70kg) contra Daria Vladimirova, David Moura sobre Alen Tskhovrebov e Ketelyn Nascimento confirmou a medalha ao bater Anastasiia Konkina.

Leia Também:  Olimpíada: confirmados brasileiros da maratona e da marcha atlética

Edição: Gustavo Faria

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA