ÁGUA BOA

Esportes

Fluminense perde, mas avança na Copa do Brasil

Publicado em

Esportes


Seja Sócio e receba conteúdos exclusivos, além de ter descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

O Fluminense perdeu por 2 a 1 para o RB Bragantino nesta quarta, em Bragança Paulista, mas confirmou a vaga nas oitavas da Copa do Brasil, após vencer o primeiro jogo, no Maracanã, por 2 a 0. O gol tricolor foi marcado por Nene, enquanto Hurtado, duas vezes, virou para o time da casa.

PRIMEIRO TEMPO

A primeira finalização tricolor foi logo no primeiro minuto. Gabriel Teixeira levou sozinho, arriscou, mas a bola subiu muito, pra fora. Aos 37, Nene cobrou escanteio, a bola foi desviada na área e sobrou no pé de Gabriel Teixeira, mas o jovem atacante escorou para fora. Aos 39, o melhor lance até então. Martinelli partiu com a bola desde o círculo central, limpou três marcadores e arriscou colocado de fora da área, mas a bola saiu por pouco. Seria um gol de placa no Nabi Abi Chedid.

SEGUNDO TEMPO

Aos 15 da segunda etapa, o golaço com a especialidade de Nene. Em uma falta que parecia estar longe demais para o remate direto, o camisa 77 não hesitou e arriscou. Na rede, para abrir o placar! O RB Bragantino empatou a partida com Hurtado aos 21. Aos 41, novo gol de Hurtado para o RB Bragantino.

  Sub-17| Fluminense empata com São Paulo e leva decisão para o Rio

Leia Também:  Corinthians recebe o Atlético-GO em primeiro jogo da terceira fase da Copa do Brasil

FICHA TÉCNICA

RB Bragantino x Fluminense

Copa do Brasil 2021

3ª Fase – Volta

09/06/2021, 21h30

Nabi Abi Chedid – Bragança Paulista/SP

Fluminense (1)

Marcos Felipe; Calegari, Manoel, Luccas Claro e Egídio; Martinelli, Yago Felipe e Nene (David Braz); Caio Paulista (Kayky), Gabriel Teixeira (Luiz Henrique) e Fred (Abel Hernández). Técnico: Roger Machado.

RB Bragantino (2)

Júlio César; Aderlan, Natan, Léo Ortiz e Luan Cândido; Jadsom, Lucas Evangelista (Ramires) e Pedrinho (Cuello); Artur, Ytalo (Chrigor) e Helinho (Hurtado). Técnico: Maurício Barbieri.

Cartões amarelos:  (RBB); (FLU)

Gols: Hurtado (2) (RBB); Nene (FLU)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio

Fonte: https://www.fluminense.com.br/noticia/fluminense-perde-mas-avanca-na-copa-do-brasil

COMENTE ABAIXO:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Judô: Brasil bate Rússia e fatura o bronze por equipes no Mundial

Publicados

em


Neste domingo (13), em Budapeste, na Hungria, o Brasil conquistou a medalha de bronze na disputa por equipes mistas. Beatriz Souza (+70kg), Maria Portela (70kg), David Moura (+90kg) e Ketelyn Nascimento (57kg) venceram suas lutas e garantiram o terceiro pódio verde e amarelo no último dia de disputas. Com os bronzes de Maria Suelen Altheman e de Beatriz Souza, no individual, a equipe nacional iguala o desempenho do último Mundial (2019), com três bronzes.

Na primeira rodada, a equipe composta por Ketelyn Nascimento (57kg), Maria Portela (70kg), Maria Suelen Altheman (+70kg), Beatriz Souza (+70kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), Eduardo Yudy (90kg), Rafael Macedo (90kg) e David Moura (+90kg) venceu o Cazaquistão por 4 a 3. David Moura, Maria Suelen, Ketelyn Nascimento e Maria Portela garantiram os pontos brasileiros nesse duelo.

Nas quartas, o Brasil caiu para os judocas do Uzbequistão perdendo as quatro primeiras lutas. Na repescagem, a seleção nacional era obrigada a bater a Geórgia para seguir à disputa pelo bronze. E o time verde e amarelo conseguiu. Ketelyn bateu Eteri Liparteliani por waza-ari no Golden score; Tatalashvili empatou para a Geórgia com vitória sobre Eduardo Katsuhiro; Portela recuperou a vantagem brasileira, batendo Tchanturia nas punições; Rafael Macedo venceu o campeão mundial Avtandili Tchrikshvili com um belo ippon no golden; e Bia Souza não deu chances para Somkhishvili, jogando e imobilizando a adversária para marcar o quarto e definitivo ponto do Brasil.

No duelo valendo medalha, a Rússia saiu na frente com Denis Iartcev (73kg) sobre Eduardo Katsuhiro Barbosa. Depois, Maria Portela (70kg) passou pela judoca Liluashvili por ippon e empatou. Rafael Macedo (90kg) foi superado por Khusen Khalmurzaev. A partir daí, o Brasil venceu todas as lutas. Beatriz Souza (+70kg) contra Daria Vladimirova, David Moura sobre Alen Tskhovrebov e Ketelyn Nascimento confirmou a medalha ao bater Anastasiia Konkina.

Leia Também:  Djokovic vence Tsitsipas e é campeão de Roland Garros

Edição: Gustavo Faria

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA