ÁGUA BOA

Esportes

Gama estreia na Série D com vitória sobre Jaraguá

Publicado em

Esportes


Na abertura do Grupo 5 da Série D do Campeonato Brasileiro, em partida transmitida nacionalmente pela TV Brasil, o Gama foi até o estádio Amintas de Freitas, em Jaraguá (Goiás), e derrotou a equipe da casa por 3 a 1. Elias, com dois gols, foi o destaque do confronto. Vitinho marcou o outro gol do Gama e Caio descontou para o Jaraguá.

O primeiro tempo foi movimentado e repleto de falhas das duas defesas. O Gama se aproveitou delas para abrir 2 a 0, com Vitinho, em saída do gol equivocada do goleiro Fabrício, e Elias, após a zaga adversária não conseguir afastar cruzamento da direita. Também em uma falha, desta vez da zaga do Gama, Caio completou cruzamento rasteiro da esquerda para diminuir para o Jaraguá no final da primeira etapa.

No segundo tempo, saiu apenas mais um gol, mas sem falhas das defesas. Elias recebeu na entrada na área e finalizou com categoria no ângulo direito para marcar um belo gol e ampliar a vantagem dos visitantes para 3 a 1. O time do Distrito Federal conseguiu segurar o placar para estrear com o pé direito na Série D.

Outros resultados de partidas da Série D:

Grupo 2
Guarany de Sobral 1 x 0 Paragominas
Juventude-MA 0 x 0 4 de Julho

Leia Também:  Pia avalia como "algo muito sério" acusação de assédio contra Caboclo

Grupo 3
América-RN 1 x 0 Central
Sousa 2 x 1 Atlético-CE

Grupo 4
Bahia de Feira de Santana 1 x 1 Sergipe

Grupo 5
Brasiliense 1 x 1 Goianésia

Grupo 7
Bangu 1 x 2 Santo André

Grupo 8
Cascavel 3 x 3 Joinville

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Judô: Brasil bate Rússia e fatura o bronze por equipes no Mundial

Publicados

em


Neste domingo (13), em Budapeste, na Hungria, o Brasil conquistou a medalha de bronze na disputa por equipes mistas. Beatriz Souza (+70kg), Maria Portela (70kg), David Moura (+90kg) e Ketelyn Nascimento (57kg) venceram suas lutas e garantiram o terceiro pódio verde e amarelo no último dia de disputas. Com os bronzes de Maria Suelen Altheman e de Beatriz Souza, no individual, a equipe nacional iguala o desempenho do último Mundial (2019), com três bronzes.

Na primeira rodada, a equipe composta por Ketelyn Nascimento (57kg), Maria Portela (70kg), Maria Suelen Altheman (+70kg), Beatriz Souza (+70kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), Eduardo Yudy (90kg), Rafael Macedo (90kg) e David Moura (+90kg) venceu o Cazaquistão por 4 a 3. David Moura, Maria Suelen, Ketelyn Nascimento e Maria Portela garantiram os pontos brasileiros nesse duelo.

Nas quartas, o Brasil caiu para os judocas do Uzbequistão perdendo as quatro primeiras lutas. Na repescagem, a seleção nacional era obrigada a bater a Geórgia para seguir à disputa pelo bronze. E o time verde e amarelo conseguiu. Ketelyn bateu Eteri Liparteliani por waza-ari no Golden score; Tatalashvili empatou para a Geórgia com vitória sobre Eduardo Katsuhiro; Portela recuperou a vantagem brasileira, batendo Tchanturia nas punições; Rafael Macedo venceu o campeão mundial Avtandili Tchrikshvili com um belo ippon no golden; e Bia Souza não deu chances para Somkhishvili, jogando e imobilizando a adversária para marcar o quarto e definitivo ponto do Brasil.

No duelo valendo medalha, a Rússia saiu na frente com Denis Iartcev (73kg) sobre Eduardo Katsuhiro Barbosa. Depois, Maria Portela (70kg) passou pela judoca Liluashvili por ippon e empatou. Rafael Macedo (90kg) foi superado por Khusen Khalmurzaev. A partir daí, o Brasil venceu todas as lutas. Beatriz Souza (+70kg) contra Daria Vladimirova, David Moura sobre Alen Tskhovrebov e Ketelyn Nascimento confirmou a medalha ao bater Anastasiia Konkina.

Leia Também:  Leão prepara primeiro jogo do Brasileirão 2021 em casa

Edição: Gustavo Faria

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA