ÁGUA BOA

Esportes

Judô: com adversários definidos, Brasil estreia nesta sexta em Tóquio

Publicado em

Esportes


Os adversários dos judocas brasileiros rumo ao pódio da Olimpíada de Tóquio (Japão) foram revelados na manhã desta quinta-feira (22) após sorteio das chaves nas 14 categorias em disputa, realizado pela Federação Internacional de Judô (IJF, sigla em inglês). O Brasil estreia no tatame já nesta sexta-feira (23), às 23h (horário de Brasília), com os pesos ligeiros Eric Takabatake (60kg/masculino) e Gabriela Chibana (48kg/feminino). A competição do judô prossegue até 31 de julho, com luta de uma categoria por dia, no masculino e no feminino. As lutas ocorrerão no Nippon Budokan, uma arena localizada no Parque Kitanomar, na capital japonesa.  

Ao todo, 13 judocas representam o país em Tóquio 2020.Três deles só estrearão na segunda rodada. É o caso do peso pesado Rafael Silva (acima de 100 quilos), medalha de bronze nos Jogos de Londres (2012) e Rio 2016. No feminino, Mayara Aguiar, bicampeã mundial e bronze (Londres e Rio) e Maria Suelen Altheman, ambas na categoria acima de 78 kg, também folgam na primeira rodada. 

Leia Também:  Vasco vence Confiança (SE) e chega à 6ª posição na Série B

Para chegar ao fase final da competição os judocas terão de avançar, pelo menos, até as quartas de final. A partir daí, quem vencer vai às seminfinais, e os demais caem para a repescagem pela medalha de bronze. Os que passarem, vão competir por um dos dois bronzes, em todos os pesos. 

Confrontos individuais

Feminino

48kg – Gabriela Chibana x Harriet Bonface (Malawi)

52kg – Larissa Pimenta x Agata Perenc (Polônia) 

63kg – Ketleyn Quadros x Cergia David (Honduras)

70kg – Maria Portela x Nigara Shaheen (Time de Refugiados)

78kg – Mayra Aguiar (Bye) – Espera vencedora de Munkhtsetseg Otgon (Mongólia) x Inbal Lanir (Israel)

+78kg – Maria Suelen Altheman (Bye) – Espera vencedora de Anamari Velensek (Eslovênia) x Nina Cutro-Kelly (EUA)

Masculino

60kg – Eric Takabatake x Soukphaxay Sithisane (Laos)

66kg – Daniel Cargnin x Mohamed Abdelmawgoud (Egito)

73kg – Eduardo Barbosa x Guillaume Chaine (França)

81kg – Eduardo Yudy x Sagi Muki (Israel)

90kg – Rafael Macedo x Islam Bozbayev (Cazaquistão)

100kg – Rafael Buzacarini x Toma Nikiforov (Bélgica)

Leia Também:  Renato Gaúcho é apresentado oficialmente como técnico do Flamengo

+100kg – Rafael Silva Baby (Bye) – Espera o vencedor de Ushangi Kokauri (Azerbaijão) x Mathias Sarnacki (Polônia) 

Sorteio da competição por equipes: 

Cabeça de chave número 3 – atrás de Japão e França – o Brasil saiu de bye na primeira rodada e estreará contra o vencedor de Holanda x Uzbequistão.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

São Bento vence Madureira, encerra jejum e vence a 1ª na Série D

Publicados

em


Após oito jogos de jejum, o São Bento-SP, enfim, venceu a primeira na Série D do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (31), o Bentão superou o Madureira-RJ por 2 a 1 no estádio Aniceto Moscoso, popularmente conhecido por Comendador Souza, na zona norte do Rio de Janeiro, pela nona rodada da competição.

O clube paulista subiu para oito pontos e voltou a sonhar com uma das quatro vagas do Grupo 7 à segunda fase da Série D. São três pontos de diferença para o Cianorte-PR, quarto colocado e que fecha a zona de classificação, mas que ainda vai a campo pela rodada neste domingo (1º), contra o Santo André-SP, no estádio Albino Turbay, em Cianorte (PR), às 16h (horário de Brasília).

Os cariocas, com 13 pontos, ocupam o terceiro lugar da chave, mas podem ser ultrapassados justamente pelo Cianorte. O Tricolor Suburbano, que encerrou o primeiro turno da fase de grupos invicto, sofreu a segunda derrota consecutiva na competição.

O primeiro tempo foi de poucas emoções, muitos erros de passe, faltas e cartões (foram quatro, sendo três nos primeiros 15 minutos). Na única chance real, aos 17 minutos, o lateral Juninho Monteiro cruzou por baixo, pela esquerda, a bola quicou no gramado irregular e atrapalhou o atacante Índio, que – sem ângulo e na pequena área – acertou a trave esquerda.

Leia Também:  Renato Gaúcho é apresentado oficialmente como técnico do Flamengo

A etapa final foi diferente. Aos três minutos, o atacante Judson foi lançado na entrada da área pela esquerda, cortou o lateral Léo Barboza, mas arrematou por cima do gol do Madureira. No lance seguinte, Eduardo entrou na área pela esquerda e cruzou rasteiro para o também atacante Sampaio se antecipar à zaga e ao goleiro do São Bento para abrir o placar.

A resposta paulista veio aos 17 minutos. Juninho Monteiro ganhou a disputa de cabeça na área com Anderson Cavalo, mas afastou nos pés do também atacante Kayan, que matou a bola no peito e chutou da linha da área, marcando um golaço. O gol acuou os cariocas e animou os visitantes, que seguiram no ataque e chegaram à virada aos 38 minutos. O atacante Ayrton avançou pela direita, deixando a marcação do Tricolor para trás, e rolou à esquerda, na saída do goleiro, para o meia Kadu – mesmo escorregando – colocar o Bentão à frente.

Nos minutos finais, o técnico do São Bento, Paulo Roberto Santos foi expulso por reclamação e foi até o meio do gramado discutir com o árbitro Marcel Phillipe Santos Martins. Mesmo sem o treinador, a equipe de Sorocaba (SP) conseguiu administrar a vantagem para conquistar a primeira vitória na competição.

Leia Também:  Djokovic é derrotado por Zverev e dá adeus ao ouro olímpico em Tóquio

As duas equipes têm duelos estaduais na próxima rodada da Série D. No sábado que vem (7), às 16h, o São Bento recebe a Portuguesa-SP no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. No outro domingo (8), às 15h, o Madureira faz o clássico contra o Bangu em Moça Bonita, zona oeste do Rio de Janeiro.

Edição: Márcio Parente

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA