ÁGUA BOA

Esportes

Olimpíada: Marcus Tatá fala dos treinos da seleção de handebol

Publicado em

Esportes


A seleção brasileira masculina de handebol estreia na Olimpíada na próxima sexta-feira (23) a partir das 21h (horário de Brasília), contra a Noruega no ginásio Nacional Yoyogi. E dois dias antes da partida, a equipe chegou à Vila Olímpica, em Tóquio, nesta quarta-feira (21).

“A chegada aqui foi uma mudança de ares. Existia uma expectativa muito grande por esse momento. Passamos por Rio Maior, em Portugal, depois fomos para a Alemanha e seguimos para Ota, já aqui no Japão. Estar aqui é outro clima. Os atletas já se sentem verdadeiramente dentro da competição”, declarou o técnico Marcus Tatá.

Além disso, o treinador também comentou o processo de preparação da equipe: “Acredito que foi um período muito bom. Claro que eu, como treinador, sempre quero algo mais, busco algo mais e espero algo mais. Mas isso é normal. Os treinadores sempre buscam ir além com seu grupo. Mas preciso dizer que foi tudo dentro do planejado. Disputamos um Pré-Olímpico, treinamos e jogamos em Portugal, disputamos torneio na Alemanha, trabalhamos em Ota. Neste período, o foco foi a parte física e técnica. Nesta reta final, estamos ajustando o tático para melhorar ainda mais nosso jogo em grupo. Além disso, temos trabalhado com vídeo dos adversários e apresentando estudos bem aprofundados sobre cada um deles para que possamos jogar bem em quadra”.

Leia Também:  Corinthians goleia o Santo André Intelli pela LNF: 5 a 2

A equipe masculina de handebol do Brasil garantiu a vaga nos Jogos de Tóquio com uma vitória sobre o Chile, em março, durante o Pré-Olímpico. No Japão, a seleção estará no Grupo A ao lado de Argentina, Espanha, Alemanha, França e Noruega. Após enfrentar o país nórdico na estreia, o Brasil pega a França no dia 25, a Espanha no dia 28, a Argentina no dia 29 e a Alemanha no dia 1º de agosto.

Na Olimpíada, serão 12 países divididos em duas chaves de seis times. Os quatro mais bem colocados de cada grupo avançam às quartas, e a disputa segue até a grande decisão da medalha de ouro, prevista para 7 de agosto.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Olimpíada: no hipismo CCE, Brasil fecha adestramento em 11º

Publicados

em


O cavaleiro Carlos Parro, montando Goliath, fechou a participação nacional no adestramento do hipismo Concurso Completo de Equitação (CCE) na Olimpíada de Tóquio (Japão). Na noite desta sexta-feira (30), no Parque Equestre, o brasileiro ficou com -36,10 pontos, 63,9% de aproveitamento.

No final dessa etapa, o Brasil encontra-se em 11º lugar com -103 pontos, computando também os resultados de Marcelo Tosi e Genfly, -39,10 pontos, 38,5%, e do conjunto Rafael Losano com Fuiloda G, -36 pontos.

A Grã Bretanha lidera com -78,30 pontos, seguida pela Alemanha (-80,40 pontos) e Nova Zelândia (-86,40 pontos), entre um total de 15 países.

A 2ª fase do Concurso Completo começa com o cross-country, nesse sábado (31), a partir das 19h45 (horário de Brasília), com 63 participantes. Na segunda-feira (2) acontece a prova de salto final por equipes e no individual, a partir das 5h, com 25 participantes.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Fora de casa, o Goias vence o Botafogo por 2 a 0, e volta ao G4
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA