ÁGUA BOA

Esportes

Palmeiras é superado pelo CRB-AL nas penalidades pela Copa do Brasil

Publicado em

Esportes


Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

Palmeiras e CRB se enfrentaram pela oitava vez na história – a terceira tendo o Verdão como mandante (este foi o primeiro revés do Verdão em seus domínios: venceu por 7 a 0 o primeiro jogo em casa, em 1984, pelo Brasileiro, empatou o segundo por 1 a 1, em 2003, pela Série B do Brasileiro e, nesta noite, perdeu por 1 a 0). Apesar de já terem se enfrentado por duas divisões do Nacional e também em um amistoso (primeiro duelo travado entre os clubes, em 1970, que terminou com vitória palmeirense por 1 a 0), foi em 2021, mais especificamente na semana passada, que as agremiações disputaram um jogo de Copa do Brasil pela primeira vez – este, portanto, foi o segundo jogo pela competição disputado pelas equipes.

Apesar da eliminação, o retrospecto do Verdão em jogos de mata-mata no Allianz Parque continua ótimo. Inaugurada em 2014, a arena alviverde já foi palco de duas conquistas de Copa do Brasil do Verdão (2015 e 2020) e, ao todo, o Alviverde disputou 19 jogos da competição nela, tendo sido superado duas vezes com hoje (a outra havia sido para o Cruzeiro, no jogo de ida das semifinais de 2018). Nos outros 18 jogos (já com o de hoje), o Maior Campeão do Brasil obteve 11 vitórias e seis empates em sua casa.

A arena do Verdão, aliás, por qualquer competição (Copa do Brasil, Libertadores e Paulista), já recebeu 22 jogos decisivos cujo duelo de volta acontecia na casa palmeirense. Deste total, na grande maioria das vezes o Verdão saiu vencedor (17), avançando de fase ou conquistando o título, contra apenas cinco vezes em que ficou pelo caminho ou com o vice-campeonato com o jogo de hoje.

  Abel Ferreira analisa duelo com Defensa y Justicia e elogia jogadores: ‘Orgulho tremendo’

Leia Também:  Com dois de Angel Romero, Paraguai estreia na Copa América com vitória

E levando em conta apenas a Copa do Brasil neste cenário, foram dez duelos decisivos no Allianz Parque com o desta noite, dos quais o Verdão saiu classificado ou campeão em oito deles – neste quesito, considera-se apenas os jogos disputados no Allianz que, de fato, valeriam a classificação (portanto, o segundo duelo de eventuais confrontos de ida e volta e também jogos únicos de caráter eliminatório).

O primeiro duelo decisivo em que o Palmeiras se deu bem em sua casa justamente em um jogo de Copa do Brasil, em 12/05/2015, contra o Sampaio Corrêa-MA: o Palmeiras venceu por 5 a 1 no Allianz e se classificou para a terceira fase do Nacional (fase esta que precedia as oitavas de final), edição do torneio da qual sairia como o grande campeão.

Já a vitória mais recente foi a vitória sobre o Grêmio, na final da Copa do Brasil 2020, disputada em 07 março de 2021, que rendeu ao Alviverde o seu 4º caneco da competição, com gols de Wesley e Gabriel Menino.

Pela Copa do Brasil, de forma geral, Esta é a 26ª participação do Palmeiras na Copa do Brasil. A primeira do clube foi em 1992, quando chegou às semifinais. Em 1996, alcançou as finais pela primeira vez e ficou com o vice. Em 1998, 2012 (invicto), 2015 e 2020 (invicto), sagrou-se campeão.

Ao longo das 26 participações, o Alviverde disputou um total de 86 confrontos eliminatórios ou valendo o título, alguns em jogo único e a maioria em partidas de ida e volta. Em 64 ocasiões, obteve a classificação (ou levantou a taça), ficando pelo caminho (ou com a medalha de prata) 22 vezes.

O JOGO

Claramente superior nos dois tempos, finalizando muito mais vezes do que o adversário (33×12), o Verdão não deu a sorte de a bola entrar, enquanto o CRB, em suas poucas chances, materializou em gol. Com a vitória por 1 a 0 fora e o revés em casa pelo mesmo placar, o duelo foi decidido nos pênaltis.

Vale destacar os retornos de Weverton (que estava com a Seleção Brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022) e o lateral Marcos Rocha, antes lesionado, que entrou no segundo tempo.

  João Martins comanda treinos técnicos do Palmeiras

Leia Também:  Copa América: Colômbia convoca lateral argentino Fabra e corta Moreno

PENALIDADES

Diego Torres, do CRB, cobrou o primeiro pênalti e converteu: o argentino chutou de pé esquerdo, Weverton caiu para o canto certo, tocou na bola, mas nao conseguiu evitar (Palmeiras 0x1 CRB). Willian cobrou a primeira do Verdão, de pé direito, e vazou Diogo Silva, no canto esquerdo, enquanto o arqueiro rival caiu para o outro lado (Palmeiras 1×1 CRB). Guilherme Romão bateu no travessão para o CRB o Verdão ficou em vantagem (Palmeiras 1×1 CRB). Na segunda do Verdão, Gustavo Scarpa fez o do Verdão, de pé esquerdo, e deixou o Aliverde na frente, na gaveta, e o goleiro ficou parado (Palmeiras 2×1 CRB). Hyuri cobrou a terceira no meio e marcou (Palmeiras 2×2 CRB). Lucas Lima bateu o terceiro do Verdão no canto direito, e, por sua vez, o tiro parou no goleiro Diogo Silva (Palmeiras 2×2 CRB). Tudo igual. Na quarta penalidade do CRB, Reginaldo Lopes cobrou e eis que brilha a estrela de Weverton, no canto direito (Palmeiras 2×2 CRB). Breno Lopes foi na cobrança para deixar o Palmeiras em cobrança, mas parou em Diogo Silva (Palmeiras 2×2 CRB), após quatro batidas para cada lado. Na quinta cobrança, Dudu do CRB cobrou e desperdiçou, por cima do travessão (Palmeiras 2×2 CRB). Ficou, portanto, ao encargo de Luiz Adriano a chance de fazer o gol da penalidade decisiva. Entretanto, o camisa chutou no travessão, e então a disputa foi para as disputas alternadas (Palmeiras 2×2 CRB).

Nas alternadas, Carlos Jatobá cobrou a primeira do CRB, e converteu (Palmeiras 2×3 CRB). Já pelo lado do Verdão, Victor Luis fez o do Verdão, mantendo o Alviverde vivo, e fez o dele! (Palmeiras 3×3 CRB). Na sétima cobrança do CRB, Diogo Silva cobrou e marcou (Palmeiras 3×4 CRB). Já na sétima penalidade do Verdão, partiu Marcos Rocha para a cobrança, que parou em Diogo Silva (Palmeiras 3×5 CRB).

Fonte: https://www.palmeiras.com.br/pt-br/noticias/palmeiras-e-superado-pelo-crb-al-nas-penalidades-pela-copa-do-brasil/

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Botafogo empata com Londrina pelo Serie B

Publicados

em


Em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro Série B, o Botafogo empatou com o Londrina por 2 a 2, na noite desta quinta-feira (17/06), no Estádio do Café, em Londrina. Rafael Navarro e Luis Oyama foram os autores dos gols alvinegros na partida.

Com o resultado, o Glorioso ocupa a terceira colocação na tabela de classificação com 8 pontos. O próximo compromisso será contra o Náutico, no domingo (20/06), às 16h, no Estádio dos Aflitos.

O JOGO

Embalado após duas vitórias seguidas no Rio de Janeiro, a equipe de Marcelo Chamusca foi para Londrina em busca de mais três pontos e do primeiro triunfo fora de casa. Do outro lado, o Tubarão buscava sua primeira vitória na competição.

A partida começou movimentada com uma oportunidade para cada lado. O time da casa teve a primeira chance. Ricardo Luz, aos 5 minutos, levantou bola na área, Douglas tirou no susto e a zaga alvinegra afastou no segundo momento.

Já na chegada alvinegra, o Fogão mostrou efetividade e tratou de inaugurar o logo o placar. Aos 8, Chay cobrou falta na área e Rafael Navarro antecipou a defesa adversária para mandar para o fundo das redes. Belo gol de cabeça do cria. Londrina 0 x 1 Botafogo.

  Botafogo-SP começa melhor, mas termina em empate de 1 a 1 com Juventude

Leia Também:  Flamengo vence Coritiba e está nas oitavas da Copa do Brasil

Em vantagem, o Botafogo não relaxou e seguiu fazendo um jogo bastante equilibrado. Explorando o contra-ataque, a equipe alvinegra chegou mais uma vez aos 17. Navarro puxou o contra-golpe em velocidade por dentro e tocou para Marco Antônio. O meia chutou para fora.

Mais para o final da etapa inicial, o confronto ficou bem truncado no meio de campo. Entretanto, o Alvinegro se manteve seguro e pouco sofreu com as ações ofensivas do Londrina. Douglas Borges pouco foi exigido. Chay, aos 40, ainda teve mais uma chegada e acabou fazendo um cruzamento forte que passou por toda área.

Na volta do intervalo, o Londrina precisou aumentar a rotação para sair da desvantagem e apostou nas bolas paradas para pressionar. Em uma sequência de escanteios no início do segundo tempo, a equipe da casa conseguiu o empate. Tárik, aos 8, deixou tudo igual.

Para voltar a ficar na frente, o Alvinegro foi para cima. Warley, aos 12, parou na boa defesa de Dalton. Aos 18, foi a vez de Chay quase marcar após um lindo chute colocado, que por pouco na encobriu o arqueiro. Navarro também teve a sua chance de marcar o segundo, após cruzamento de Marco Antônio. o Camisa 99 mergulhou de pexinho mas a bola balançou a rede pelo lado de fora.

  Juventude retorna ao G-4 da Série B após derrotar a Ponte Preta fora de casa

Leia Também:  Copa América: Colômbia convoca lateral argentino Fabra e corta Moreno

A pressão surtiu efeito e o tento alvinegro veio aos 26. Em boa trama ofensiva, Marco Antônio deixou Oyama na boa para recolocar o Glorioso na frente. 1 x 2. Mais uma vez atrás, o Londrina veio para o abafa no final do jogo e conseguiu empatar mais uma fez. Aos 42, Júnior Pirambu aproveitou o rebote e igualou tudo novamente.

Fim de jogo. Tudo igual em Londrina e um ponto a mais na conta do Botafogo em busca do acesso à Série A.

Botafogo: Douglas Borges; Warley, Kanu, Gilvan e Paulo Victor; Luis Oyama (Ricardinho), Pedro Castro e Marco Antônio (Barreto); Ronald (Daniel Borges), Chay (Diego Gonçalves) e Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Marcelo Chamusca

Fabio de Paula 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA