ÁGUA BOA

Esportes

Palmeiras vence por 1 a 0 e larga na frente por avanço de fase na Copa do Brasil

Publicado em

Esportes


Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

O duelo foi disputado no Estádio Rei Pelé, palco de um título nacional do Verdão: em 2000, o Palmeiras conquistou a Copa do Campeões diante do Sport justamente no Estádio Rei Pelé; aquele torneio foi um dos 14 nacionais conquistados pelo Maior Campeão do Brasil; os outros são os dez Brasileiros, de 1960, 1967 (duas vezes), 1969, 1972, 1973, 1993, 1994, além das quatro Copas do Brasil, de 1998, 2012, 2015 e 2020.

  Palmeiras x Internacional de Limeira: números, estatísticas e curiosidades da partida

Leia Também:  Botafogo encerra os treino para enfrente o Remo pela Serie B

No Estádio Rei Pelé, aliás, o Verdão tem retrospecto favorável e, hoje, melhorou ainda mais seus números no local. Nesta cancha, foram disputados 12 jogos, com oito vitórias palestrinas, dois empates e dois reveses sofridos (15 gols marcados e seis sofridos).

Rivais desde 1970, quando se enfrentaram pela primeira vez em partida amistosa, em 01 de março daquele ano, vitória palmeirense por 1 a 0, com gol de Serginho, no Estádio Severiano Gomes Filho (Pajuçara), em Maceió (AL), as equipes já se cruzaram também pelo Campeonato Brasileiro, quatro vezes, entre 1972 e 1984, e também pela Série B do Brasileirão, em 2003, quando se enfrentaram pela última vez. Este foi o primeiríssimo jogo pela Copa do Brasil.

Entrou em campo pela primeira vez em 1972, justamente contra o CRB e venceu por 3 a 1, com gols de Ademir da Guia, duas vezes, e Nei. Já o último revés do Verdão no estádio (sofreu apenas dois no total, em 11 jogos) foi em 1986 e, desde então, acumula invencibilidade de seis jogos no local (quatro vitórias e dois empates).

  Atacante Borja, emprestado pelo Palmeiras se destaca na Colômbia e desperta interesse de clube turco

Leia Também:  Brasil cai para China; segunda derrota do vôlei na Liga das Nações

O Palmeiras volta a entrar em campo no próximo domingo (06), pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, contra a Chapecoense, no Allianz Parque, às 18h15. Em seguida, no dia 09 (próxima quarta-feira), o Alviverde recebe o CRB pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, antes de enfrentar o Corinthians no sábado (12/06), às 19h, também no Allianz Parque.

Fonte: https://www.palmeiras.com.br/pt-br/noticias/palmeiras-vence-por-1-a-0-e-larga-na-frente-por-avanco-de-fase-na-copa-do-brasil/

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Judô: Brasil bate Rússia e fatura o bronze por equipes no Mundial

Publicados

em


Neste domingo (13), em Budapeste, na Hungria, o Brasil conquistou a medalha de bronze na disputa por equipes mistas. Beatriz Souza (+70kg), Maria Portela (70kg), David Moura (+90kg) e Ketelyn Nascimento (57kg) venceram suas lutas e garantiram o terceiro pódio verde e amarelo no último dia de disputas. Com os bronzes de Maria Suelen Altheman e de Beatriz Souza, no individual, a equipe nacional iguala o desempenho do último Mundial (2019), com três bronzes.

Na primeira rodada, a equipe composta por Ketelyn Nascimento (57kg), Maria Portela (70kg), Maria Suelen Altheman (+70kg), Beatriz Souza (+70kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), Eduardo Yudy (90kg), Rafael Macedo (90kg) e David Moura (+90kg) venceu o Cazaquistão por 4 a 3. David Moura, Maria Suelen, Ketelyn Nascimento e Maria Portela garantiram os pontos brasileiros nesse duelo.

Nas quartas, o Brasil caiu para os judocas do Uzbequistão perdendo as quatro primeiras lutas. Na repescagem, a seleção nacional era obrigada a bater a Geórgia para seguir à disputa pelo bronze. E o time verde e amarelo conseguiu. Ketelyn bateu Eteri Liparteliani por waza-ari no Golden score; Tatalashvili empatou para a Geórgia com vitória sobre Eduardo Katsuhiro; Portela recuperou a vantagem brasileira, batendo Tchanturia nas punições; Rafael Macedo venceu o campeão mundial Avtandili Tchrikshvili com um belo ippon no golden; e Bia Souza não deu chances para Somkhishvili, jogando e imobilizando a adversária para marcar o quarto e definitivo ponto do Brasil.

No duelo valendo medalha, a Rússia saiu na frente com Denis Iartcev (73kg) sobre Eduardo Katsuhiro Barbosa. Depois, Maria Portela (70kg) passou pela judoca Liluashvili por ippon e empatou. Rafael Macedo (90kg) foi superado por Khusen Khalmurzaev. A partir daí, o Brasil venceu todas as lutas. Beatriz Souza (+70kg) contra Daria Vladimirova, David Moura sobre Alen Tskhovrebov e Ketelyn Nascimento confirmou a medalha ao bater Anastasiia Konkina.

Leia Também:  Brasil cai para China; segunda derrota do vôlei na Liga das Nações

Edição: Gustavo Faria

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA