ÁGUA BOA

Esportes

Prata na Rio 2016, Fábio Bordignon conquista índice à Paralimpíada

Publicado em

Esportes


Mais um velocista atingiu índice para representar a seleção brasileira de atletismo na Paralimpíada de Tóquio (Japão). Nesta quarta-feira (9), Fábio Bordignon não só estabeleceu a marca nos 100 metros da classe T35 (paralisia cerebral) como quebrou o recorde das Américas da prova, que era dele próprio, cravando 12s40 no segundo dia da seletiva paralímpica da modalidade, realizada no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

Até sábado (12), o evento é voltado aos velocistas. A partir da próxima terça-feira (15), será a vez dos atletas de provas longas e de campo, além do salto em distância. As disputas prosseguem nesta quinta-feira.

“É muito gratificante voltar a correr e alcançar o índice para Tóquio. Com toda certeza, para mim, é uma superação de tudo que aconteceu, pandemia, estou voltando de lesão, tive coronavírus. Voltei a treinar recentemente e agradeço ao meu clube Andef [Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos], o professor Amaury [Veríssimo, técnico chefe do atletismo] por todo suporte”, disse Bordignon, ao site oficial do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Leia Também:  Copa do Brasil: Flu visita Bragantino em busca de vaga nas oitavas

Será a terceira participação paralímpica do velocista, sendo a segunda na atual modalidade. Nos Jogos de Londres (Reino Unido), em 2012, ele competiu no futebol de 7, modalidade voltada a atletas com paralisia cerebral. Quatro anos depois, no Rio de Janeiro, já no atletismo, foi medalhista de prata nos 100m e nos 200m.

Na última terça-feira (8), primeiro dia da seletiva, os velocistas Christian Gabriel da Costa, da classe T37 (paralisia cerebral), e Thomaz Moraes, da T47 (amputados de braço), obtiveram índices nos 100m e nos 400m, respectivamente. Assim como eles, Bordignon também aguarda o fim da seletiva, no próximo dia 19, e a convocação do CPB para confirmarem as vagas.

Ainda nesta quarta, Alan Fonteles bateu o recorde das Américas da classe T62 (amputados de membros inferiores com prótese) nos 100m, com tempo de 11s25. O velocista, porém, não atingiu o índice paralímpico da prova (10s68).

Edição: Marcio Parente

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Botafogo empata com Londrina pelo Serie B

Publicados

em


Em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro Série B, o Botafogo empatou com o Londrina por 2 a 2, na noite desta quinta-feira (17/06), no Estádio do Café, em Londrina. Rafael Navarro e Luis Oyama foram os autores dos gols alvinegros na partida.

Com o resultado, o Glorioso ocupa a terceira colocação na tabela de classificação com 8 pontos. O próximo compromisso será contra o Náutico, no domingo (20/06), às 16h, no Estádio dos Aflitos.

O JOGO

Embalado após duas vitórias seguidas no Rio de Janeiro, a equipe de Marcelo Chamusca foi para Londrina em busca de mais três pontos e do primeiro triunfo fora de casa. Do outro lado, o Tubarão buscava sua primeira vitória na competição.

A partida começou movimentada com uma oportunidade para cada lado. O time da casa teve a primeira chance. Ricardo Luz, aos 5 minutos, levantou bola na área, Douglas tirou no susto e a zaga alvinegra afastou no segundo momento.

Já na chegada alvinegra, o Fogão mostrou efetividade e tratou de inaugurar o logo o placar. Aos 8, Chay cobrou falta na área e Rafael Navarro antecipou a defesa adversária para mandar para o fundo das redes. Belo gol de cabeça do cria. Londrina 0 x 1 Botafogo.

  Botafogo-SP começa melhor, mas termina em empate de 1 a 1 com Juventude

Leia Também:  Com bahia pela frente, Colorado trabalha no CT

Em vantagem, o Botafogo não relaxou e seguiu fazendo um jogo bastante equilibrado. Explorando o contra-ataque, a equipe alvinegra chegou mais uma vez aos 17. Navarro puxou o contra-golpe em velocidade por dentro e tocou para Marco Antônio. O meia chutou para fora.

Mais para o final da etapa inicial, o confronto ficou bem truncado no meio de campo. Entretanto, o Alvinegro se manteve seguro e pouco sofreu com as ações ofensivas do Londrina. Douglas Borges pouco foi exigido. Chay, aos 40, ainda teve mais uma chegada e acabou fazendo um cruzamento forte que passou por toda área.

Na volta do intervalo, o Londrina precisou aumentar a rotação para sair da desvantagem e apostou nas bolas paradas para pressionar. Em uma sequência de escanteios no início do segundo tempo, a equipe da casa conseguiu o empate. Tárik, aos 8, deixou tudo igual.

Para voltar a ficar na frente, o Alvinegro foi para cima. Warley, aos 12, parou na boa defesa de Dalton. Aos 18, foi a vez de Chay quase marcar após um lindo chute colocado, que por pouco na encobriu o arqueiro. Navarro também teve a sua chance de marcar o segundo, após cruzamento de Marco Antônio. o Camisa 99 mergulhou de pexinho mas a bola balançou a rede pelo lado de fora.

  Juventude retorna ao G-4 da Série B após derrotar a Ponte Preta fora de casa

Leia Também:  Juventude e Palmeiras duelam em Caxias do Sul pelo Brasileiro

A pressão surtiu efeito e o tento alvinegro veio aos 26. Em boa trama ofensiva, Marco Antônio deixou Oyama na boa para recolocar o Glorioso na frente. 1 x 2. Mais uma vez atrás, o Londrina veio para o abafa no final do jogo e conseguiu empatar mais uma fez. Aos 42, Júnior Pirambu aproveitou o rebote e igualou tudo novamente.

Fim de jogo. Tudo igual em Londrina e um ponto a mais na conta do Botafogo em busca do acesso à Série A.

Botafogo: Douglas Borges; Warley, Kanu, Gilvan e Paulo Victor; Luis Oyama (Ricardinho), Pedro Castro e Marco Antônio (Barreto); Ronald (Daniel Borges), Chay (Diego Gonçalves) e Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Marcelo Chamusca

Fabio de Paula 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA