ÁGUA BOA

Esportes

Rebeca Andrade busca primeira medalha olímpica da ginástica feminina

Publicado em

Esportes


A carreira de Rebeca Andrade tem sido marcada por lesões, mas na próxima quinta-feira (29) ela terá a chance de conquistar a primeira medalha olímpica da ginástica artística feminina do Brasil ao disputar a final da prova do individual geral.

Há duas oportunidades adicionais de medalha para a jovem de 22 anos nas finais dos aparelhos, após ficar em terceiro lugar no salto e em quarto no exercício de solo na etapa de qualificação.

Rebeca viajou para os Jogos de Tóquio sem a equipe feminina do Brasil, que não conseguiu se classificar após disputar quatro edições consecutivas dos Jogos Olímpicos. Além de Rebeca, a também brasileira Flavia Saraiva, de 21 anos, garantiu vaga na final da trave.

Não tem sido um caminho fácil para Rebeca, que, em meados de 2019, rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho pela terceira vez em quatro anos. Essas lesões a mantiveram fora de três dos quatro campeonatos mundiais que ela competiria.

A brasileira permaneceu focada em Tóquio, conseguindo um retorno forte no início de 2020 para um evento da Copa do Mundo classificatório para a Olimpíada, mas os Jogos acabaram adiados por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Apesar de ter que treinar por algum tempo em Portugal devido às restrições impostas no Brasil por causa da pandemia, Rebeca garantiu sua passagem individual para Tóquio no mês passado com uma vitória no individual geral do Campeonato Pan-Americano de ginástica.

Leia Também:  Vasco derrota o Brusque na Série B com golaço de Nenê

“Obrigada por todo trabalho duro e nada fácil, obrigada por toda energia positiva, obrigada por acreditarem em mim a todo custo”, disse ela, animada, a seus fãs no Instagram no mês passado, acompanhada de uma foto de um salto de celebração.

Rebeca Andrade se classificou para a final do individual geral em Tóquio em segundo lugar, atrás da favorita norte-americana Simone Biles, que desistiu da competição para se concentrar em sua saúde mental.

A norte-americana Sunisa Lee, que se classificou em terceiro lugar, estará entre as maiores adversárias da brasileira, juntamente com a dupla russa Angelina Melnikova e Vladislava Urazova. Essas quatro terminaram muito próximas na pontuação durante a qualificação.

Se Rebeca conseguir o ouro na quinta-feira, ela será a campeã feminina mais velha do individual geral nas Olimpíadas desde 1968, já que todas as vencedoras desde então tinham menos de 20 anos.

Os homens brasileiros já conquistaram quatro medalhas olímpicas na ginástica artística, todas em aparelhos individuais, com destaque para as medalhas de ouro e prata de Arthur Zanetti nas argolas, respectivamente nos Jogos de 2012 e 2016. Ele tentará sua terceira medalha olímpica em Tóquio.

Leia Também:  Goalball: brasileiros embarcam para disputa de torneio em Portugal

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Caxias-RS abre vantagem sobre União-MT pelas oitavas da Série D

Publicados

em


O Caxias-RS saiu na frente do União Rondonópolis-MT na disputa por uma vaga nas quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (25), o time gaúcho superou o Tourão do Cerrado por 2 a 0 no Centenário, em Caxias do Sul (RS). A partida foi transmitida ao vivo pela TV Brasil.

O duelo de volta será no sábado que vem (2), às 16h (horário de Brasília), no Estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis (MT). O time grená se classifica mesmo se perder por um gol. Os mato-grossenses precisam vencer por três ou mais gols para avançarem às quartas. Em caso de triunfo colorado por dois gols de diferença, a decisão da vaga será nos pênaltis.

A partida marcou a volta do público ao Centenário após 574 dias de ausência, devido à pandemia do novo coronavírus. Com autorização do governo estadual para ter até 2,5 mil pessoas no estádio, o Caxias liberou a entrada somente de associados com mensalidade em dia, que tiveram de apresentar comprovantes de vacinação contra a covid-19 ou do teste com resultado negativo para o vírus.

Os primeiros movimentos de partida já indicavam a tônica da etapa inicial: pouca intensidade de ambos os lados, com um Caxias mais perigoso e um União buscando os contra-ataques. Se não foi brilhante, a equipe grená soube aproveitar melhor os espaços. Aos 13 minutos, o meia Matheuzinho cruzou pela direita e o lateral Bruno Ré, como um centroavante, apareceu pela esquerda, às costas da marcação, para cabecear e abrir o placar.

Leia Também:  Em busca de mais três pontos

Sem pressa, a equipe gaúcha quase aumentou aos 35. O zagueiro Thiago Sales dominou pela esquerda e levantou na área. O atacante Milla escorou de cabeça, mas o goleiro Neneca salvou com um tapa e mandou a bola no travessão. O União, apesar de chutar mais a gol, levou pouco perigo à meta gaúcha.

Na etapa final, Jean Dias quase surpreendeu os visitantes logo aos três minutos. O meia, que entrou no intervalo, bateu escanteio pela esquerda e encobriu Neneca. O zagueiro Barão, porém, salvou em cima da linha. O União respondeu aos sete, em chute de fora da área do atacante Eltinho que deu trabalho ao goleiro Marcelo Pitol. Mas quem chegou ao gol foi o Caxias. Aos 12, o lateral Lucas Carvalho rolou na área para Jean Dias girar em cima de Barão e bater cruzado.

Em desvantagem, o Tourão avançou as linhas para tentar diminuir o prejuízo, mas encontrou dificuldades para concluir as jogadas. O jeito foi apostar em arremates de longe, como aos 28 minutos, quando o meia Edson Carvalho dominou pela esquerda e arriscou da intermediária. A bola foi rente ao travessão. Apesar de mais perigosos, os gaúchos se contentaram em administrar o resultado final.

Leia Também:  Vila Nova vence o clássico contra o Goias no Serrinha pela seria B

Mais Série D

Mais três jogos movimentaram as oitavas de final da Série D neste sábado. O Atlético-CE superou o Paragominas-PA por 2 a 0 no Domingão, em Horizonte (CE), com gols dos atacantes Erick Pulga e Hítalo. Os cearenses avançam às quartas mesmo se perderem por um gol de diferença no duelo de volta, daqui uma semana, no interior paraense.

Em Bento Gonçalves (RS), na Montanha dos Vinhedos, a Ferroviária-SP venceu o Esportivo-RS por 2 a 1. O atacante Gleydson e o zagueiro Bruno Leonardo balançaram as redes para os paulistas e o atacante Matheus Batista descontou para os gaúchos. As equipes voltam a jogar no próximo domingo (3), em Araraquara (SP). A Locomotiva tem a vantagem do empate.

No Amigão, em Campina Grande (PB), o Campinense-PB derrotou o Guarany de Sobral-CE, também por 2 a 1. O lateral Felipinho marcou para os anfitriões, o atacante Hugo igualou e o atacante Matheus Regis, nos acréscimos da etapa final, garantiu a vitória da Raposa. As equipes se reencontram no domingo que vem, em Sobral (CE). Os paraibanos se classificam em caso de empate.

Edição: Fábio Massalli

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA