ÁGUA BOA

Esportes

Série B: Brasil de Pelotas tem gols anulados e empata com Remo

Publicado em

Esportes


O VAR (árbitro de vídeo) trabalhou bastante na noite desta sexta-feira (27) em Pelotas, para desespero dos torcedores da casa, no empate entre Brasil de Pelotas e Remo por 1 a 1 pela 21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Em uma partida na qual a alegria e a tristeza andaram abraçadas, o Brasil viu seu camisa 10 comemorar um golaço e, no minuto seguinte, o ver anulado e, de quebra, ser expulso por uma falta no lance.

Do lado do Remo, o atacante Lucas Tocantins também não ficou com boas lembranças do seu gol. Apesar de salvar seu time da derrota, se machucou gravemente no lance e teve que ir para o hospital.

O Brasil de Pelotas fez um primeiro tempo melhor, tinha mais a bola, mas não aproveitava as poucas oportunidades que construía. Aos 19 minutos, em um contra-ataque rápido, Vidal chegou com perigo e bateu na entrada da área, no canto. O goleiro Vinícius fez uma bela defesa, jogando a bola para escanteio.

Aos 29 minutos, o maior volume de jogo do time Xavante finalmente acabou recompensado. Kevin atacou pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro. Erison foi oportunista e não desperdiçou. Brasil 1 a 0.

Leia Também:  Inter Trabalho intensificado para o confronto com o Bahia

Mesmo sem criar muitas oportunidades o Remo chegou ao empate. Aos 38 minutos, também em jogada pela esquerda, Victor Andrade cruzou para Lucas Tocantins subir mais alto que os zagueiros e cabecear para o gol, mas, no lance, ele também acertou a cabeça de um defensor e levou a pior. Caído no chão, e praticamente imóvel, sequer conseguiu comemorar o empate. Com um corte na cabeça, sangrou muito e precisou de atendimento ainda no gramado. Com o rosto muito inchado, e com suspeita de fratura na face, acabou substituído e seguiu de ambulância para fazer exames no hospital.

E se Tocantins não conseguiu comemorar o gol, por pouco a torcida do Remo também. Na primeira jogada após a saída de bola, Kevin cruzou, a bola passou por toda a área e Netto apareceu do outro lado da grande área, batendo de primeira, cruzado, no canto do goleiro Vinícius. O segundo gol do Brasil de Pelotas, no entanto, foi anulado pelo VAR, que viu um impedimento quase milimétrico na origem do lance.

Na etapa final, o Brasil continuava tendo mais posse de bola e chegando mais à intermediária da defesa adversária. Criava algumas chances, mas não aproveitava. Do outro lado, o Remo ameaçava pouco. Aos 20 minutos, Rildo recebeu uma bola dividida, empurrou o adversário para garantir a posse de bola e bateu de fora da área, um golaço. Mas o VAR entrou em ação mais uma vez e acusou a falta do camisa 10.

Leia Também:  Tênis de mesa: brasileiros avançam às quartas em 1º torneio pós-Tóquio

O árbitro, que estava bem perto do lance, concordou com o árbitro de vídeo e assinalou a falta, anulando o gol. Para piorar, Rildo levou o segundo cartão amarelo pela falta e acabou expulso.

A expulsão de Rildo mudou o jogo. O time da casa, que até então estava mais perto de uma vitória que já não vinha há oito partidas, passou a ver o Remo crescer no jogo. O time paraense passou a ter mais a bola e ocupar mais a área adversária. Criou chances e quase marcou em lances de Felipe Gedoz e Marlon. Mas a igualdade perdurou até o fim.

Com o resultado, o Xavante chegou aos 16 pontos e está na vice-lanterna da série B. Já o Remo está na 12ª colocação, com 26 pontos. Na próxima rodada, o Brasil viaja para enfrentar o Vasco, na sexta-feira (3). Já o Remo recebe o Botafogo um dia depois.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Caxias-RS abre vantagem sobre União-MT pelas oitavas da Série D

Publicados

em


O Caxias-RS saiu na frente do União Rondonópolis-MT na disputa por uma vaga nas quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (25), o time gaúcho superou o Tourão do Cerrado por 2 a 0 no Centenário, em Caxias do Sul (RS). A partida foi transmitida ao vivo pela TV Brasil.

O duelo de volta será no sábado que vem (2), às 16h (horário de Brasília), no Estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis (MT). O time grená se classifica mesmo se perder por um gol. Os mato-grossenses precisam vencer por três ou mais gols para avançarem às quartas. Em caso de triunfo colorado por dois gols de diferença, a decisão da vaga será nos pênaltis.

A partida marcou a volta do público ao Centenário após 574 dias de ausência, devido à pandemia do novo coronavírus. Com autorização do governo estadual para ter até 2,5 mil pessoas no estádio, o Caxias liberou a entrada somente de associados com mensalidade em dia, que tiveram de apresentar comprovantes de vacinação contra a covid-19 ou do teste com resultado negativo para o vírus.

Os primeiros movimentos de partida já indicavam a tônica da etapa inicial: pouca intensidade de ambos os lados, com um Caxias mais perigoso e um União buscando os contra-ataques. Se não foi brilhante, a equipe grená soube aproveitar melhor os espaços. Aos 13 minutos, o meia Matheuzinho cruzou pela direita e o lateral Bruno Ré, como um centroavante, apareceu pela esquerda, às costas da marcação, para cabecear e abrir o placar.

Leia Também:  Inter Trabalho intensificado para o confronto com o Bahia

Sem pressa, a equipe gaúcha quase aumentou aos 35. O zagueiro Thiago Sales dominou pela esquerda e levantou na área. O atacante Milla escorou de cabeça, mas o goleiro Neneca salvou com um tapa e mandou a bola no travessão. O União, apesar de chutar mais a gol, levou pouco perigo à meta gaúcha.

Na etapa final, Jean Dias quase surpreendeu os visitantes logo aos três minutos. O meia, que entrou no intervalo, bateu escanteio pela esquerda e encobriu Neneca. O zagueiro Barão, porém, salvou em cima da linha. O União respondeu aos sete, em chute de fora da área do atacante Eltinho que deu trabalho ao goleiro Marcelo Pitol. Mas quem chegou ao gol foi o Caxias. Aos 12, o lateral Lucas Carvalho rolou na área para Jean Dias girar em cima de Barão e bater cruzado.

Em desvantagem, o Tourão avançou as linhas para tentar diminuir o prejuízo, mas encontrou dificuldades para concluir as jogadas. O jeito foi apostar em arremates de longe, como aos 28 minutos, quando o meia Edson Carvalho dominou pela esquerda e arriscou da intermediária. A bola foi rente ao travessão. Apesar de mais perigosos, os gaúchos se contentaram em administrar o resultado final.

Leia Também:  Com público, Caxias-RS e União-MT buscam vaga nas quartas da Série D

Mais Série D

Mais três jogos movimentaram as oitavas de final da Série D neste sábado. O Atlético-CE superou o Paragominas-PA por 2 a 0 no Domingão, em Horizonte (CE), com gols dos atacantes Erick Pulga e Hítalo. Os cearenses avançam às quartas mesmo se perderem por um gol de diferença no duelo de volta, daqui uma semana, no interior paraense.

Em Bento Gonçalves (RS), na Montanha dos Vinhedos, a Ferroviária-SP venceu o Esportivo-RS por 2 a 1. O atacante Gleydson e o zagueiro Bruno Leonardo balançaram as redes para os paulistas e o atacante Matheus Batista descontou para os gaúchos. As equipes voltam a jogar no próximo domingo (3), em Araraquara (SP). A Locomotiva tem a vantagem do empate.

No Amigão, em Campina Grande (PB), o Campinense-PB derrotou o Guarany de Sobral-CE, também por 2 a 1. O lateral Felipinho marcou para os anfitriões, o atacante Hugo igualou e o atacante Matheus Regis, nos acréscimos da etapa final, garantiu a vitória da Raposa. As equipes se reencontram no domingo que vem, em Sobral (CE). Os paraibanos se classificam em caso de empate.

Edição: Fábio Massalli

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA