ÁGUA BOA

Esportes

Só falta um! Fred pode se tornar o maior artilheiro da história da Copa do Brasil

Publicado em

Esportes


Passo a passo, Fred vai escrevendo novos capítulos de sua já gloriosa carreira. E nesta quarta-feira, quando a bola rolar a partir das 21h30, o ídolo tricolor tem a oportunidade de novamente fazer história. Se balançar as redes contra o Red Bull Bragantino, no Estádio Nabi Abi Chedid, se tornará o maior artilheiro da Copa do Brasil em todos os tempos. Com 35 gols, ele está a um de se igualar a Romário e a dois de se isolar no topo da lista.

Seja Sócio e receba conteúdos exclusivos, além de ter descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

Dos seis principais goleadores da história da competição, Fred é o único em atividade. Depois do primeiro jogo do confronto com o time do interior paulista, vencido pelo Fluminense por 2 a 0 (com um gol do camisa 9), ele comentou a possibilidade de atingir mais uma marca importante na carreira.

“Feliz pelo gol, espero fazer mais um lá para encostar no meu ídolo (Romário), nosso ídolo do Brasil. Espero poder fazer esse ano porque o fim (da carreira) está próximo”, declarou Fred, que tem 28 jogos (14 vitórias, 7 empates e 6 derrotas) e 18 gols com a camisa do Fluminense na Copa do Brasil.

  Uma classificação monumental do Fluminense na Libertadores

Leia Também:  Cuca elogia atuação consistente

Leia mais: Números destacam a importância de Yago Felipe, que comemora boa fase

Desde que voltou ao Fluminense, Fred tem se habituado a bater recordes e atingir marcas importantes. Além de romper a barreira dos 400 gols na carreira, o camisa 9 se tornou o terceiro maior artilheiro brasileiro na Libertadores (22 gols) e o segundo maior artilheiro da história do Tricolor, agora com 188 gols – atrás apenas de Waldo (319).

Na Libertadores, Fred ultrapassou Jairzinho e se igualou a Célio Taveira (ex-Vasco e Nacional-URU, clube pelo qual marcou todos os seus 22 gols no torneio). Único jogador entre os cinco primeiros ainda em atividade, o camisa 9 do Time de Guerreiros está agora a três gols de se igualar e a quatro de ultrapassar Palhinha, o vice-líder do ranking, com 25 gols. O brasileiro com mais gols na história da competição continental é Luizão, com 29.

Leia mais: Boteco Brahma Tricolor convida Guilherme Torres

Além disso, Fred é o maior artilheiro da história do Brasileirão por pontos corridos, com 152 gols. Ele é o quarto da lista geral, contabilizando todos os formatos de disputa, e assumirá a vice-liderança isolada se marcar três vezes no campeonato em 2021. Ele ultrapassaria Edmundo (153) e Romário (154) e ficaria atrás somente de Roberto Dinamite (190).

  Fluminense tem o segundo melhor ataque do Brasileirão

Leia Também:  Valentim diz que Cuiabá ainda busca reforços e cita objetivo do clube na Série A

Maiores artilheiros da Copa do Brasil:

1– Romário (36 gols)
2– Fred (35 gols)
3– Viola (29 gols)
4– Oséas e Paulo Nunes (28 gols)
5– Dodô (26 gols)

Fonte: https://www.fluminense.com.br/noticia/so-falta-um-fred-pode-se-tornar-o-maior-artilheiro-da-historia-da-copa-do-brasil

COMENTE ABAIXO:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Com dois de Angel Romero, Paraguai estreia na Copa América com vitória

Publicados

em


O Paraguai derrotou a Bolívia por 3 a 1 de virada, na noite desta segunda-feira (14) no estádio Olímpico de Goiânia, em sua estreia na Copa América. O destaque da partida foi o atacante Angel Romero, que marcou dois gols.

Com o triunfo, a equipe paraguaia assumiu a liderança do Grupo A da competição, com três pontos. Já os bolivianos ficam na lanterna da chave, sem ponto algum. A Argentina é a vice-líder, com um ponto após empatar em 1 a 1 nesta segunda com o Chile.

Triunfo de virada

A Bolívia conseguiu abrir o placar cedo, logo aos 9 minutos com o meio-campo Saavedra em cobrança de pênalti. Mas, a partir daí, a equipe comandada pelo técnico Eduardo Berizzo assumiu os controles das ações, criando uma oportunidade após a outra.

Um pouco antes do intervalo, a Bolívia ficou em desvantagem numérica quando o atacante Cullear foi expulso após receber o segundo cartão amarelo por cometer falta em Piris da Motta.

Leia Também:  Com a vantagem, Colorado duela com o Vitória no Gigante

Melhor na partida, e com vantagem numérica, o Paraguai finalmente conseguiu transformar o domínio em gols na etapa final. Aos 16 minutos Romero Gamarra aproveita sobra de bola para chutar de primeira e empatar.

A virada vem três minutos depois, quando Angel Romero aproveita sobra de bola para desempatar sem dificuldades. Aos 35 minutos o ex-jogador do Corinthians marca novamente, desta vez em chute cruzado após receber de Ávalos.

Na próxima rodada, o Paraguai folga, enquanto a Bolívia enfrenta o Chile, na próxima sexta-feira (18) a partir das 18h (horário de Brasília) na Arena Pantanal.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA