ÁGUA BOA

Esportes

Wimbledon: Thiago Monteiro cai em simples e mira chave de duplas

Publicado em

Esportes


O cearense Thiago Monteiro, número um do Brasil no ranking de simples da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), foi eliminado na primeira rodada do Torneio de Wimbledon, em Londres (Reino Unido). Nesta quarta-feira (30), o brasileiro, 81º do mundo, foi superado pelo canadense Felix Auger-Aliassime (19º) por 3 sets a 0, com triplo 6/3, em duas horas e dez minutos de jogo.

Auger-Aliassime foi mais preciso que Monteiro durante a partida. Além de não ter cometido duplas faltas (contra duas do brasileiro), ele ganhou quase 60% dos pontos disputados. Já o cearense teve o dobro de erros não forçados (40, ante 20). Na próxima fase do Grand Slam britânico, o canadense terá pela frente o sueco Mikael Ymer (98º), que venceu o francês Jo-Wilfried Tsonga (85º) por 3 sets a 2, com parciais de 7/5, 6/7 (4/7), 5/7, 6/4 e 6/3.

Monteiro segue em Wimbledon para disputar a chave de duplas masculinas. Nesta quinta-feira (1º), em horário a ser confirmado, ele e o também brasileiro Rafael Matos (89º do mundo no ranking de duplas) estreiam contra os cazaques Alexander Bublik (50º) e Alexsandr Nedovyesov (85º).

Leia Também:  Goiás derrota Vasco e entra no G4 da Série B

O Brasil tem outros três tenistas competindo no torneio de duplas entre os homens. Todos estreiam na grama britânica nesta quinta, em horários ainda não definidos. Número 13 do mundo na ATP, o mineiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray (22º) encaram o norte-americano Nicholas Monroe (87º) e o canadense Vasek Pospisil (65º em simples, 192º em duplas).

Segundo brasileiro mais bem colocado do ranking de duplas, o também mineiro Marcelo Melo (19º) e o polonês Lukasz Kubot (17º) terão como adversários os norte-americanos Jackson Withrow (79º) e Nathaniel Lammons (86º).

Já o gaúcho Marcelo Demoliner (49º) e o mexicano Santiago González (54º) estreiam diante do cazaque Andrey Golubev (40º) e de Robin Haase (44º), dos Países Baixos.

Na chave feminina de duplas, o país conta com Luisa Stefani, número 23 do ranking da Associação de Tênis Feminino (WTA, sigla em inglês). A parceria entre a paulista e a norte-americana Hayley Carter (25ª) também joga nesta quinta-feira, em horário a ser confirmado, contra as sérvias Nina Stojanovic (55ª) e Aleksandra Krunic (57ª).

Por fim, nas duplas mistas, o Brasil será representado por Stefani e Demoliner. A parceria estreia na sexta-feira (2), sem horário definido, contra a estoniana Anett Kontaveit (25ª do ranking de simples da WTA) e o australiano Matt Reid (90º em duplas na ATP).

Leia Também:  Vasco vence o Boavista nojogo de ida da Copa do Brasil

Edição: Marcio Parente

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

São Bento vence Madureira, encerra jejum e vence a 1ª na Série D

Publicados

em


Após oito jogos de jejum, o São Bento-SP, enfim, venceu a primeira na Série D do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (31), o Bentão superou o Madureira-RJ por 2 a 1 no estádio Aniceto Moscoso, popularmente conhecido por Comendador Souza, na zona norte do Rio de Janeiro, pela nona rodada da competição.

O clube paulista subiu para oito pontos e voltou a sonhar com uma das quatro vagas do Grupo 7 à segunda fase da Série D. São três pontos de diferença para o Cianorte-PR, quarto colocado e que fecha a zona de classificação, mas que ainda vai a campo pela rodada neste domingo (1º), contra o Santo André-SP, no estádio Albino Turbay, em Cianorte (PR), às 16h (horário de Brasília).

Os cariocas, com 13 pontos, ocupam o terceiro lugar da chave, mas podem ser ultrapassados justamente pelo Cianorte. O Tricolor Suburbano, que encerrou o primeiro turno da fase de grupos invicto, sofreu a segunda derrota consecutiva na competição.

O primeiro tempo foi de poucas emoções, muitos erros de passe, faltas e cartões (foram quatro, sendo três nos primeiros 15 minutos). Na única chance real, aos 17 minutos, o lateral Juninho Monteiro cruzou por baixo, pela esquerda, a bola quicou no gramado irregular e atrapalhou o atacante Índio, que – sem ângulo e na pequena área – acertou a trave esquerda.

Leia Também:  Em Belém, Cruzeiro perde para Remo

A etapa final foi diferente. Aos três minutos, o atacante Judson foi lançado na entrada da área pela esquerda, cortou o lateral Léo Barboza, mas arrematou por cima do gol do Madureira. No lance seguinte, Eduardo entrou na área pela esquerda e cruzou rasteiro para o também atacante Sampaio se antecipar à zaga e ao goleiro do São Bento para abrir o placar.

A resposta paulista veio aos 17 minutos. Juninho Monteiro ganhou a disputa de cabeça na área com Anderson Cavalo, mas afastou nos pés do também atacante Kayan, que matou a bola no peito e chutou da linha da área, marcando um golaço. O gol acuou os cariocas e animou os visitantes, que seguiram no ataque e chegaram à virada aos 38 minutos. O atacante Ayrton avançou pela direita, deixando a marcação do Tricolor para trás, e rolou à esquerda, na saída do goleiro, para o meia Kadu – mesmo escorregando – colocar o Bentão à frente.

Nos minutos finais, o técnico do São Bento, Paulo Roberto Santos foi expulso por reclamação e foi até o meio do gramado discutir com o árbitro Marcel Phillipe Santos Martins. Mesmo sem o treinador, a equipe de Sorocaba (SP) conseguiu administrar a vantagem para conquistar a primeira vitória na competição.

Leia Também:  Copa América: Tite chama Léo Ortiz para substituir Felipe

As duas equipes têm duelos estaduais na próxima rodada da Série D. No sábado que vem (7), às 16h, o São Bento recebe a Portuguesa-SP no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. No outro domingo (8), às 15h, o Madureira faz o clássico contra o Bangu em Moça Bonita, zona oeste do Rio de Janeiro.

Edição: Márcio Parente

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA